10 alimentos que limitam o desenvolvimento da cândida - Melhor com Saúde

10 alimentos que limitam o desenvolvimento da cândida

Para ter a cândida sob controle devemos incluir em nossa alimentação ingredientes probióticos, como o quefir e outros que nos ajudem a enfraquecê-la para evitar maiores problemas.
10 alimentos que limitam o desenvolvimento da cândida

A infecção por leveduras ou candidíase, é um transtorno muito comum que ocorre quando a cândida, um tipo de fungo que se aloja na boca e nos intestinos, cresce de forma excessiva devido às alterações de seu ambiente ou algum estímulo.

O consumo de medicamentos, a má alimentação e as toxinas do entorno são alguns dos fatores que alteram o equilíbrio normal destes fungos.

Após se desenvolver em quantidades excessivas, pode atravessar a parede do intestino e passar de forma direta para a corrente sanguínea, onde logo libera partículas tóxicas que conduzem o intestino permeável e outros problemas.

Apesar da maior parte das vezes não representar um problema grave, o mais conveniente é tratá-la de forma oportuna para evitar o risco de infecções maiores.

A boa notícia é que não é preciso recorrer a medicamentos agressivos para alterar o crescimento das leveduras e deter sua proliferação.

Ao adicionar na dieta alguns alimentos com qualidades antifúngicas podemos enfrentá-las sem correr o risco de sofrer efeitos secundários não desejados.

Descubra-os!

1. Óleo de coco

Óleo de coco para tratar a cândida

O óleo de coco orgânico contém uma substância com propriedades antifúngicas conhecida como ácido caprílico.

Seu consumo em pequenas doses combate de forma direta a cândida e detém sua reprodução ao fazer buracos nas paredes da levedura.

Não se esqueça de ler: 5 formas de usar óleo de coco para um cabelo saudável

2. Alho

Conhecido em todo o mundo como o antibiótico mais potente da natureza, o alho é uma das melhores alternativas para interferir no crescimento da cândida.

Seus compostos sulfurosos, especialmente a alicina, atuam como um antimicótico natural e alteram o ambiente que as leveduras precisam para se proliferarem.

3. Vinagre de sidra de maçã

Vinagre de sidra de maçã para combnater a cândida

O vinagre de sidra de maçã orgânico, ou seja, aquele que não foi submetido a processos de refinamento, tem compostos ácidos que combatem de forma direta os fungos e alteram o ambiente que precisa para seu desenvolvimento.

Apesar de ainda serem necessárias provas científicas para este tipo de benefício, tudo indica que contém enzimas ativas que ajudam a destruir as leveduras.

4. Limões

Os limões e as limas são os frutos cítricos mais recomendados para alterar o entorno que a cândida precisa para crescer.

Suas propriedades alcalinas diminuem o excesso de acidez no sistema digestivo e, por sua vez, inibem o crescimento de vários tipos de microrganismos.

Vale destacar que seu teor de açúcares é mínimo, o que é muito prejudicial para as leveduras e bactérias.

5. Morangos e frutas vermelhas

Morangos e frutas vermelhas para combater a cândida

Os morangos e outras variedades de frutas vermelhas são uma boa escolha contra esta infecção, já que têm um alto teor de vitamina C e contribuem para fortalecer o sistema imunológico.

A cada 100 gramas desta fruta obtemos até 60 mg de vitamina C, além de vitamina A, vitaminas do complexo B e minerais essenciais.

6. Gengibre

A raiz de gengibre tem substâncias como os gingerois e shogaoles, cuja função anti-inflamatória e antifúngica apoia o tratamento contra os fungos.

Ainda que não seja o antimicótico mais poderoso desta lista, é uma excelente opção para favorecer a função dos órgãos excretores e desintoxicar o corpo.

Seus compostos ativos melhoram a circulação, fortalecem o sistema imunológico e melhoram a resposta frente aos microrganismos que causam infecções.

7. Azeite de oliva

Azeite de oliva para combater a cândida

Considerado como uma das melhores gorduras para a saúde, o azeite de oliva é uma fonte rica de ácidos graxos ômega 3 e polifenóis, dois componentes que fortalecem as defesas do corpo e combatem a cândida.

8. Canela

A canela é uma especiaria anti-inflamatória e antifúngica que atua de forma similar ao ácido caprílico no tratamento da cândida.

Seus compostos ativos danificam as células da levedura, impedindo que se proliferem e fazendo com que morram.

Seu consumo deu bons resultados contra a cândida, o H. pylori e inclusive vários tipos de parasitas.

9. Salmão silvestre

Salmão silvestre para combater a cândida

O salmão silvestre é uma das fontes de ácidos graxos ômega 3 mais valiosas, o que o transformam em um bom suplemento contra as infecções por fungos.

Sua ação anti-inflamatória regula a atividade celular nos tecidos e altera as condições que requerem as leveduras para se desenvolver.

Quer saber mais? Leia: 6 razões pelas quais comer salmão melhora sua saúde

10. Cravo da Índia

O cravo da Índia contém uma substância chamada eugenol, com efeito anti-inflamatório e antifúngico.

Tanto a especiaria quanto seu óleo essencial são úteis contra as infecções por cândida, tanto internas como externas.

Como complemento ao consumo dos alimentos citados também pode-se adicionar alimentos que são fontes probióticas como o iogurte natural ou o quefir.

Eles são muito saudáveis porque reforçam as defesas e ajudam a repovoar a microbiota natural do organismo.