11 formas de detectar um câncer: a prevenção é importante!

11 formas de detectar um possível câncer: a prevenção é importante!

Apesar de existirem muitos tipos de câncer, e de nem todos apresentarem sintomas no início do seu desenvolvimento, existem uma série de sinais que podem servir como alertas. Conheça-os neste artigo.
11 formas de detectar um possível câncer: a prevenção é importante!

 

Fica claro também que cada pessoa pode apresentar um conjunto de sintomas diferentes e que, às vezes, temos doenças prévias, como o diabetes ou a fibromialgia, que torna muito difícil distinguir um grupo de sintomas de outros.

Mas uma coisa é certa: a prevenção salva vidas e por isso nunca devemos de realizar nossos exames médicos regulares. Você provavelmente sabe quando algo “não vai bem” com seu corpo, e portanto pode consultar um médico logo quando aparecerem sintomas estranhos.

Diante de qualquer dúvida ou doença, não tenha medo de tirar todas as suas duvidas com o médico. Neste artigo, queremos contribuir ainda mais para seus cuidados de saúde mostrando 11 formas de detectar um câncer.

Formas de detectar um câncer

Médico que ajuda a detectar um câncer

Os sintomas que descreveremos a seguir podem também ser sinais de outras doenças, e não de um câncer. Mas tenha em mente que são problemas de saúde que, se persistentes, têm uma causa concreta.

Trata-se simplesmente de estarmos conscientes. Se você estiver perdendo muito peso sem motivo aparente, se aparecer um sinal no ombro ou no rosto, é importante observar. Se a sua tosse for persistente e você for fumante, será necessário realizar exames para saber o que está acontecendo nos pulmões.

Assim, mesmo sabendo que a maioria desses sintomas podem ser causados por doenças comuns, são coisas que nunca devem passar despercebidas.

1. Dor persistente e localizada

Todas as pessoas sentem dores em alguns momentos na vida: dores de cabeça, de barriga, dores nas articulações e nos ossos… Como diferenciar uma dor normal de outra associada a um tumor?

Não podemos sabê-lo. De forma que temos que levar em conta estes aspectos:

— A dor é persistente e localizada: dor nos quadris, em um lado do abdômen, em um ponto da cabeça, do peito etc.
— A dor está associada a um grande cansaço.
— Estamos perdendo peso em excesso.

Não hesite em consultar um médico se você apresentar algum desses problemas de maneira persistente.

2. Perda inexplicável de peso

Já falamos no início deste artigo: não é normal perder peso de um dia para o outro sem que exista uma razão. Por isso, é importante que você “escute” seu corpo:

— Você perdeu o apetite?
— Sua digestão está muito lenta?
— Há dias em que você sofre de prisão de ventre e, em outros, de diarreia?
— Você se encontra muito esgotado?

Consulte seu médico para conhecer a causa e descartar qualquer problema sério. Não há por que ter medo antes de saber o que realmente está acontecendo em seu corpo.

3. Febre

Mulher controlando a febre para detectar um câncer

Ninguém tem febre sem razão. A febre reflete o trabalho de nosso sistema imune para defender o corpo de uma infecção ou uma alteração no nosso organismo.

Se você apresentar febre noturna e suar muito, percebendo inclusive que o travesseiro fica úmido, pode ser um sintoma de linfoma. No entanto, como sempre dizemos, pode ser devido a outras casas, como problemas da tireoide.

4. Cansaço extremo

O cansaço pode se dever muito bem a uma anemia, aos efeitos da menopausa ou a uma fibromialgia. Não devemos nos alarmar antes da hora.

No entanto, se você perceber que a cada dia fica mais difícil seguir o ritmo normal que você tinha antes, não hesite em consultar um médico. O mais provável é que se deva a causas pouco importantes, mas é sempre bom esclarecer qualquer dúvida.

5. Atenção a mudanças na pele

Mancha na pele que pode indicar um câncer

Em nosso site, sempre falamos que é preciso prestar atenção aos sinais que aparecem na nossa pele. Por isso, nunca se esqueça da regra “ABCD” para distinguir manchas benignas das perigosas.

A: Uma mancha saudável é simétrica. Se você notar que uma metade dela não coincidir com a outra, consulte o dermatologista.
B: As bordas de uma mancha normal são regulares. Bordas irregulares podem ser algo mais sério.
C: Observe a cor da mancha e veja se ela não tiver áreas de outras tonalidades.
D: Uma mancha nunca deve ter diâmetro superior a 6 milímetros.

Além dessas dicas, você deve observar se as manchar arderem ou sangrarem, caso em que é necessário consultar o médico.

6. Feridas que não cicatrizam

Às vezes, o câncer de pele se apresenta como pequenas feridas que nunca cicatrizam. Elas sangram, formam uma crosta, que cai e a ferida volta a sangrar. Portanto, preste atenção em feridas na pele e nos genitais.

7. Manchas brancas na boca

As manchas brancas na boca podem estar ligadas ao câncer de boca, e aparecem em pessoas que fumam, sobretudo cachimbo. No entanto, podem ser desencadeadas por outras causas, como fungos. Se você fuma, não deixe de ter acompanhamento médico periódico.

8. Sangramento repentino

É um sintoma muito comum da presença de um câncer. Sangramentos fora do período menstrual, sangrar pela boca ao tossir ou sangramento dos mamilos exigem uma consulta imediata ao médico.

Se você apresentar sangue na urina, isso pode se dever a um problema renal. O nefrologista poderá averiguar se o problema se deve a uma infecção ou a outro problema mais grave.

9. Nódulos podem indicar um câncer

Todos sabemos que a presença de um nódulo nos seios nos alerta sobre a possibilidade de um tumor. Mas há outros locais do corpo em que podem aparecer, e que também exigem atenção:

— Se você notar um pequeno nódulo na clavícula, pode ser um linfoma.
— Preste atenção também nos nódulos que aparecem nas axilas ou virilhas.
— Observe qualquer alteração em suas pernas e braços, sobretudo se não forem causados por machucados.

10. Dificuldades para engolir

Pode ser um sinal de câncer de esôfago ou de faringe. Se for algo recorrente, consulte o médico. Às vezes, deve-se a uma simples inflamação, mas é importante esclarecer qualquer dúvida. Vale a pena prevenir!

11. Cuidado com a tosse persistente

Homem com tosse que pode indicar um câncer

A tosse persistente pode se dever a qualquer infecção, desde uma alergia ou um resfriado até reações diante da poluição ou ambientes muito contaminados, abafados ou cheios de poeira e fungos. Mas se você notar que a tosse for persistente, estiver acompanhada de alguma mudança na voz ou dor, consulte um médico, sobretudo se você for fumante.