4 coisas maravilhosas que os netos nos ensinam

4 coisas maravilhosas que os netos nos ensinam

Os netos nos dão a possibilidade de remendar os erros que um dia cometemos com nossos filhos, mas sem a responsabilidade de sermos seus principais educadores.
4 coisas maravilhosas que os netos nos ensinam

Seus netos lhe ensinam muitas coisas a cada dia. De fato, eles até o fazem descobrir aspectos de si mesmo que não conhecia.

Embora seja verdade que o ato de ser mãe ou pai é algo que muda nossas vidas, o presente de ser avó nos oferece outro tipo de uma maravilhosa felicidade.

Há avôs e avós muito jovens, e também há aqueles que veem a chegada dos netos quando não esperavam, já que seus filhos esperaram este instante até o momento mais adequado.

Cada situação é única, mas a maioria das pessoas a vive como uma etapa excepcional cheia de novos desafios que fazem com que todos cresçam, e inclusive entrem em situações inesperadas.

Por isso, vale a pena nos determos alguns instantes neste ciclo da vida para analisar tudo que ele pode nos oferecer.

Seus netos: pequenos agentes emocionais que dão luz à sua vida

Sabemos que o papel educativo e de criação recai nos progenitores. São o núcleo primário e máximo responsável por cada passo que este recém-nascido vai dar em cada uma de suas etapas no mundo.

Por sua parte, os avós são o segundo círculo que rodeia a criança em seu contexto íntimo e social mais próximo. O contato que eles podem ter com os netos dependerá também da qualidade do vínculo que tenham com seus filhos.

Todos sabemos que, em algumas ocasiões, as relações com nossos pais podem não ser completamente boas.

No entanto, a grande maioria da população mantém um vínculo positivo e enriquecedor com eles, de forma que veem nos avós um apoio imprescindível na criação dos menores.

Avó abraçando neto

Explicaremos o que supõe a figura dos netos na vida dos avós de primeira viagem.

  1. Fazem com que repensemos alguns dos erros que cometemos com nossos filhos

Ninguém nasce sabendo tudo sobre a criação. Além disso, em algumas ocasiões, determinadas situações pessoais fazem com que criemos nossos filhos não da forma como gostaríamos, mas da forma como é possível (devido a problemas financeiros, a um emprego que nos obriga a passar muito tempo fora de casa, etc).

  • Tudo isso faz com que os avós, no momento de cuidar ou atender a seus netos, pensem naqueles erros que cometeram no passado, ou nas carências que não foram capazes de suprir.
  • Mais do que evitar cometer estes erros, com os netos o que tentam fazer é, antes de mais nada, aconselhar os novos pais, e estes conselhos são, sem dúvida, todo um apoio que os progenitores deveriam atender ou, ao menos, levar em conta.
  1. O único propósito: oferecer felicidade

As regras, os limites, as advertências e as possíveis sanções aos maus comportamentos das crianças são dimensões que devem ser estabelecidas pelos pais.

  • Os avós educam, mas sua responsabilidade não é a mesma. Seu papel como criadores principais ficou no passado. Sua responsabilidade agora com os netos é a de atender e, antes de tudo, oferecer felicidade.
  • Os netos são uma nova entrada na vida das pessoas que nos obriga a tirar o melhor de nós mesmos e nos transformarmos em um dos referenciais mais queridos pelas crianças.
  1. O legado que se oferece aos netos

Todo o vivido, todo o descoberto, todo o nosso passado com seus triunfos, medos, aventuras e maravilhas vistas, são autênticos tesouros que podemos oferecer a nossos netos.

  • Temos que levar em conta que uma forma de perdurar para sempre em nossa família e nestes pequenos descendentes que acabam de chegar ao mundo é fazê-los participar de nossas histórias, de nossas emoções.
  • Fale com eles sempre que puder; seja um contador de histórias e tenha uma resposta para cada pergunta. Incentive, emocione, desperte e deixe-se iluminar por estes sorrisos sinceros.

Neto com passarinho na cabeça

  1. Descobrimos forças que acreditávamos estarem perdidas

Quando você cria um filho, isso o muda por dentro: você aprende a não se render, a lutar pelas crianças para oferecer o melhor possível a elas.

  • Mais tarde, quando estas crianças se transformam em adultos e enfrentam o mundo com maturidade e ousadia, sentimos orgulho mas, por sua vez, temos a sensação de que terminou uma etapa de nossas vidas.
  • É claro que temos nossos hobbies, nossas famílias e responsabilidades. No entanto, com a chegada dos netos muitas coisas voltam a mudar.
  • “Redefinimos” a nós mesmos: agora “somos avós” e isso nos obriga a seguir ajudando em todo o possível a nossos filhos e, por sua vez, a sermos uma referência emocional e de atenção para nossos netos.

A tarefa é desafiadora e emocionante, e isso nos oferece novas forças, novos objetivos e que assumimos com otimismo e alegria.