Alimentos brancos conheça 5 que são veneno para saúde

5 Alimentos brancos que são veneno para a sua saúde

Além de não oferecer nutrientes, o açúcar branco é rico em calorias vazias que contribuem para o sobrepeso. Podemos substituí-lo por açúcar mascavo, mel ou stevia.

Sabemos que vários alimentos presentes no dia-a-dia não são considerados saudáveis, mas entre eles, cinco alimentos brancos destacam-se como verdadeiros venenos para o corpo, sendo extremamente prejudiciais para a saúde.

É importante evitá-los o máximo possível, e se for consumi-los, ingerir somente quantidades moderadas. Todos eles podem ser substituídos por alternativas saudáveis, que oferecem mais nutrientes e não afetam negativamente a saúde. Esses alimentos são:

1. Açúcar refinado

O açúcar refinado é um dos piores alimentos que podemos oferecer ao nosso corpo. Ele é nutricionalmente nulo, não apresentando nenhum nutriente. São simplesmente calorias vazias que contribuem imensamente para o ganho de peso e a obesidade.

Além de não oferecer nada, o açúcar ainda “rouba” do nosso corpo vitaminas e minerais preciosos, já que grandes quantidades destes nutrientes são demandadas para digeri-lo, eliminá-lo e reequilibrar o organismo.

O consumo de açúcar afeta todos os órgãos do corpo, promove o acúmulo de gordura, e ainda pode estragar os dentes e aumentar significativamente o risco de desenvolver diabetes. Por esses motivos, é fundamental se afastar dele.

Substitua o açúcar refinado pelo açúcar mascavo ou o mel, que adoçam sem causar danos à saúde.

2. Sal refinado

O corpo precisa de sal, mas a opção refinada, também conhecida como sal de mesa, é um verdadeiro veneno para o organismo. Ele é composto basicamente por 97% de cloreto de sódio e 3% de produtos químicos como absorventes de umidade e iodo, ou seja, é uma substância química que o corpo reconhece como algo completamente estranho.

Ele é nutricionalmente vazio e demanda muita energia do organismo para ser metabolizado, já que desequilibra os fluídos corporais e sobrecarrega o sistema de eliminação.

Para neutralizar o sal, o organismo retira água já estocada nas células. Isso faz com que as células fiquem desidratadas e aumenta o risco de morte prematura das mesmas. Dessa forma, podem se originar doenças como artrite, reumatismo, gota e pedras nos rins e na vesícula.

sal marinho alimento branco

Existem alternativas saudáveis para o sal de mesa. Por não ter sido refinado, o sal integral contém vitaminas e minerais não prejudiciais à saúde. Algumas opções são o sal marinho e sal do Himalaia.

3. Farinha refinada

A farinha refinada, também conhecida como farinha branca, perde todos os seus nutrientes no processo de refinamento, e torna-se um alimento com calorias vazias e inúteis para o corpo.

Os alimentos feitos de farinha branca também não possuem fibras e podem causar prisão de ventre, aumentar a retenção de líquidos, promover o ganho de peso e aumentar os riscos de desenvolver câncer no intestino.

Por ter índice glicêmico alto, a farinha refinada aumenta rapidamente o nível de glicose no sangue, causando picos de insulina e favorecendo o acúmulo de gordura no corpo. Ela ainda contribui para o aumento do colesterol e das chances de desenvolver doenças cardiovasculares.

Por todos estes fatores, é fundamental evitar alimentos feitos de farinha branca, como pão, macarrão, bolos e biscoitos. Opte sempre pelas versões integrais, que têm índice glicêmico mais baixo e contêm fibras e diversos nutrientes importantes.

Pão branco

4. Margarina

Ao contrário da manteiga, que é um produto de origem animal, a margarina é um produto totalmente artificial que contém diversos componentes químicos prejudiciais para a saúde.

Ela é feita a partir de óleos vegetais que passam por vários processos químicos para obter a textura sólida que conhecemos, branquear os óleos, adicionar a coloração amarela, acrescentar sabor e mantê-la conservada por muito tempo nas prateleiras do supermercado.

Além disso, a margarina possui gordura trans, que é extremamente danosa para o organismo. Alimentos com este tipo de gordura devem ser evitados a qualquer custo, já que aumentam significativamente o risco de doenças cardíacas.

A manteiga animal, apesar de não ser o alimento ideal por conter uma quantidade considerável de gorduras saturadas, é uma opção melhor quando comparada à margarina.

5. Leite de vaca

Apesar de ser uma importante fonte de proteína e conter nutrientes como o cálcio, o leite de vaca já está sendo considerado por muitos um veneno para o organismo. Cada vez mais pessoas apresentam algum nível de intolerância à lactose, e isso ocorre porque o nosso organismo simplesmente não está preparado para digerir o leite de vaca.

Estudos mostram que o consumo de leite de vaca está associado a anemia, gases, enxaquecas, inchaço, indigestão e alergias. Ele ainda pode aumentar a chance de desenvolver câncer de próstata e nos ovários.

Para produzir o leite, as vacas recebem injeções de hormônios que podem causar infecções e criar pus, que acaba sendo transferido para o leite. Elas também são tratadas com antibióticos, cujas substâncias danosas podem chegar ao produto final que consumimos.

Para substituí-lo, aposte nas versões vegetais como o leite de soja, amêndoas e arroz. Outras alternativas são leites sem lactose, que são digeridos com maior facilidade pelo corpo.