5 alimentos reguladores hormonais - Melhor com Saúde

5 alimentos reguladores hormonais

Graças ao seu conteúdo de estrógenos, a sálvia pode ajudar a aliviar problemas do tipo ginecológico, como as menstruações excessivas. Podemos consumi-la na forma de infusão ou mesmo adicionar suas folhas em saladas.
Alimentos reguladores hormonais

Você sabia que alguns alimentos funcionam como reguladores hormonais naturais? Muitas mulheres sofrem com desequilíbrios relacionados ao sistema hormonal que afetam principalmente o seus ciclos menstruais e não sabem como lidar com isso.

A seguir apresentaremos 5 alimentos que podem ser incluídos na alimentação para ajudar a regular estes transtornos hormonais, além de oferecerem muitos outros benefícios nutricionais.

Reguladores hormonais para incluir na dieta

Figo

Esta deliciosa fruta regula os processos hormonais, irregularidades no útero e nos ciclos menstruais. Por isso, também recomenda-se consumi-lo habitualmente durante a menopausa.

Suas folhas, além disso, contém muitos hormônios femininos, por isso pode-se preparar a infusão em caso, por exemplo, de ovários policísticos.

Os figos podem ser consumidos frescos, em vitaminas e combinados com o iogurte ou outras sobremesas. Também podemos comê-los secos, e caem muito bem durante o meio da manhã ou no lanche da tarde. Uma grande propriedades dos figos é a que são as frutas que mais contêm fibras, de modo que ingeri-lo é benéfico para o sistema digestivo e para pessoas que sofrem com a prisão de ventre. 

As pessoas que sofrem com a obesidade não devem comer mais de 3 figos por dia, e devem fazê-lo preferivelmente durante a manhã.

figos-gregoirevdb

Maca

A maca contém proteínas, aminoácidos essenciais, carboidratos, fibras, vitaminas (B1, B2, B6…), minerais como o ferro, cálcio, fósforo, potássio, sódio, zinco.

Entre outras propriedades, a maca é um regulador hormonal de todos os níveis (pituitária e hipotálamo). Alivia problemas dos ciclos menstruais da mulher (dismenorreia ou dores menstruais, incômodos durante a menstruação, incômodos durante a menopausa, etc.) e melhora alguns casos de infertilidade e problemas de libido em homens e mulheres.

Como consumir a maca? Podemos consumi-la na forma de comprimidos ou em pó. Recomenda-se começar com uma quantidade menor e ir aumentando gradativamente, pois ela é muito energética. A dose de manutenção é de 3 g por dia (aproximadamente uma colher rasa de maca), mas pode-se tomar até 9 g diários. Pode ser consumida misturada com suco.

Mesmo que alguns de seus benefícios possa ser notados rapidamente, caso queiramos efeitos mais profundos como regulação endócrina, recomenda-se tomá-la por pelo menos três meses e posteriormente seguir o tratamento junto com um especialista. Saiba que a maca causa efeitos prolongados inclusive depois do término do uso.

Levedo de cerveja

O levedo de cerveja é rico em zinco, um mineral que age como regulador hormonal natural, e além disso favorece a síntese de vários hormônios: tireoides, progesterona e testosterona. 

O levedo de cerveja pode ser consumido por todos, mas é recomendado para adolescentes que sofrem com acne, precisamente pelo componente hormonal e também porque tem muitas propriedades benéficas para a pele.

Além disso, o levedo de cerveja é um excelente suplemento natural, já que possui muitas outras propriedades. É rico em proteínas e aminoácidos essenciais, tem um alto conteúdo de ferro, vitaminas do complexo B, cromo, ácido fólico e muitos outros minerais. Seus completos valores nutricionais tornam o levedo de cerveja um bom depurador e tonificante, por isso é ideal para etapas do crescimento, gravidez, pós-parto e lactação, para atletas, pós-cirurgia, etc.

O levedo pode ser consumido em pó, misturado com suco ou iogurte, ou mesmo na forma de comprimidos, caso não goste do sabor levemente amargo. Algumas marcas o comercializam sem o sabor amargo para suavizar o gosto. Caso seja ingerido juntamente com os alimentos, melhorará a assimilação dos nutrientes.

Calêndula

Esta flor que cresce espontaneamente em campos e campinas, de cores alaranjadas e amareladas, é um excelente regulador para todo tipo de problema ginecológico (menstruações dolorosas, falta de menstruação, etc.), além de ser usado para problemas de pele. Mesmo que sua maneira mais conhecida de consumo seja a infusão ou creme tópico, as pétalas da flor também podem ser consumidas diretamente, e dão um bonito toque de cor a todo tipo de prato, como saladas ou sobremesas.

calêndula

Sálvia

Esta deliciosa planta aromática é uma das mais conhecidas na categoria de reguladores hormonais devido ao seu conteúdo de estrogênios. É também, desde a antiguidade, reconhecida por suas propriedades afrodisíacas.

Ela é recomendada nos casos de menstruação excessiva e durante menopausa, e também tem propriedades para melhorar o humor, precisamente quando se encontra afetado por questões hormonais.

A sálvia pode ser consumida na forma de infusão ou extrato, mas aqui a apresentamos como alimento, por isso podemos usar suas folhas frescas para temperar os pratos graças ao seu sabor aromático, e inclusive pode ser frita e consumida na forma de chips. Também podemos usá-la em sucos com outras frutas e hortaliças.

Imagens cortesia de gregoirevdb e Cuervo_J.