5 conselhos chave para perder peso e não recuperá-lo

5 conselhos chave para perder peso e não recuperá-lo

A chave não está em eliminar todas as gorduras da dieta, mas sim em consumir gorduras saudáveis, que são fundamentais para o bom funcionamento do organismo.
Conselhos para perder peso

A perda de peso é algo que vai além do aspecto físico, pois já foi demonstrado que as pessoas precisam equilibrar o organismo para que possam ter uma boa saúde e prevenir doenças.

Em um mundo tão mal alimentado e sedentário como o que vivemos, milhares de indivíduos precisam lutar dia após dia contra o sobrepeso e a obesidade, condições que já são consideradas doenças, devido ao risco que trazem consigo.

Queimar gordura e perder peso não é algo que se consegue fazer da noite para o dia, e requer muito esforço e dedicação para atingir estes objetivos.

Além de eliminar da dieta aqueles alimentos que nos impedem de emagrecer, também é importante adotar uma rotina de exercícios e outros bons hábitos, já que eles desempenham um papel essencial para conseguirmos não apenas perder os quilos a mais, mas não voltar a recuperá-los.

Esta meta é a que muitos querem alcançar, mas que poucos conseguem manter no longo prazo. Por isso, hoje iremos compartilhar estes cinco conselhos que podem nos ajudar a manter o peso ideal para sempre.

  1. Controlar a ingestão de hidratos de carbono para perder peso

Hidratos-de-carbono-e-perder-peso

Os carboidratos estão presentes, em maior ou menor medida, em quase todos os alimentos, e é importante moderar a sua ingestão para poder emagrecer.

Uma forma de consumir somente uma quantidade mínima é fazendo uso de tabelas de índice glicêmico (IG), as quais facilitam a escolha de alimentos saudáveis, o que ajuda a reduzir o acúmulo de gordura no corpo.

Por outro lado, a utilização destes elementos também ajuda a variar os alimentos, para evitar o tédio de comer sempre a mesma coisa.

  1. Não fazer dietas “milagrosas”

Perder peso em questão de dias? Pode até ser que seja possível, mas com muito sofrimento e esforço. O problema é que as populares “dietas milagrosas” possuem diversos riscos e, na maioria dos casos, só dão resultados temporários.

Este tipo de plano alimentar pode causar o famoso efeito rebote, por não cumprir com os requerimentos nutricionais dos quais o organismo precisa para trabalhar sem ter problemas.

Assim, finalizados os dias estabelecidos para a dieta, é provável que o sentimento de ansiedade predomine, e nos leve a ingerir de novo muitas calorias, ganhando de novo o peso perdido.

Por este motivo, a melhor opção é perder peso com paciência, através da adoção de uma dieta equilibrada e saudável, como por exemplo, a dieta mediterrânea.

  1. Comer mais gorduras saudáveis

Gorduras-saudaveis-para-perder-peso

Muitas pessoas pensam que, para alcançar o objetivo de emagrecer, é preciso eliminar totalmente as gorduras da dieta, devido ao número elevado de calorias que elas costumam conter.

No entanto, é importante saber que assim como existem gorduras pouco saudáveis, como as saturadas e a gordura trans, também há ácidos graxos essenciais dos quais o organismo precisa em certa medida para que possa funcionar perfeitamente.

Assim, o melhor é eliminar da dieta a carne vermelha, os embutidos, os doces, e todos os alimentos ricos em gorduras saturadas que “intoxicam o organismo”.

Em seu lugar, é aconselhável incluir na dieta os ácidos graxos ômega 3, presentes em alimentos como o azeite de oliva, os peixes azuis e as sementes.

  1. Fazer exercícios todos os dias

Você não tem tempo para ir à academia? Pois saiba que isso não é desculpa para não fazer exercícios todos os dias, já que basta sair para caminhar por 30 minutos, ou escolher outro tipo de atividade da sua preferência, para obter os benefícios deste hábito tão bom.

A atividade física melhora o ritmo cardíaco, acelera o metabolismo, e é a maneira mais eficaz de reduzir a gordura corporal enquanto ganhamos massa muscular.

  1. Tomar um bom café da manhã

Cafe-da-manha-para-perder-peso

A pressa com a qual fazemos as coisas pela manhã, a preguiça de cozinhar tão cedo e muitas outras razões poderiam ser a desculpa perfeita para não tomar um café da manhã saudável.

O que poucos sabem é que esta refeição é, provavelmente, a mais importante para que possamos ter um peso saudável e um melhor rendimento físico durante todo o dia.

Por isso, é fundamental acabar com o hábito terrível de tomar somente um café ou um chá, e dar a si mesmo tempo para preparar e desfrutar de um café da manhã completo.

O ideal é que esta primeira refeição do dia inclua:

  • Calorias: entre 20% e 25% do total da ingestão diária
  • Hidratos de carbono: entre 50% e 60% das calorias totais do café da manhã.
  • Proteínas: de alta qualidade como as que oferecem os laticínios, os ovos ou alguma carne magra.
  • Gorduras: devem representar 25% do total de calorias do café da manhã, e podem ser provenientes de cereais, laticínios ou ovos.
  • Vitaminas e minerais: presentes em grandes quantidades em frutas e verduras, as quais podem ser ingeridas em sua forma natural ou em forma de suco.