5 dicas para alcançar a felicidade - Melhor Com Saúde

5 dicas para alcançar a felicidade

É fundamental que as decisões que tomemos não busquem somente nosso bem-estar pessoal, e sim que centrem na felicidade comum, para que assim nos reflitam como um todo
5 dicas para alcançar a felicidade

William James, célebre filósofo e psicólogo de começos do século XX, deixou claro através de seus trabalhos algo que, apesar do tempo, segue sendo vigente em nossa atualidade: para ser feliz temos que tomar decisões. 

A felicidade é como tentar manter o equilíbrio sobre uma prancha. Um passo adiante ou um passo para trás pode descompensar a situação. Logo, nosso principal propósito é tomar decisões certas para nos mantermos naquele ponto perfeito e adequado de equilíbrio.

Agora veja bem, sabemos que nem sempre é fácil. Existem situações que nos empurram um passo mais à frente do que deveria e, então, aparece aquele vazio no estômago, o medo e sensação de que estamos perdendo o controle.

Outras vezes, nossos próprios pensamentos fazem com que retrocedamos, que fiquemos ancorados em um ponto do passado onde também perdemos a calma, a segurança e a tranquilidade.

Hoje, neste artigo, lhe convidamos a conhecer 5 dicas simples para aprender a tomar decisões mais eficazes que ajudarão a alcançar a felicidade.

Mulher esperando a felicidade

1. Um pensamento novo, uma emoção mais poderosa

Em certas ocasiões, poucas coisas podem chegar a ser tão poderosas como aprender a mudar pensamentos para, deste modo, melhorar as emoções e a percepção de nossa realidade.

De acordo com a psicologia positiva, para sermos felizes temos que acreditar que merecemos. Algo que, aparentemente, parece muito simples, mas que pode mudar por completo nosso dia a dia:

  • Mude seus pensamentos para permitir que os fatos negativos ou estressantes que podem acontecer não se convertam em muros ou em pedras no caminho. Uma atribuição menos fatalista nos permite, sem dúvidas, enfrentar as coisas com mais integridade.
  • Perder um trabalho, por exemplo, pode ser traumático, mas ás vezes nos obriga a começar de novo e inclusive a colocar em andamento projetos que, em certos casos, são até mais produtivos.
  • Romper o relacionamento, discutir com um amigo e perdê-lo….Tudo isso também cria situações muito duras que nos obrigam a viver determinadas lutas, mas estes momentos nos ensinam a ser mais fortes.

Tomar a decisão de seguir construindo nossos caminhos e nossa felicidade é a pedra filosofal em todos os casos.

2. A capacidade de persistir

Persistir não é aguentar qualquer coisa, suportar fatos que nos fazem dano ou permanecer impassível ante as adversidades. Persistir também é lutar, tirar forças da fraqueza e, ante tudo, ser resiliente.

  • Os neuropsicólogos nos explicam que nossos cérebros estão desenhados para analisar tudo de negativo que nos acontece e aprender com a adversidade. Somos mais fortes do que pensamos, e isso é um aspecto que não podemos nos esquecer.

3. Fique atento, foque no aqui e agora

Muitos especialistas em saúde mental nos falam dos grandes benefícios da meditação e da ioga.

Se você não for muito chegado a estes tipos de exercícios, não tenha dúvidas em seguir hábitos simples como sair para caminhar, passear, estar em silêncio e calmos em um ambiente relaxado. 

Se nos acostumarmos a estar focados e calmos, nos fixaremos com força no presente e poderemos visualizar nossos objetivos e o rumo para nossa felicidade.

Mulher meditando para encontrar a felicidade

4. A gratidão e a humildade

Para sermos felizes temos que tomar decisões e, antes de tudo, sermos humildes. Desejar coisas que estejam fora de nossa realidade e que não são factíveis é uma fonte de sofrimento.

  • Descuidar e não agradecer cada coisa maravilhosa que nos envolve é colocar óculos escuros que ocultarão nossa capacidade de sermos felizes.
  • Nossa família, um dia tranquilo e em harmonia, a saúde de nossos entes queridos, a alegria das crianças, a companhia de nosso bichinho de estimação…. Tudo isso são aspectos pelos quais deveríamos estar agradecidos.

Recomendamos a leitura: 8 estratégias para manter um cérebro ativo

5. Ser capaz de dar e receber felicidade

Em certos momentos, existem aqueles que chegam a cair em um tipo de “materialismo da felicidade” onde cada estratégia, cada ação e pensamento está orientado a propiciar a felicidade própria. Pouco a pouco, cai em um estilo de vida egoísta.

  • A felicidade é como uma energia que aumenta, se for compartilhada. Temos que ser capazes de dar felicidade e, por sua vez, saber aceitá-la e recebê-la dos demais.
  • Não há nada tão gratificante como tomar decisões nas quais todos ganham e ninguém perde; em que uma mudança beneficie a ambos, em que cada um de nós seja capaz de entender que a vida é mais bonita quando se busca o bem-estar comum.

Mulher feliz no campo

Para concluir, um dos maiores desejos é chegar a este ponto sutil e excepcional de equilíbrio em nossas vidas, onde podemos dizer um “estou bem, já não desejo nada mais”.

Esta sensação é uma mistura de paz interior, maturidade pessoal, bem-estar e, logicamente, felicidade.

Não tenha dúvida em sempre tomar boas decisões, aquelas que seu coração lhe diz.