5 dicas para usar a prancha sem danificar seu cabelo

5 dicas para usar a prancha sem danificar seu cabelo

Ainda que as pranchas alisadoras sejam cada vez mais seguras e queimem cada vez menos os cabelos, não devemos nos exceder em seu uso e devemos deixar que o cabelo descanse de vez em quando.
Dicas para usar a prancha nos cabelos

O uso frequente da prancha para alisar o cabelo costuma trazer consequências para a saúde do mesmo. Visto que é uma “ferramenta” quase imprescindível em nossos rituais de beleza, é importante saber como utilizá-la.

É preciso ter claro que o uso de todo tipo de instrumentos de calor no cabelo tende a danificá-lo. Por isso, as indicações que vamos dar agora servem tanto para secadores quanto para pranchas de cabelo.

Te convidamos a anotar estes 5 truques para ter um cabelo espetacular, mas também forte e saudável.

1. Escolha a melhor prancha para você

Existem tantas pranchas para cabelo no mercado que, na hora de escolher uma, o que quase sempre fazemos é optar por aquela que mais se ajuste ao nosso bolso. Porém, antes de investir muito ou de procurar a mais econômica, é preciso considerar alguns detalhes básicos:

Prancha-de-cabelo

  • Se você tem um cabelo curto, pode escolher uma prancha menor. Dessa forma será mais fácil manejá-la.
  • Escolha uma prancha que tenha revestimento de cerâmica, turmalina ou titânio. Esse é o melhor ponto de partida para cuidar de nosso cabelo. A partir daí você já pode escolher a melhor qualidade ou uma qualidade média.
  • As melhores, e com preços mais acessíveis, são as de cerâmica. O cabelo desliza melhor e o calor é transmitido de forma ótima sem chegar a queimar o couro cabeludo e adjacências.
  • A temperatura deve de 75º C à 240º C, porém, a temperatura média é de 190º C.
  • Se você também costuma fazer cachos, pode escolher modelos que te atendam melhor para esta opção.

2. Alisamento sempre a seco

Nunca use a prancha com o cabelo molhado, ou poderá queimá-lo. Algo muito frequente que costumamos fazer é secar o cabelo com o secador e, depois, usar a prancha.

  • Considere que essas são duas ferramentas de calor muito intensas que, a longo prazo, vão danificar seu cabelo.
  • O mais adequado seria deixar que o cabelo seque sozinho para depois fazer uso da prancha.

Lembre-se da importância de usar sempre a prancha com o cabelo seco: esse é o modo mais seguro.

alisamento-secador-prancha

3. Tratamentos prévios: uma boa proteção capilar

Uma das melhores formas de cuidar do nosso cabelo se fazemos uso regular da prancha é usando uma boa proteção capilar.

  • Existe uma ampla variedade de produtos que nos permitem proteger o cabelo do calor. Basta escolher o que se ajusta às suas necessidades: facilitar o penteado ou o alisamento, proteger do sol…
  • Os protetores capilares são aplicados no cabelo ainda molhado. Use um pente de cerdas amplas e espalhe bem para que, pouco a pouco, vá secando.
  • Você pode usar o protetor capilar diariamente e é recomendável que, uma vez por semana, aplique também uma máscara.
  • Lembre-se também de fazer uso dos cremes hidratantes para o cabelo. Se você usa este instrumento de beleza com frequência estes cremes serão seus melhores aliados.

4. Desembarace seu cabelo e divida-o

prancha-alisamento

É muito comum levantarmos pela manhã e usarmos a prancha como quem usa o pente. É rápida e nos deixa com o penteado do jeito que queremos.

No entanto, isso não é adequado. Se você deseja manter um cabelo cuidado, bonito e saudável, é preciso dedicar um pouco mais de tempo.

  • Escove bem seu cabelo, porque devem haver nós ou pequenos fios embaraçados que podemos queimar e o resultado final será muito ruim.
  • Divida seu cabelo em mechas que não sejam muito grossas para facilitar o alisamento e o cuidado.

Lembre-se de não manter a prancha por muito tempo na mesma mecha de cabelo. Se não gostar do resultado, retire-a e volte a passar quando o cabelo esfriar, mas não mantenha a máquina na mesma mecha ou a queimará.

5. Não pranche o cabelo todos os dias

É bem provável que você já tenha se acostumado com o seu cabelo liso, porém, se essa não é sua forma natural você pode estar castigando diariamente um cabelo cacheado ou ondulado com a prancha, e as consequências serão notadas a longo prazo.

  • Deixe que seu cabelo descanse pelo menos durante um ou dois dias. Desse modo, permitiremos que volte a ter força e que não se enfraqueça muito.
  • É importante não nos esquecermos dos tratamentos capilares usando cremes protetores ou hidratantes em caso de uso intenso de pranchas.
  • Precisamos considerar que não é adequado que as crianças pequenas comecem de forma precoce a usar as pranchas de cabelo.

Com uma boa máquina, um tratamento adequado e mantendo bem a prancha (é importante limpar bem as placas, regularmente), conseguiremos cuidar de nosso cabelo e exibi-lo sempre de forma maravilhosa!