Problema cardíaco: 5 sintomas inesperados que você deve conhecer

5 sintomas inesperados de um problema cardíaco que você deve conhecer

Se apresentamos apenas um destes sintomas não há motivo para alarme. Porém, se ocorrem vários deles, é conveniente consultar um especialista para descartar um problema cardíaco.
Sintomas de um problema cardíaco

Um problema cardíaco nem sempre ocorre com sintomas muito evidentes. Além disso, o caso das mulheres é ainda mais complexo: os sintomas são confundidos com fatores como o cansaço ou o estresse.

Não queremos dizer com isso que devemos estar atentos a cada instante de maneira obsessiva, até o ponto de consultarmos sempre um médico.

Trata-se apenas de saber o que é normal e o que não é: sentir-se cansada todos os dias e sofrer pequenos episódios de falta de ar não é algo positivo, e isso está claro. Por isso que a melhor “arma” é a informação e, claro, a prevenção.

Hoje, em nosso espaço, queremos convidá-lo a descobrir quais são os sintomas mais inesperados associados a um problema cardíaco. 

Sintomas incomuns de um problema cardíaco

Há pouco tempo foi publicado um artigo no jornal The Daily Mail onde falava-se sobre um trabalho interessante desenvolvido por um famoso cardiologista da Universidade do Texas, nos Estados Unidos.

John Erwin explicava que, atualmente, as doenças cardíacas são a principal causa de morte no mundo, e o mais importante de tudo isso é que muitas dessas perdas poderiam ser prevenidas se nos cuidássemos um pouco mais e soubéssemos mais sobre os sintomas.

Sintomas de um problema cardíaco

Também temos que deixar claro dois aspectos: não é possível evitar 100% dos óbitos causados por um problema cardíaco. Há pessoas muito jovens e em bom estado físico que morrem por morte súbita, por infartos.

Outro detalhe que devemos considerar é que nem todos os sintomas dos quais falaremos aqui se relacionam DIRETAMENTE com uma doença do coração.

São apenas indicadores que devem nos incentivar a marcar uma consulta para que o médico dê seu diagnóstico.

Tendo isso claro, convidamos você a saber mais sobre esses sintomas “mais singulares” que, segundo cardiologistas, deveríamos conhecer.

Descubra os benefícios de caminhar meia hora todos os dias

Os roncos

Os roncos frequentemente estão relacionados à apneia do sono. Trata-se de um transtorno muito comum que afeta, sem dúvidas, a milhões de pessoas. Isso quer dizer que todas essas pessoas sofrem de problemas cardíacos? Certamente não! Mas esse é um sintoma muito importante.

  • A apneia do sono supõe “deixar de respirar” por alguns segundos.
  • Apresentar este problema por um período prolongado nos fará experimentar mudanças fisiológicas que aumentam o risco tanto de sofrermos de um ataque cardíaco quanto de um acidente vascular cerebral.
  • Especialistas indicam também que os roncos podem ser um sinal de alguma irregularidade no ritmo cardíaco, conhecida como fibrilação auricular.
  • Se você costuma roncar durante a noite, não deixe de procurar um médico para fazer os exames adequados e descartar qualquer problema grave.

Problemas nas gengivas

As gengivas podem nos revelar algum problema cardíaco? Indicamos, mais uma vez, que estamos diante de um possível sintoma, mas que não necessariamente é determinante.

A dor e o sangramento nas gengivas podem ser sintomas de um excesso de atividade das vias inflamatórias, o que se relaciona com uma doença cardíaca aterosclerótica.

Dor no pescoço e dor nos ombros

Todos nós em algum momento sentimos dores no pescoço e nos ombros, mas é recomendável fazer um check up médico caso essas dores sejam persistentes.

  • Um ataque cardíaco pode dar pistas meses antes de acontecer através da tensão no pescoço, nas costas ou de uma dor nos ombros.
  • Se, além disso, a pessoa sente falta de ar e se cansa muito ao subir escadas, deve procurar um médico.

A prevenção pode salvar vidas.

Descubra também as melhores vitaminas para dar energia

tensao-pescoço-sintoma-problema-cardíaco

Pés e pernas inchados

Sofrer retenção de líquidos é normal, e chegar em casa com os pés terrivelmente inchados também. Tudo isso pode acontecer devido a uma má alimentação ou ao sedentarismo.

Porém, caso tenha outros sintomas como cansaço crônico, taquicardias ou falta de ar, lembre-se: nunca deixe para amanhã algo tão vital como sua saúde e sua vida.

Marque uma consulta com seu médico e descubra o motivo desse inchaço nos pés e nas pernas.

Dor no estômago

A dor no estômago é outro sintomas que precisamos considerar. A dispepsia é algo muito comum, já sabemos, mas se você sente pontadas, ardor e um incômodo constante na parte superior do abdômen, esse pode ser um sintoma de um possível infarto.

Segundo nos explica o próprio doutor Erwin, todos os dias chegam muitas pessoas no centro de urgências acreditando ter uma indigestão. Porém, quando aparecem outros sintomas como um soluço que não para e muito suor, pode ser um aviso de infarto.

tratar-problema-cardíaco

Nos melhores casos é possível prevenir um desfecho pior, mas todos os dias milhares de pessoas morrem sem nem sequer saber que sofriam de um problema cardíaco.

Para concluir, sabemos que as características que descrevemos aqui são muito comuns, por isso o segredo está em “saber escutar o nosso corpo”.

Saiba mais sobre como cuidar do seu coração se você é mulher

Devemos saber reconhecer o que é normal e o que não é, consultar sempre nosso médico e lembrar, sem dúvidas, da necessidade de estarmos um pouco mais atentos. Vale a pena!