5 substitutos para o açúcar que você vai gostar de conhecer - Melhor com Saúde

5 substitutos para o açúcar que você vai gostar de conhecer

Ao adoçarmos nossos pratos há alternativas muito mais saudáveis do que o açúcar e também nos fornecem mais benefícios, desde que escolhamos as versões orgânicas não refinadas
5 substitutos para o açúcar que você vai gostar de conhecer

O consumo excessivo de açúcar refinado é um dos fatores relacionados com o desenvolvimento de problemas metabólicos e cardíacos.

Embora a indústria tenha tentado ocultar esses efeitos durante várias décadas, os estudos atuais mostram o quão perigoso pode ser para o organismo.

Ainda que delicioso e indispensável na dieta de milhões de pessoas, a sua presença no organismo pode causar graves desequilíbrios em grandes sistemas.

O mais preocupante é que é altamente viciante e está presente em uma ampla variedade de produtos consumidos diariamente.

No entanto, mais e mais pessoas estão preocupadas com os efeitos negativos que o seu consumo acarreta e, por isso, estão tomando medidas para reduzi-lo ao máximo da sua dieta.

A boa notícia é que existem certos substitutos naturais para este produto que, em troca de menos calorias, serve como um adoçante para muitas receitas.

Você gostaria de conhecer?

1. O açúcar de cocoAçúcar de coco

O açúcar de coco é um produto natural que tem sido usado como um adoçante na cozinha tradicional asiática.

Apesar disso, apenas a alguns anos atrás, tornou-se conhecido nos países ocidentais como uma escolha saudável de açúcares refinados.

Seu índice glicêmico é de apenas 35 e, além disso traz uma quantidade significativa de minerais essenciais que beneficiam à saúde.

Na verdade, os níveis de vitamina C são bastante elevados e ajudam a obter a dose diária recomendada para o corpo.

Além disso, é um dos adoçantes mais sustentáveis no mundo porque provém de uma árvore benéfica para o meio ambiente.

Os coqueiros requerem muito pouca água e produzem mais açúcar por hectare que a própria cana-de-açúcar.

Quer saber mais? Leia:  4 bebidas para depurar açúcares e outros alimentos refinados de seu corpo

2. Xarope da raiz de yacon

O xarope da raiz de yacon é um adoçante natural que se destaca pelo seu baixo índice glicêmico e pela riqueza em minerais e nutrientes essenciais.

Sua ingestão não interfere nos níveis de açúcar no sangue e não afeta o metabolismo, pois fornece pouquíssimas calorias.

Ao contrário do que acontece com o açúcar tradicional serve para promover a perda de peso e normalizar o movimento do intestino.

Tem um sabor doce e uma consistência menos espessa do que o mel e, entre outras coisas, distingue-se como um prebiótico muito eficaz.

3. Mel de abelhaMel como alternativa ao açúcar

O mel de abelha orgânico é um dos substitutos do açúcar mais conhecido e utilizado no mundo todo.

Distingue-se pelo seu elevado valor energético, além de seus nutrientes essenciais e compostos antibióticos.

Embora o seu teor calórico seja ligeiramente elevado é uma das melhores opções para adoçar receitas, uma vez que não afeta as funções metabólicas.

Inclusive tem centenas de aplicações medicinais podem ser exploradas na prevenção e tratamento de muitas doenças.

Sim, isso é essencial para verificar a sua qualidade e autenticidade, pois algumas empresas o distribui em apresentações refinadas ou combinadas com o açúcar tradicional.

4. Estévia

A estévia não é o adoçante alternativo mais popular no mercado, mas é um dos mais doces e saudáveis.

Sua capacidade de adoçar excede em muito à do açúcar convencional, pois não fornece muitas calorias nem aumenta os níveis de açúcar no sangue.

No seu estado natural, pode ser tão doce que muitos a misturam com o pó de celulose e outros agentes que facilitam o seu consumo.

Visite este artigo:  Cerveja de gengibre para reduzir o colesterol e os níveis de açúcar no sangue

5. Xarope de AgaveXarope de Agave como alternativa ao açúcar

Este produto natural é nativo da América Central e hoje é uma das escolhas mais populares para substituir o açúcar refinado.

Isto porque o seu índice glicêmico é apenas 30. Assim, é menos da metade do adoçante tradicional.

Isto significa que o corpo o assimila de forma mais lenta e, por isso não gera desequilíbrios ou picos elevados de açúcar no sangue.

Em vez disso, acaba sendo uma importante fonte de energia para alcançar um bom desempenho físico e mental.

No mercado pode ser encontrado em duas variedades, mas é melhor escolher o escuro porque é menos refinado do que a versão light.

A sua doçura é 25% maior que a do açúcar e é utilizado da mesma maneira que o mel de abelhas.

Em conclusão, embora sejam pouco conhecidos estes substitutos do açúcar são a melhor escolha para adoçar pratos sem comprometer a saúde.

Claro, devemos ter em mente que todos têm versões de baixa qualidade, misturados com açúcar, xarope de milho e outros produtos químicos que afetam suas propriedades.

Portanto, escolha sempre as apresentações 100% orgânicas mesmo que custem um pouco mais.