5 tipos de orgasmos e como alcançá-los

5 tipos de orgasmos e como alcançá-los

Já é de nosso conhecimento que a sexualidade feminina é um pouco mais complexa do que a dos homens, talvez muito mais do que alguns pensam.
Tipos de orgasmos

Uma mulher geralmente precisa de muita estimulação para se excitar e poder chegar ao ápice do prazer.

Por ser algo tão complexo, são muitos os casais que experimentaram brincadeiras sexuais ou pessoas que decidem explorar o seu corpo para se conhecerem melhor. Graças a isso, muitas mulheres observaram que sentem diferentes tipos de orgasmos ao estimular partes específicas de seu corpo. Aqui compartilhamos detalhes sobre 5 destas variedades.

  1. Clitóris: a chave do sucesso

Esta é a parte sexual mais conhecida das mulheres e é o orgasmo mais fácil de alcançar devido ao fato de ser um órgão de fácil acesso que pode ser acariciado sem muitas dificuldades.

As mulheres adoram ser estimuladas nesta região e os homens já sabem que este é o caminho quando querem enlouquecer sua parceira.

A masturbação aqui é a grande arma. Inclusive com um parceiro não muito experimente, certamente você como mulher sabe guiá-lo. O mais provável é que você já conheça esta região do seu corpo e possa guiar seu companheiro durante a relação.

  1. O orgasmo vaginal

Casal tentando chegar ao orgasmo

Assim como é um dos mais conhecidos, é também um dos orgasmos mais difíceis de alcançar. Pois, às vezes, a simples penetração não causa estímulo no famoso ponto G.

Para conseguir este orgasmo é preciso muito empenho e concentração. Apesar de sua complexidade recomendamos não deixá-lo de lado já que pode ser extremamente satisfatório.

Para alcançá-lo, uma boa comunicação é importante. Já que existem diferentes posições que podem conseguir estimular esta parte: de pé, de joelhos, sentados, por trás, de lado… até que encontrem a posição perfeita que provoque este prazer.

Em alguns casos as mulheres relatam que chegam a este tipo de orgasmo quando estão por cima e podem controlar o movimento, ou por baixo para que o parceiro possa alcançar o colo do útero.

  1. O orgasmo misto

Mulher tendo um orgasmo

Um dos orgasmos femininos mais intensos que ocorre quando conseguimos combinar o prazer vaginal com o do clitóris, também conhecido como um orgasmo total.

Aqui a mulher sente seu corpo totalmente estremecido e sensível às sensações.

São muitas as mulheres que não sabem que além do famoso ponto G o clitóris tem ramificações ao redor da vulva e dentro da vagina, por isso podemos estimular os dois ao mesmo tempo.

Isso pode ser conseguido quando estimulamos as duas áreas simultaneamente. E como não é algo tão fácil pode ser necessário fazer uma análise básica do corpo. Como mulher recomendamos que você nunca deixe de ajudar. Experimentem posições nas quais você esteja por cima e alterne diferentes tipos de movimentos até encontrar o perfeito.

  1. Os orgasmos tabu

Sim, é a parte que você está pensando: o ânus. Algumas mulheres ou casais nunca o experimentaram por medo, preconceito, receio ou religião. Outras tentam e podem sentir um certo desconforto e dores. Mas existem as mulheres que passam a praticá-lo com frequência e chegam a ter um clímax incrível.

Você leu bem: é possível ter orgasmos fantásticos quando você se familiariza com esta região do corpo. O ânus possui, como o clitóris, terminações nervosas muito sensíveis que levam ao prazer com um mínimo esforço.

O estímulo pode ser com os dedos, a boca e, obviamente, o pênis. Para facilitar a penetração nesta área você pode fazer uso de brinquedos eróticos para lubrificar a região primeiramente, facilitando a entrada e aumentando a probabilidade de alcançar o orgasmo.

Algo vital para buscar este tipo de orgasmo é a limpeza e a comunicação com seu parceiro. Você deve esperar um pouco de incômodo inicial, mas com um pouco de cuidado e tempo você poderá aproveitar muito.

Não tema medo de propor este orgasmo ao seu parceiro e nem de expressar todas as suas dúvidas a respeito.

  1. Exercícios na academia que podem levar ao clímax

Exercicios e orgasmo

Segundo um novo estudo, as mulheres não precisam de um homem, de vibradores, e nem sequer de um estímulo sexual direto para alcançar o orgasmo. O fenômeno do prazer sexual feminino pode ser induzido pelo exercício.

Talvez se você é do tipo de mulher que costuma ir diariamente à academia ou se costuma subir ladeiras com muita inclinação possa ter sentido uma espécie de “cócegas”. Então, você experimentou o prazer sexual causado pelos exercícios físicos.

Este tipo de orgasmo não provocará nem a metade das sensações que sentimos com os nomeados anteriormente. Há mulheres que desenvolveram esta forma de sentir prazer tornando-a cada vez mais intensa e prazerosa: abdominais, bicicleta, aeróbios ou correr. Não custa nada tentar.

Orgasmos, o grande desafio das mulheres

Chegar ao orgasmo pode não ser a coisa mais simples do mundo para as mulheres, principalmente se faltar conhecimento sobre o próprio corpo. Por isso parece impossível que existam todos estes tipos de orgasmo e que seja possível chegar a todos eles.

Mas é preciso saber que você pode chegar a ter não apenas um, e sim todos os tipos, e em um só encontro. Basta libertar-se um pouco e deixar os complexos de lado para descobrir a forma que mais a satisfaz.

O melhor de tudo é que você nem precisa de um marido. As mulheres solteiras podem aproveitar igualmente os orgasmos em comparação com aquelas comprometidas.