Erros que devemos evitar depois de praticar exercícios

6 erros que não devemos cometer depois de praticar exercícios

É muito importante não confundir as bebidas esportivas com as energéticas. Enquanto as esportivas nos ajudam a repor os minerais perdidos, as energéticas contêm estimulantes que podem causar problemas nervosos.
Erros na hora de praticar exercícios

A atividade física e os exercícios fazem parte da vida de todas as pessoas. A intensidade com a qual eles são praticados costuma variar, já que até o simples fato de passear com seu animal de estimação ou subir as escadas também contribui para um melhor rendimento físico.

O grande problema que existe com esta prática é que grande parte das pessoas desconhecem os hábitos que podem limitar os benefícios que os exercícios oferecem à saúde.

Certamente, ao realizá-los, já estamos fazendo muito pelo nosso corpo, mas também é importante ter cuidado com a rotina após o treino para garantir os bons resultados e acelerar o processo de recuperação muscular.

Quais são os erros mais comuns que as pessoas costumam cometer após praticar exercícios? Será que você também os realiza? Hoje, queremos compartilhar 6 erros para que você tente corrigi-los da próxima vez que fizer alguma atividade física intensa.

  1. Não consumir alimentos

Alimentacao

Muitas pessoas pensam que é mais saudável evitar os alimentos depois de ter praticado exercícios, já que não querem ganhar novamente as calorias queimadas.

No entanto, não se trata de deixar de comer, e sim de melhorar a qualidade e a quantidade de alimentos que são ingeridos.

Aconselha-se esperar um período máximo de 30 minutos para ingerir proteínas, carboidratos ou líquidos para acelerar a recuperação do corpo.

Deixar passar mais tempo aumenta o risco de acúmulo de gordura, atrofia muscular e estresse, todos causados por uma produção excessiva do hormônio cortisol.

Além disso, através do consumo dos alimentos adequados depois da atividade física, o corpo repõe o glicogênio dos músculos para recuperá-los mais rapidamente.

  1. Não beber água suficiente

Já destacamos a importância de beber água durante e após o treino algumas vezes. O inconveniente é que diversas pessoas não a consomem em quantidades suficientes ou a substituem por bebidas pouco saudáveis como refrigerantes.

Outro erro recorrente é pensar que só se deve ingerir líquidos quando suamos demais. Cuidado! O suor não está relacionado de forma direta com a quantidade de água ingerida.

Este processo é uma resposta natural do corpo para regular a sua temperatura.

O consumo de 6 a 8 copos de água por dia mantém o organismo hidratado e pronto para alcançar os objetivos físicos que definirmos.

  1. Ingerir bebidas energéticas

Bebidas-energeticas

Não devemos confundir bebidas energéticas com os isotônicos ingeridos por quem pratica esporte. Este erro é muito comum entre as pessoas menos experientes, e se não for corrigido pode levar a consequências graves para a saúde.

Os energéticos contêm compostos estimulantes como a cafeína, o ginseng e a taurina, entre outros, os quais podem causar nervosismo, ansiedade e, em casos mais graves, problemas cardíacos.

Os líquidos isotônicos são desenhados para repor minerais e eletrólitos depois de praticar exercícios intensos, mas não devem ser consumidos de forma regular, pois também contêm açúcares e aditivos pouco recomendáveis para a saúde.

Neste caso, a melhor alternativa são as batidas ou a água de coco, ambos 100% naturais e livres de compostos danosos para o corpo.

  1. Não dormir bem

Durante a noite, ocorrem processos importantes como a reparação dos tecidos cerebrais e físicos.

Apesar disso, muitas pessoas não dão ao sono a importância que ele merece e não descansam o suficiente, impedindo que os músculos se reparem de maneira adequada.

O organismo requer entre 7 e 8 horas diárias de sono sem interrupções para recuperar os nutrientes e a energia gasta durante a atividade física.

  1. Tomar banho imediatamente

Banho

Cuidado! O mais prudente é esperar uma ou duas horas depois de praticar exercícios para tomar uma ducha.

Ao finalizar a atividade física o corpo alcança uma temperatura que varia entre 38 e 39,5°C. Ao nos expormos bruscamente ao frio da água, podem ocorrer alterações na circulação e na pressão arterial.

  1. Ingerir alimentos de difícil digestão

Não se deve deixar de comer depois de praticar exercícios. No entanto, também não devemos escolher alimentos de difícil digestão, como por exemplo:

  • Carnes vermelhas
  • Pão branco
  • Chocolate
  • Pizza
  • Laticínios

Além de serem ricos em gorduras, estes alimentos dificultam os processos metabólicos do corpo, que seguem ativos após praticarmos atividade física.

Como se fosse pouco, a maioria deles ainda causa um aumento dos níveis de açúcar no sangue, o que prejudica de forma direta o objetivo de perder peso de maneira saudável.