6 exercícios surpreendentes para o cérebro

6 exercícios surpreendentes para o cérebro

Embora nós não a relacionemos, a monotonia é prejudicial à nossa capacidade de concentração. Um dos melhores exercícios para o cérebro é incluir a cada dia novas atividades à nossa rotina.
6 exercícios surpreendentes para o cérebro

Com o passar dos anos, com o estresse e as preocupações do dia a dia, o cérebro deixa de funcionar da forma como estávamos acostumados.

Se este for seu caso ou se está realizando exames, se sente ansiedade ou o passar do tempo está afetando você, sugerimos alguns exercícios para o seu cérebro.

Antes de passarmos a descrevê-los, é bom saber como sua cabeça funciona. Como você sabe, nós temos dois hemisférios cerebrais, o esquerdo e o direito, e cada um tem uma função diferente.

O esquerdo se ocupa da parte verbal e de análise lógica. Por sua vez, o hemisfério direito lida com o aspecto não-verbal e a criatividade. Neste sentido, as melhores atividades são as que conectam os dois lados.

1. Exercícios para o cérebro: academia para a mente

exercícios-para-o-cérebro

Esta academia para a mente aumenta a criatividade, a concentração, as habilidades psicomotoras e facilita a aprendizagem. O sociólogo Paul Dennison propõe uma série de exercícios para o cérebro em 26 simples movimentos corporais que conectam os dois hemisférios.

Recomenda-se o aquecimento com a respiração torácica, bem como bebendo um copo de água antes da ginástica do cérebro (Brain gym). Além disso, o ideal é praticá-la todos os dias, repetindo cada exercício dez vezes por 30 segundos.

2. Marcha cruzada

Progressivamente, levante o joelho direito e direcione o cotovelo até o mesmo para, em seguida, retornar à primeira posição e fazer o mesmo com os outros membros. Você pode se perguntar: o que isto tem a ver com a mente?

Esta rotina tão simples otimiza o equilíbrio da nossa atividade nervosa, que se manifesta em uma melhoria das habilidades psicomotoras e da concentração, especialmente necessária para trabalhar sua criatividade.

3. Lembrar-se de números de telefone

exercícios-para-o-cérebro-lembrar-telefones

Ao contrário do anterior, aqui você não precisa de outra atividade além da do cérebro. Analise sua agenda e selecione primeiro os seus números mais comuns e tente se lembrar deles.

Inclua isso em suas tarefas do dia a dia e você verá como seu cérebro começa a mostrar-se muito mais ágil quando precisa decorar algo.

A memória é uma parte de nossa atividade cerebral para desenvolver facetas importantes tais como a criatividade, uma vez que só podemos imaginar a partir do que já conhecemos. Neste artigo você encontrará truques para trabalhar a memória.

4. Ouvir música

Algo tão divertido como a música pode tornar-se seu principal parceiro para potencializar os estudos e combater o estresse. Esta área destaca a pesquisa do Dr. Tomatis, que mostrou que a música de Mozart ajudou em terapias contra a depressão.

Assim surgiu o “efeito Mozart”, sobre uma corrente de estudo psicológico e musical que afirma que o ritmo e as melodias do compositor melhoram a oxigenação do cérebro e, portanto, favorecem a concentração, transformando-as em um incrível exercício para o cérebro.

Veja também: Os melhores exercícios físicos para manter seu cérebro em forma!

5. Fugir da monotonia

exercícios-para-o-cérebro-fugir-monotonia

Fazer todos os dias a mesma coisa relaxa o cérebro e, por isso, diminui os níveis de atenção e prejudica a nossa capacidade de concentração.

Com isto em mente, um dos melhores exercícios para o cérebro é variar seu caminho para casa e também abrir-se a novos métodos de socialização.

Conhecer novas pessoas conecta os dois hemisférios, o que é particularmente interessante. Por um lado, a intuição e a curiosidade são despertadas e, ao mesmo tempo, nós praticamos a lógica, bem como nossas habilidades verbais.

6. Não armazenar tudo em um mesmo lugar

Em consonância com o que dissemos antes, nós reconheceremos que colocar tudo sempre no mesmo lugar facilita o surgimento de automatismos, e por isso teremos um baixo nível de atenção.

No entanto, alterar a posição de qualquer elemento da casa vai exigir pensar no novo local, memorizá-lo e recordá-lo, o que representará uma grande sessão de ginástica para a mente, sem a necessidade de mais elementos do que você e sua casa.

Estes incríveis exercícios para o cérebro são fáceis e rápidos de desenvolver. Você só precisa inseri-los em sua rotina.

Experimente!