6 hábitos que podem estar afetando a sua saúde renal

6 hábitos que podem estar afetando a sua saúde renal

Ainda que possa parecer uma prática inofensiva, segurar a vontade de urinar por muito tempo pode causar inflamação e problemas para a saúde renal.
6 hábitos que podem estar afetando a sua saúde renal

Os rins são órgãos que se encarregam de trabalhar o dia todo para filtrar os resíduos que viajam através da corrente sanguínea, por isso é tão importante manter fortalecida a saúde renal.

Estima-se que eles processem 190 litros de sangue durante o dia e, destes, eliminam dois litros de água e toxinas.

Também desempenham um papel muito importante na liberação de alguns hormônios e, por sua vez, são fundamentais para regular a pressão arterial.

Porém, assim como outros órgãos do corpo, suas funções podem ser comprometidas devido ao desenvolvimento de algumas doenças e à acumulação excessiva de rejeitos.

O problema é que muitos ignoram os cuidados para conservá-los saudáveis e, de fato, praticam alguns hábitos que afetam de forma direta a sua saúde.

O mais preocupante é que no dia a dia eles sofrem uma deterioração significativa que, ainda que a princípio não se perceba, acaba afetando a qualidade de vida.

Por isso, hoje queremos dedicar este espaço a estes 6 costumes que, de alguma maneira, afetam a saúde renal.

Descubra-os!

Recomendamos ler também: 10 sinais de doenças renais

1. O consumo insuficiente de água afeta a saúde renal

beber-agua

O consumo insuficiente de água é um dos fatores que influenciam a aparição de problemas renais e das vias urinárias.

Este líquido vital é essencial para um ótimo processo de desintoxicação e, junto com os rins, se encarrega de remover as toxinas presentes no sangue.

A desidratação pode conduzir à formação de cálculos renais e, por sua vez, aumenta o risco de infecções e problemas inflamatórios.

Sugestões

  • Beba entre 6 e 8 copos de água por dia.
  • Aumente o consumo de frutas e vegetais ricos em água.
  • Consuma bebidas saudáveis como os chás e águas saborizadas com frutas.

2. Consumo excessivo de sal

Ainda que para muitos seja um hábito inofensivo, a verdade é que a acumulação de sódio no organismo pode causar graves desequilíbrios na saúde renal e cardiovascular.

Consumir alimentos com alto teor de sal é uma causa direta de pressão arterial alta e retenção de líquidos.

Estas condições estão associadas a um mau funcionamento dos rins que, ao terem dificuldades pelo excesso de sódio, diminuem sua capacidade para remover o excesso de minerais através da urina.

Sugestões

  • Substitua o sal refinado de mesa pelo sal do Himalaia ou o sal marinho.
  • Evite consumir mais de 3 gramas de sal por dia (meia colher de sopa).
  • Procure alternativas para temperar seus pratos com outros condimentos saudáveis, como as especiarias.

3. Consumo excessivo de bebidas alcoólicas

bebidas-alcoolicas

Apesar dos principais efeitos das bebidas alcoólicas serem experimentados na saúde hepática, os rins também costumam ser afetados pelas toxinas que elas contêm.

Seu consumo habitual e desmedido pode causar insuficiência renal e danos graves nos tecidos.

Sugestões

  • Modere ou evite o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, incluindo o vinho tinto.

4. Consumo de carnes vermelhas

Ainda que as carnes vermelhas contenham alguns nutrientes que são bons para o organismo, seu consumo em grandes quantidades pode conduzir ao desenvolvimento de problemas metabólicos e renais.

O excesso de proteínas e gordura aumenta o trabalho dos órgãos excretores e, devido a isso, reduz sua capacidade de remover as toxinas.

Além disso, são alimentos com altos níveis de purinas que, ao serem assimilados no corpo, se transformam em ácido úrico.

Esta substância se acumula pouco a pouco nos tecidos e pode causar condições crônicas como os cálculos renais e a gota.

Sugestões

  • Consuma no máximo duas porções de carne por semana.
  • Substitua as carnes vermelhas por opções mais saudáveis como o frango, o peixe ou o peru.

5. Aguentar a vontade de urinar

vontade-de-urinar

Segurar a vontade de urinar é um hábito muito perigoso que, ainda que a princípio pareça não ter efeitos, produz inflamação e problemas renais.

Apesar de em algumas ocasiões não ser possível ir ao banheiro imediatamente, o ideal é fazê-lo o quanto antes para evitar consequências.

Reter a urina por muito tempo e de forma recorrente aumenta a pressão nos condutos urinários e afeta os rins e a  bexiga.

Sugestões

  • Vá ao banheiro assim que o seu corpo pedir.
  • Evite o consumo excessivo de líquidos quando não tiver um banheiro perto.

6. Abuso de analgésicos

Os medicamentos analgésicos aliviam muitas dores comuns mas, infelizmente, trazem consigo alguns efeitos colaterais quando são consumidos de forma exagerada.

Seus compostos químicos devem ser metabolizados no corpo e, muitas vezes, causam dificuldades a nível renal e hepático.

Sugestões

  • Diminua ao máximo o consumo de fármacos analgésicos.
  • Sempre que possível, substitua estes medicamentos por remédios naturais como as infusões.

Você se identifica com alguma destas práticas? Se sim, corrija-as o quanto antes para prevenir problemas em sua saúde renal.