6 hábitos que estão prejudicando seu pescoço

6 hábitos que estão prejudicando seu pescoço

Para que seu pescoço não sofra, é conveniente identificar estes hábitos e procurar, na medida do possível, evitá-los para não sofrer dores desnecessárias.
Hábitos que prejudicam o pescoço

A dor posterior no pescoço afeta certa de 67% da população. Você faz parte deste grupo de pessoas? Reconhece quais hábitos estão danificando o seu pescoço? O que faz para evitar que esse incômodo persista?

Esta dor costuma ser causada por atividades relacionadas a movimentos repetitivos ou posturas prolongadas da cervical. Isso pode causar uma sobrecarga, lesão do ligamento ou espasmos dos músculos do pescoço.

Na maioria das vezes temos hábitos que prejudicam nosso pescoço. Talvez muitos de nós nunca tenhamos pensado nisso, ou passamos por situações que já sabemos que são negativas para a saúde mas não as associamos ao pescoço.

Neste artigo falaremos sobre esses hábitos e situações. Descubra-os e mude o que for necessário para ter uma vida mais cômoda e agradável. Confira!

Sedentarismo

sedentarismo-dor-no-pescoço

A  falta de atividade física prejudica todo o corpo.

O sedentarismo é um dos hábitos que estão danificando seu pescoço porque interfere no metabolismo do disco intervertebral, que precisa de movimento para manter o equilíbrio vital das células.

Assim como a estrutura da coluna permite e facilita o movimento, a ausência dele a lesiona. O resultado será uma dor ao longo da coluna que será sentida particularmente como um incômodo no pescoço.

A forma de evitar isso é se movimentando mais. Fazer qualquer atividade física é válido:

  • Caminhar
  • Correr
  • Nadar
  • Dançar
  • Praticar ioga

Mas lembre-se de não exigir muito de você no começo. Se você não pratica exercícios agora e de uma hora para a outra quer uma rotina super intensa, pode acabar lesionando não apenas o pescoço como também os joelhos e a coluna.

Leia também: 6 técnicas para manter a postura da coluna

Ter má postura

A dor no pescoço atormenta muitas pessoas e o computador pode ser apenas parte do problema. Muitas vezes, as cadeiras de escritório não suportam a curvatura natural da coluna vertebral.

Devido ao insuficiente suporte lombar e à falta de apoio para os braços, quem trabalha em frente ao computador é forçado a se curvar e se inclinar sobre os assentos.

Esse é um dos hábitos que estão prejudicando seu pescoço, porque cria-se uma curvatura em forma de “C” na coluna vertebral. O resultado é uma pressão adicional na nuca e nos discos lombossacros.

O ideal seria ter um lugar de trabalho adaptado ergonomicamente para que sua postura fosse melhor e não afetasse sua saúde. Além disso, procure colocar um alarme para mudar de posição a cada 30 ou 40 minutos.

Isso permitirá que:

  • O sangue flua
  • A circulação melhore
  • A coluna vertebral tenha a possibilidade de descansar

A postura também é afetada por outras situações. Fatores como o uso de calçados inadequados e carregar bolsas e mochilas muito pesadas também contribuem para que adotemos más posturas.

Lembre-se de que não devemos transportar mais do que 10% de nosso peso. Ainda que às vezes seja difícil, devemos tomar precauções, especialmente com as crianças que em muitos casos carregam mochilas com muito peso.

Fumar

fumar-dor-no-pescoço

O terceiro dos hábitos que danificam o pescoço com certeza vai surpreender a muita gente. Diversos fatores, desde o câncer nos pulmões até a diabetes, estão ligados ao cigarro. Agora adicione também a essa lista as dores crônicas no pescoço.

Fumar causa desidratação dos discos das costas e da nuca e acelera seu processo degenerativo. Isso pode causar hérnias discais ou pressão, que podem alterar o funcionamento correto da coluna vertebral.

Este mau hábito também causa a obstrução dos vasos sanguíneos. Isso é preocupante porque, com o tempo, chega menos oxigênio à coluna e aos discos.

Você está obcecado pelo seu celular?

Escrever mensagens de texto não machuca apenas seus polegares. Sempre que você olha para baixo para usar o celular, coloca muita tensão sobre os músculos do pescoço.

Sua cabeça pesa cerca de 5 kg, portanto, faz-se muito esforço para movê-la de uma posição mais baixa para a posição adequada.

Diminuir o tempo em frente à tela e usar o celular na altura dos olhos são duas opções para solucionar o problema.

Consumo excessivo de álcool

Não é surpresa que dormir de forma estranha pode levar a dores no pescoço no dia seguinte. Isso pode acontecer de vez em quando, e a chance aumenta se você beber demais.

Aqui está o porquê: as pessoas alteram sua posição várias vezes durante a noite, porém as pessoas intoxicadas tendem a se movimentar menos enquanto dormem.

Isso significa que o corpo pode ficar preso em uma posição incômoda e tensa para seu pescoço durante algum tempo. Para evitar isso, beba a quantidade de álcool que não lhe faça perder o controle sobre si mesmo.

Se for possível, evite as bebidas alcoólicas.

Sua cama e travesseiro não são os adequados

cama-travesseiro-inadequados-dor-no-pescoço

Outro hábito que prejudica o pescoço é dormir com muitos travesseiros, ou com tipos muito baixos e suaves. Isso afeta o alinhamento da cabeça com as costas e, portanto, o pescoço.

Um colchão mole é outro erro, já que cria pontos de pressão na coluna. Um muito duro também não serve, porque a coluna tem curvaturas próprias que precisam se acomodar.

A escolha correta é um colchão firme e travesseiros com um design ergonômico para manter a cabeça alinhada com a coluna.

Evite os hábitos que estão prejudicando seu pescoço

Já identificou seus maus hábitos? Então é o momento de substituí-los por outros melhores. Sua saúde agradecerá!