6 remédios caseiros que não devemos provar

6 remédios caseiros que não devemos provar

Não tente usar a pasta de dentes para acabar com cravos ou imperfeições na pele. Ainda que o bicarbonato que ela contém pudesse ser eficaz, seus componentes químicos podem prejudicar a derme.

Atualmente temos acesso a uma grande quantidade de receitas e remédios caseiros que nos permitem tratar e prevenir muito problemas de saúde e beleza, para que não seja necessário pagar altas quantias de dinheiro por tratamentos custosos. É possível que melhoremos nossa qualidade de vida graças à medicina natural.

É certo que muitos dos remédios caseiros recomendados são muito efetivos e inclusive podem se tornar grande aliados, porém, especialistas também asseguram que nem todos eles funcionam e alguns, inclusive, podem ter mais efeitos negativos do que positivos.

Tendo em conta a opinião de especialistas e os efeitos negativos que alguns remédios caseiros podem ter na saúde, a seguir falaremos sobre seis remédios que é melhor não preparar em casa. Fique atenta!

1. Exfoliantes com conchas e frutos secos

Os exfoliantes naturais são uma das melhores alternativas para limpar profundamente a pele, hidrata-la e eliminar o excesso de células mortas que se acumula ao longo do tempo. Porém, é muito importante considerar os ingredientes envolvidos no preparo desses exfoliantes, já que alguns podem danificar a pele e criar micro lesões que podem deixar até cicatrizes.

Por exemplo, exfoliantes preparados com cascas de pistache, nozes e amêndoas amassadas, combinados com azeite de oliva, podem machucar a pele. O mesmo pode ocorrer com exfoliações que utilizam conchas.

2. Lavagens caseiras

Prisão de vente

As lavagens caseiras consistem em injetar água na região anal para ajudar a evacuar as fezes. Inclusive, existem pessoas que preparam lavagem com café pela falsa crença de eu a cafeína ajudará a limpar o sistema excretor. Mas, isso não é verdadeiro, e de acordo com alguns especialistas qualquer tipo de lavagem caseira representa um grande risco de perfurar o reto, causando consequências que inclusive podem levar à morte.

Esse é um dos motivos pelos quais os médicos não recomendam realizar esse processo e muito menos em casa. O recomendado nesse caso é optar por um medicamento de venda livre para prisão de ventre e se isso não funcionar procurar ajuda médica.

3. Tratamento de acne com pasta de dente

O tratamento para a acne com pasta de dente é um dos truques mais antigos e utilizados no mundo, porque efetivamente tem dado resultados. O bicarbonato de sódio contido na pasta de dente consegue secar a espinha e, portanto, diminui a aparência ruim. Porém, especialistas confirmam que essa não é uma boa alternativa, já que se por um lado o bicarbonato de sódio combate a acne e espinhas por outro a pasta de dente contém compostos químicos que podem irritar a pele.

Dentre os compostos mais daninhos para a pele que podemos encontrar na pasta de dente estão o álcool, o peróxido de hidrogênio e o mentol.

4. Iogurte para aliviar infecções vaginais

Evite utilizar alimentos como iogurte em caso de infecções intestinais

O princípio que justifica esse remédio caseiro se baseia no fato de que os cultivos vivos contidos no iogurte também contém acidophilus, que pode ajudar a combater bactérias ruins. Mas, infelizmente, a efetividade desses cultivos vivos na atuação contra infecções vaginais não está comprovada e de acordo com o ginecologista Mary Jane Minkin, MD, professor clínico na escola de medicina de Yale, nunca devemos utilizar o iogurte com sabor e açúcar, que geralmente temos na geladeira, já que o açúcar ao redor da vagina pode causar inclusive mais infecções.

O que podemos fazer é consumir o iogurte de forma habitual e, principalmente, quando estejamos tomando antibióticos, isso ajudará a evitar a eliminação da flora vaginal. Mas, nunca devemos usa-lo de forma tópica.

5. Máscara de clara de ovo para firmar a cútis

Os rumores apontam que a clara de ovo ajuda a firmar a pele da cútis e em busca disso muitas mulheres fazem uso da receita. Mas, segundo especialistas não existe uma prova ou estudo que determine a veracidade disso, pois, ainda que muita gente pense ser efetivo porque a clara seca na pele e faz com que a sintamos mais firme, a verdade é que ao retira-la tudo volta a ser como antes, sem nenhum efeito.

Além disso, existe o risco de que haja salmonela, que ao chegar na boca pode causar graves problemas.

6. Manteiga para tratar queimaduras na pele é um dos remédios q

Evite utilizar alimentos como a Manteiga em queimaduras esperando o resultado de remédios especializados

Diz-se que a manteiga pode ajudar a aliviar e curar uma queimadura na pele seja causada por fogo ou por sol. Mas essa crença é errônea, pois a manteiga preparará o ambiente perfeito para a proliferação de bactérias e mais tarde poderá surgir uma infecção. Especialistas recomendam apenas aplicar água fria e um creme antibiótico.