Pâncreas: 6 sintomas que podem indicar um problema

6 sintomas de um problema no pâncreas

80% dos casos de pancreatite se devem a cálculos biliares e a maus hábitos, como a ingestão elevada de gorduras e o consumo excessivo de álcool.

O pâncreas é um órgão indispensável em nosso organismo. Conhecer os sintomas de seu mau funcionamento, pode nos ajudar em muitas ocasiões, inclusive para nos prevenirmos com relação a problemas graves.

Este órgão situa-se atrás do estômago e é o responsável por produzir enzimas como, por exemplo, a insulina e o glucagon. São imprescindíveis para realizar a digestão, chegam ao intestino delgado e então, favorecem a sintetização dos alimentos.

A alteração neste órgão provoca efeitos muito graves, estas mesmas enzimas em algumas ocasiões atacam o próprio órgão e podem prejudicá-lo.

A pancreatite altera muitas de nossas funções digestivas e, às vezes, está associada aos maus hábitos alimentares. A seguir, te convidamos a saber mais a respeito.

Como saber se tenho algum problema no pâncreas?

dolor-de-barriga

1. Dor

A dor aparece na parte superior do abdômen e atrás do estômago, mais especificamente do lado esquerdo, debaixo da costela, e a sensação é de ardor.

  • A dor pode ser mais evidente depois de comermos ou bebermos algo, e costuma ser mais intensa se comemos alimentos com alto teor de gordura;
  • O incômodo que pode começar um dia depois de comer algo, pode estender-se ao longo dos dias e se tornar mais intenso;
  • A dor é mais intensa quando deitamos de barriga para cima. O pâncreas é comprimido e a dor torna-se mais aguda;
  • A dor é irradiada para trás das costas ou por baixo da omoplata esquerda.

2. Febre

As enzimas que atacam o pâncreas causam uma inflamação e, consequentemente, é habitual que ocorram episódios de febre.

Quando sentir dor ou mal-estar, não se esqueça de medir sua temperatura, e se notar alguns graus a mais de febre, procure imediatamente um médico, pois esse descartará as dúvidas sobre seu problema, já que em algumas ocasiões estes sintomas podem estar associados a outros problemas.

3. Náuseas

Podem vir acompanhadas de vômito ou não. Nosso sistema digestivo está alterado, os alimentos não são bem digeridos, o pâncreas está inflamado e por isso é habitual sentir mal-estar, enjoos etc.

4. Dor de cabeça

É habitual nos sentirmos cansados, irritados, com dificuldade de concentração e sofrermos com dores de cabeça repentinas. Tudo isso deve-se ao fato de que nosso sistema imunológico está sendo atacado e os efeitos desta debilidade são sentidos de imediato.

5. Perda de peso

Quando sintetizamos mal os alimentos, não obtemos os nutrientes adequados para nosso pâncreas, ou ele está obstruído por cálculos biliares ou está sendo destruído por suas próprias enzimas. É normal que as pessoas que têm uma doença associada a este órgão, comecem a perder peso, mesmo comendo como sempre comem, ou seja, não alterando a alimentação.

6. Taquicardias

Em situações nas quais temos o ritmo cardíaco acelerado, geralmente nos cansamos com mais facilidade e tendemos a respirar mais rápido. Isto ocorre porque nosso organismo está ficando fraco, o sistema imunológico já não tem as energias adequadas e obriga o coração a respirar mais de pressa, assim nos sentimos sufocados e nosso pulso não apresenta mudanças. É preciso observar estes sintomas.

Quais são as causas das doenças do pâncreas?

Medicamentos que fazem mal ao pâncreas

As estatísticas informam que 80% dos casos de pancreatite ocorrem principalmente devido aos cálculos biliares e aos maus hábitos de saúde.

Os cálculos biliares, por exemplo, bloqueiam os condutores e impedem que o pâncreas cumpra com sua função.

No que diz respeito à alimentação, a ingestão exagerada de gorduras e álcool acaba por danificar este órgão de modo irreversível, por isso devemos tomar cuidado com este ponto em especial. Outras causas podem afetar o órgão como, por exemplo, a insuficiência renal, o lúpus, a fibrose cística e o consumo de alguns medicamentos.

Como cuidar de seu pâncreas?

Vegetais como o brócolis são essenciais para saúde do pâncreas.

  • Limite o consumo de açúcar e farinhas refinadas;
  • Se você fuma, deixe o vício. É essencial para prevenir, por exemplo, o câncer de pâncreas;
  • Evite o álcool. Segundo os nutricionistas, consumir uma taça de vinho por dia pode ser saudável, mas, se saímos dessa dose de forma constante e cometemos excessos, o efeito sobre o pâncreas é imediato. Então, evite o hábito, para o bem de sua saúde.
  • Consuma alimentos ricos em fibras, especialmente cereais integrais;
  • Evite o consumo de carne vermelha;
  • Consuma especialmente vegetais crucíferos: brócolis, couve-flor, repolho e couve de Bruxelas. São ideais para cuidar de nosso pâncreas e evitar um câncer;
  • Evite engordar;
  • As proteínas são indispensáveis para tratar e prevenir as doenças relacionadas ao pâncreas tente consumir sempre legumes e peixes. Caso você consuma carne vermelha, tente substitui-la pela de peru, por exemplo, ela é mais saudável e possui menos teor de gordura.