Os 7 alimentos que afetam negativamente a sua saúde intestinal

Os 7 alimentos que afetam a sua saúde intestinal

Você sabia que os alimentos ricos em gordura aumentam os níveis de acidez do estômago e podem irritar o intestino, além de provocar refluxo? A longo prazo, além disso, podem causar transtornos metabólicos.
Os 7 alimentos que afetam negativamente a sua saúde intestinal

A saúde intestinal é de extrema importância para o bem-estar geral do organismo.

Através das funções dos intestinos ocorre o processo de absorção de nutrientes e, por sua vez, se completa a eliminação dos rejeitos de que o corpo não precisa.

Neles habitam milhões de bactérias que, ao contrário do que alguns pensam, são necessárias para um bom processo digestivo, visto que se encarregam de decompor algumas substâncias que o corpo não pode digerir por si só.

Além disso, ajudam a produzir algumas vitaminas essenciais e, se isso fosse pouco, oferecem energia ao organismo e fortalecem o sistema imunológico.

O problema é que, algumas vezes, os maus hábitos alimentares lhe causam alterações que, além de impedir seu bom funcionamento, geram sintomas e problemas que afetam a qualidade de vida.

O mais preocupante é que muitos não sabem quais são os alimentos prejudiciais e por que seu consumo causa estes efeitos negativos.

Por isso, a seguir vamos revelar os 7 principais e as razões para reduzi-los ao máximo na dieta.

Descubra-os!

Alimentos que podem prejudicar sua saúde intestinal

1. Cereais ricos em glúten

gluten

Enquanto a fibra de alguns cereais integrais pode melhorar  a função dos intestinos, o glúten dos refinados pode causar problemas incômodos.

Esta proteína não pode ser digerida ou metabolizada de forma correta, o que conduz a alergias e reações adversas na saúde intestinal.

Seu consumo excessivo aumenta os níveis de inflamação que, se não controlada, pode causar doenças autoimunes como:

  • Diabetes
  • Artrite
  • Alzheimer
  • Lúpus
  • Fibromialgia
  • Esclerose múltipla
  • Doença de Crohn

Quer saber mais? Leia: 5 surpreendentes causas da inflamação

2. Carnes vermelhas

O consumo regular de carnes vermelhas não só aumenta o risco de gota, como também pode afetar os tecidos do corpo, aumentando seus níveis de inflamação.

Este tipo de alimento é mais difícil de digerir em comparação com as carnes magras e, visto que deixam a digestão lenta, estão relacionados com sintomas digestivos tais como:

  • Inflamação abdominal
  • Gases

Vale destacar que também alteram o pH do intestino, o que diminui a presença de bactérias saudáveis e aumenta a suscetibilidade a infecções.

3. Gorduras e frituras

gorduras-e-frituras

As frituras e os alimentos ricos em gordura são muito viciantes e, a longo prazo, podem causar transtornos metabólicos e sobrepeso.

Além disso, de forma imediata, irritam o intestino e aumentam os níveis de acidez no estômago, e podem causar incômodos como o refluxo ácido.

  • Os pacientes com síndrome do cólon irritável, gastrite e outros transtornos do sistema digestivo devem evitar seu consumo.

4. Laticínios

Apesar dos laticínios conterem nutrientes que oferecem muitos benefícios ao corpo, seu consumo deve ser evitado por aqueles que apresentam intolerância à lactose.

Ainda que sejam deliciosos e acompanhem muitos dos pratos que costumamos consumir, está comprovado que são os responsáveis por muitas dificuldades no intestino.

  • A gordura, a lactose e suas proteínas afetam de forma direta a saúde intestinal. Assim, alteram seu microbioma e dificultam o processo de eliminação dos rejeitos.
  • Também estão relacionados com as reações inflamatórias e problemas comuns, como a prisão de ventre e a diarreia.

5. Pimentas picantes

pimenta

As pimentas picantes oferecem um toque especial aos pratos e, se isso parece pouco, é preciso saber que elas contêm poderosos antioxidantes que protegem o organismo frente ao dano oxidativo.

O problema é que seu consumo, especialmente para pacientes com problemas digestivos, causa uma forte irritação no revestimento do estômago e dos intestinos.

Como consequência, aumentam os episódios de acidez, refluxo ácido e gastrite.

6. O café e as bebidas com gás

O café, os refrigerantes e as bebidas com gás estão relacionados ao aumento do refluxo ácido e à inflamação intestinal.

Estas bebidas relaxam o esfíncter esofágico, o que facilita o retorno dos sucos ácidos para a parte superior do corpo.

Por outro lado, seu alto teor de açúcares e substâncias adicionadas geram alterações na saúde do intestino, chegando a produzir diarreias e fortes dores abdominais.

Visite também o artigo: Dor abdominal do lado esquerdo: o que pode ser?

7. Alimentos enlatados ou processados

enlatados

O mercado está cheio de uma ampla variedade de alimentos enlatados ou preparados através de processos industriais que afetam sua qualidade nutricional.

Muitos consideram que são uma opção de alimentação rápida, já que costumam ser deliciosos e não são difíceis de cozinhar.

O que a indústria não adverte é que são pobres em nutrientes essenciais e, em seu lugar, estão cheios de substâncias químicas adicionadas que afetam tanto a saúde intestinal quanto as funções de outros sistemas do corpo.

Seu consumo foi relacionado com o risco de doenças metabólicas, a síndrome do cólon irritável e vários tipos de câncer.

Você consome os alimentos mencionados? Se este é o caso, procure reduzi-los ao máximo em sua alimentação para evitar reações negativas no intestino.

Em seu lugar, aumente o consumo de alimentos orgânicos, especialmente de frutas, vegetais e grãos integrais.