7 curiosidades sobre os sonhos

7 curiosidades sobre os sonhos

Os odores podem influenciar a qualidade dos nossos sonhos. Além disso, em épocas em que estamos mais inquietos e estressados, os pesadelos costumam ser mais frequentes.

O mundo dos sonhos sempre causou um grande interesse, tanto por parte dos cientistas como por parte das pessoas comuns. Algumas pessoas supõe que é uma parte do inconsciente no qual o cérebro reorganiza as ideias, lembranças e em que mostra uma grande atividade. Assim, os sonhos contêm uma série de curiosidades que você vai adorar conhecer.

1. Por que não nos lembramos de todos os nossos sonhos?

Lembrar_ do_sonho

Com certeza muitas vezes você levantou de manha com a sensação de ter sonhado alguma coisa agradável ou desagradável, mas é incapaz de lembrar com detalhe do que se tratava. Isso é normal. Os sonhos ocorrem um atrás do outro sem que o cérebro tenha a oportunidade de consolidar a memória, somente a emoção. Por isso que só tenhamos essa sensação de angustia ou de prazer. Entretanto, é curioso saber que aquelas pessoas que acordam muitas vezes durante a noite são as que mais se lembram dos seus sonhos. Por quê? Muito simples, quando termina um sonho e acordamos, o cérebro consolida melhor a memória. Mas se continuamos dormindo, o memória não se fixa.

2. Nós reagimos em nossos sonhos como se estivéssemos acordados

Sonho

Isso mesmo, por assim dizer, é como se a nossa personalidade seguisse sendo a mesma com toda a sua intensidade emocional enquanto sonhamos. Quer dizer, se durante esses sonhos você fica bravo com alguém, sentirá a raiva com toda a intensidade, se sente feliz ao reencontrar com alguém, essa emoção será sincera, o mesmo se sente medo nos pesadelos. As emoções são reais em um mundo imaginário.

3. Os cheiros influenciam nos sonhos

Cheiros

Se você está em um quarto que cheira mal, a úmido, a lixo ou a qualquer cheiro de origem desagradável, o nosso cérebro o associa imediatamente a algo desagradável e deixará emergir um sonho incômodo ou ameaçador. Ao contrário, se prepara o seu quarto com cheiro agradável como um perfume de lavanda ou rosas, o sonho será muito mais profundo, plácido e relaxante.

4. Os pesadelos sempre têm uma origem

Origem dos pesadelos

Sonhar que nos perseguem, que caímos, que tentam nos fazer mal ou que sofremos um acidente, são resultados direto de nossas preocupações, do nosso estresse e ansiedade. Naqueles períodos que estamos mais inquietas e sofremos mais de estresse, os pesadelos serão mais frequentes. Se você sonha que encontra a alguma pessoa falecida, é porque de algum modo, você está inquieta ou preocupada com alguma coisa e desejaria que essa pessoa, que já não está mais e que você sente saudades, te aconselhe. Quando você tiver um pesadelo tente averiguar qual pode ser a sua origem.

5. Todos os seres vivos sonham

Animais_sonham

Cachorros, gatos, ratos, pessoas e golfinhos. Todos os seres vivos sonham. Mas isso sim, no caso dos golfinhos é muito engraçado, pois dorme somente uma metade do seu cérebro, a outra permanece ativa. E qual é o motivo? Os cetáceos precisam continuar nadando no mar e se manter boiando, se todo o seu cérebro ficasse inconsciente acabariam afundando, e deixar de respirar morreriam. É por isso que uma parte do seu cérebro nunca descansa.

6. E se em um de nossos sonhos sonhamos que falecemos? Sonho_morte

São muitas as pessoas que pensam que se morrem em um sonho, é uma mau presságio. E que, sem dúvida algo ruim nos espera em um futuro próximo. Isso é um erro que não tem fundamento.

Autores como Rubin Neiman indicam que quando isso acontece, pensamos o porquê disso e investigamos no próprio sonho. O cérebro sempre guarda mensagem através das imagens de um sonho, e a ideia de ver a nossa própria morte pode significar algo determinado. A necessidade de terminar uma etapa, ou de acabar alguma coisa, um trabalho, uma relação? Somente nós mesmos podemos saber a que se deve.

7.  O cérebro funciona à noite como os intestinos

cérebro

Sem dúvida, uma imagem curiosa. Como você já sabe os intestinos se encarregam de digerir, tomar nutrientes e canalizar alimentos. O cérebro, por sua vez, faz quase a mesma coisa pelas noites. Digere as experiências, os aprendizados, separa aquilo que é importante e elimina aquilo que não é significativo. Integra nossa memória, reorganiza, conduz e filtra a informação. Algo muito interessante que devemos levar em conta.

Portanto lembre-se, dormir é uma necessidade biológica que você não deve descuidar. Cuide dos seus hábitos de sonho com simples estratégias: jantar duas horas antes de dormir, deixar o computador ou o celular uma hora antes de deitar, pois eles atuam como estimulantes. Tome um banho relaxante, e termine o dia com um chá. Dormir é básico para a sua saúde, assim como os seus sonhos.