7 fatos sobre os fungos nas unhas que você deve conhecer

7 fatos sobre os fungos nas unhas que você deve conhecer

Embora não seja uma infecção altamente contagiosa, existe a possibilidade de adquirirmos fungos ao compartilharmos sapatos, meias ou objetos de higiene pessoal, como cortadores de unha.
7 fatos sobre os fungos nas unhas que você deve conhecer

Os fungos nas unhas, ou onicomicose, são uma infecção comum na população que pode afetar as mãos e os pés.

É caracterizada por uma série de mudanças na aparência da unha, incluindo rachaduras, coloração amarelada e uma desconfortável sensação de coceira.

Geralmente ocorre como resultado da diminuição da resposta imunológica do organismo. No entanto, também pode ser causada por:

  • Transpiração excessiva
  • Alguns tipos de calçado
  • Exposição a superfícies contaminadas.

Embora a sua presença não represente um sério problema de saúde, é essencial prestar os cuidados necessários, não só por razões estéticas, mas porque isso pode causar dor e outras complicações.

Por isso, é útil conhecer alguns fatos importantes da doença para tomar as devidas medidas preventivas.

Descubra-os!

Informações importantes sobre os fungos nas unhas

1. Fungo é contagioso

fungos-nas-unhas

Embora não seja uma infecção altamente contagiosa, é muito importante observar que os fungos podem ser transmitidos em algumas situações.

Apesar de não existir risco de estar perto de alguém com infecção fúngica nas unhas, há maior probabilidade de desenvolver essa infecção ao compartilhar meias, sapatos e cortadores de unha.

Os micro-organismos também podem permanecer em superfícies no banheiro e no chão, por isso é aconselhável usar sapatos durante o banho.

Veja também:  Aprenda a usar o bicarbonato de sódio para tratar os fungos das unhas

2. Hábitos que ajudam a prevenir os fungos

Está provado que a prática de alguns hábitos saudáveis ​​pode ajudar a reduzir o risco de desenvolver esta condição.

Além de não compartilhar objetos pessoais é conveniente manter as unhas curtas, limpas e livres de umidade.

Depois de sair do banho, antes de usar os sapatos, seque os pés com uma toalha ou pano absorvente.

Além disso, as meias devem ser confeccionadas com tecidos respiráveis que ajudam a evitar a retenção de umidade.

Por outro lado, é essencial manter uma dieta equilibrada, rica em nutrientes que fortaleçam o sistema imunológico.

3. Nem todos os tratamentos são eficazes

tratamento-contra-fungos-nas-unhas

A aplicação de remédios naturais pode ser bastante útil para a redução e controle de infecções causadas por estes micro-omicrganismos.

No entanto, em alguns casos, não são eficazes, pois alguns fungos conseguem sobreviver aos seus efeitos e continuar a sua proliferação.

Assim sendo, o melhor é procurar um médico para tratamentos farmacológicos de uso tópico e oral.

Estes tipos de opções tendem a dar melhores resultados, mas também podem levar vários meses para fazer efeito.

4. É uma infecção comum

Os fungos nas unhas são causados, na sua maioria, por fungos do tipo dermatófitos que tendem a se desenvolver facilmente em ambientes úmidos e quentes.

Muitos têm vergonha desse problema, mas na verdade é uma infecção comum na população. De fato, mais de metade é acometida por ele pelo menos uma vez na vida.

A susceptibilidade à infecção aumenta com a idade, e é difícil detectá-la no início. Muitos podem estar sofrendo com este problema, mesmo sem saber.

5. O excesso de umidade aumenta o risco

pes-mergulhados-na-agua

Lavar muito as mãos ou manter as unhas em contato com a água por tempo prolongado é outro fator que aumenta o risco de tais infecções.

Isso ocorre porque o excesso de umidade danifica a camada protetora da unha e enfraquece as cutículas, facilitando assim a entrada e o crescimento de micro-organismos.

6. Seu surgimento está relacionado com o pé de atleta

A maioria dos pacientes com problemas de fungos nas unhas também apresentam ou tiveram a doença conhecida como “pé de atleta“.

Esta é também uma infecção fúngica, caracterizada por um conjunto de incômodos na pele que protege os pés.

É bastante comum entre os atletas e nadadores, já que ambos são expostos a ambientes que facilitam o crescimento de fungos.

Visite este artigo:  Elimine os fungos e os calos dos pés com este incrível remédio caseiro

7. Podem indicar outras doenças

diabetes

A presença repentina de fungos nas unhas pode ser um sinal de problemas crônicos de saúde, como problemas circulatórios, diabetes ou um sistema imunológico vulnerável.

Ainda há maior risco de contrair fungos quando existem problemas de pele, tais como psoríase e dermatite.

Agora que você conhece todos esses fatos sobre os fungos que afetam as unhas, procure observá-los regularmente e melhorar o seu cuidado para evitar o seu desenvolvimento.