7 motivos para comer sementes de uva

7 motivos para comer sementes de uva

A maioria das pessoas não gosta de comer uvas com semente. Existe até uma variedade muito popular no mercado que já vem sem sementes, mais alongada que a uva comum.
7 motivos para comer sementes de uva

Mas você já imaginou como ficaria a situação da agricultura se começássemos a produzir frutas sem sementes? Os agricultores dependeriam de grandes indústrias para comprar as mudas das plantas que quisessem plantar.

Mas, além da questão ambiental, as sementes de uva são ricas em nutrientes, tanto que já estão sendo utilizadas pela indústria cosmética, pois o óleo de semente de uva faz bem para a pele e para os cabelos.

Atualmente, empresas farmacêuticas também estão aproveitando essas pequenas sementes para fabricar remédios naturais. Mas também se aconselha comer as sementes de uva em seu estado natural, apesar de seu sabor amargo porque elas podem proporcionar ao organismo importantes benefícios.

Conheça sete razões para consumir sementes de uva:

1. Ricas em antioxidantes

As sementes de uva são ricas em compostos conhecidos como fenólicos, tocoferol (vitamina E) e proantocianidinas, que têm a capacidade de proteger o organismo dos danos oxidativos causados pelos radicais livres.

Também trazem um significativo aporte de vitamina C e betacaroteno, que fazem bem para o sistema imunológico, tornando o organismo mais forte.

2. Ajuda a purificar o sangue

Sementes-de-uva-para-o-sangue

Graças à sua riqueza nutricional e alto teor de antioxidantes, as sementes de uva também podem ajudar a depurar o sangue e eliminar resíduos de medicamentos e outros elementos nocivos que se acumulam na circulação sanguínea.

Por isso, são indicadas para quem sofre ou corre o risco de sofrer de alguma doença cardíaca, pois, entre outras coisas, estimulam a circulação sanguínea e evitam a formação de trombos.

3. Podem prevenir o câncer

Por seu alto teor de antioxidantes, não surpreende que as sementes de uva também façam parte dos alimentos anticancerígenos, sendo indicadas para prevenir sobretudo o câncer de mama, de pele e de próstata.

Sabemos que existem diversos tipos de câncer, e que não há uma substância que previna todos eles, mas alimentos que combatam os radicais livres sempre são benéficos. Os radicais livres podem causar danos celulares que contribuem para o aparecimento da doença.

4. Diminui os efeitos nocivos do fumo

Sementes-de-uva-para-evitar-doencas-por-fumo

Tanto os fumantes quanto os fumantes passivos se beneficiam dos nutrientes das sementes de uva para diminuir os impactos nocivos que os compostos tóxicos do cigarro causam.

Por ser capaz de depurar o sangue, as sementes de uva ajudam a eliminar toxinas, aumentando a proteção do corpo. O mesmo vale para o consumo de álcool e de medicamentos, que acumulam resíduos tóxicos no organismo. As sementes de uva podem fazer parte de um programa de desintoxicação seguido por quem deseja abandonar o fumo, o álcool ou as drogas.

5. São antibacterianas e anti-inflamatórias

As sementes de uva têm propriedades antibacterianas que poderiam ajudar a inibir o crescimento de bactérias para prevenir e tratar vários tipos de infecções.

Além disso, têm um efeito anti-inflamatório que ajuda o organismo a lutar contra inflamações, como as relacionadas a:

— Artrite
— Dermatite
— Edemas (retenção de líquidos)
— Colite
— Sinusite
— Tendinites

6. Previne o envelhecimento precoce

Sementes-de-uva-para-prevenir-envelhecimento-precoce

Um dos principais benefícios das sementes de uva se deve aos antioxidantes OPC, que inibem a atividade de moléculas nocivas, evitando o envelhecimento precoce da pele e dos órgãos, tecidos e células.

Por isso, sua ingestão regular é uma forma de conservar o corpo jovem e livre de rugas, assim como evitar que a pele envelheça antes do tempo.

7. Protege os pulmões

Por serem antibacterianas, anti-histamínicas e antialérgicas, as sementes de uva fortalecem os pulmões, prevenindo possíveis infecções e outras doenças que deterioram seu funcionamento.

Além disso, graças à sua capacidade de fortalecer o sistema imunológico, reduz o risco de contrair gripe, resfriados e outras infecções do trato respiratório.

Como consumi-las?

Como-consumir-sementes-de-uva

As sementes podem ser consumidas em sua forma natural, ou seja, comendo-se a uva inteira. Mas algumas lojas de produtos naturais vendem o extrato ou cápsulas de semente de uva, para quem quiser incluí-las com mais regularidade na dieta.

A dose máxima é de 300 mg ao dia. Uma boa ideia é misturar o extrato com vitaminas, sucos e sopas.