7 sinais de câncer de colo do útero

7 sinais de câncer de colo do útero que devemos ter em mente

Ainda que os sintomas do câncer cervical possam ser similares aos de outras doenças, é muito importante consultar um especialista, já que nestes casos o diagnóstico precoce é fundamental.
11 formas de detectar um possível câncer: a prevenção é importante!

O câncer que ocorre no colo do útero é, a nível mundial o terceiro tipo de câncer mais comum entre as mulheres. Considerando as que estão na faixa de idade entre os 40 e os 55 anos, trata-se do tipo de câncer mais frequente.

Neste artigo iremos explicar tudo que você deve saber sobre este tipo de câncer, assim como compartilhar os sinais que devemos ter em mente para detectá-lo a tempo.

O que é o câncer de colo do útero?

O câncer de colo de útero ocorre na parte inferior do útero, também conhecida como cérvix, o qual desemboca na parte superior da vagina.

É um tipo de câncer de desenvolvimento lento, que pode ser detectado a tempo com facilidade se as mulheres realizarem um exame vaginal periódico quando fazem uma consulta ginecológica.

No caso de sofrer deste tipo de câncer, o ginecologista poderá observar como as células começam a crescer de maneira desenfreada.

Se a mulher fizer este exame, pelo menos uma vez por ano, o mais provável é que o câncer seja detectado em seus estágios iniciais, e as probabilidades de cura neste caso são de quase 100%.

O vírus do papiloma

A causa principal do surgimento do câncer de colo de útero é a infecção pelo vírus do papiloma humano (HPV), o qual está presente em praticamente todos os casos deste tipo de câncer.

Este vírus é transmitido durante as relações sexuais, por isso o risco aumenta dependendo do número de parceiros sexuais e do uso ou não de proteção.

Na realidade, a maioria destas infecções se cura de maneira natural. No entanto, em alguns casos elas se reproduzem de forma maligna, causando este tipo de câncer.

HPV-e-cancer-de-colo-de-utero

Fatores de risco

Além do HPV, também devemos ter em mente aqueles fatores que aumentam o risco de sofrer de câncer do colo do útero:

  • Cigarro: os fumantes possuem um risco duas vezes maior em comparação com os não fumantes.
  • Idade precoce no início das relações sexuais
  • Uso frequente de medicamentos, os quais diminuem a capacidade do sistema imunológico de combater as infecções. É o caso, por exemplo, das mulheres com HIV ou que padecem de outros tipos de câncer.
  • Herpes genital
  • Uso de anticoncepcional

Sinais que devemos ter em mente

Como mencionamos anteriormente, a evolução deste câncer é lenta e pode ser detectada a tempo se fizermos exames ginecológicos.

Ao mesmo tempo, os sintomas externos evidentes só surgem quando o câncer já está em um nível mais avançado, e por isso devemos ficar muito atentas a estes 7 sinais que podem ser indicativos do câncer de colo do útero.

  • Sangramentos leves de aspecto aguado entre as menstruações ou logo após as mesmas.
  • Menstruações mais longas e intensas do que o habitual
  • Dor durante as relações sexuais
  • Dor no púbis
  • Sangramento após a relação sexual
  • Aumento injustificado dos corrimentos vaginais, que podem ter um aspecto pálido, rosado, marrom, aguado ou até com a presença de sangue. Em alguns casos pode ter um odor forte e desagradável.
  • Sangramento após a menopausa.

Sintomas-do-cancer-de-colo-de-utero

Sintomas avançados

Em estados mais avançados, o câncer de colo do útero pode apresentar os seguintes sintomas:

  • Dor nas costas
  • Problemas ósseos como fraturas ou dor
  • Cansaço sem motivo
  • Perda de urina e fezes pela vagina
  • Dores nas pernas e na pélvis
  • Perda de peso
  • Inchaço em uma única perna

O que devemos fazer?

Se detectarmos alguns dos sinais que podem indicar um possível câncer de colo do útero, a primeira coisa que devemos fazer é não nos alarmarmos, principalmente se estivermos acostumados a fazer exames ginecológicos periodicamente, já que estes sintomas também podem indicar outras doenças, como uma infecção que possa causar dor e sangramento.

Exame-ginecologico-para-detectar-cancer-de-colo-de-utero

Também não devemos esperar ou ignorar a situação se estivermos sofrendo com alguns destes sintomas, já que, em todo caso, eles sempre irão indicar um problema de saúde que deve ser tratado, mesmo que não seja o câncer.

Devemos consultar um médico o antes possível, para que o mesmo solicite os exames necessários e nos proporcione um diagnóstico.

No caso de um resultado positivo, o tratamento dependerá do tamanho e da forma do tumor, da saúde da mulher e do seu desejo e possibilidade de ter filhos.

Existem grupos de apoio que prestam todo tipo de assistência a quem sofre de câncer de colo do útero, assim como a seus familiares.