8 alimentos cancerígenos que você deve deixar de consumir

8 alimentos cancerígenos que você deve deixar de consumir

Para preservar nossa saúde e não nos expormos a perigos desnecessários, seria conveniente que limitássemos o consumo de certos alimentos, já que poderiam ser mais prejudiciais do que pensamos.
8 alimentos cancerígenos que você deve deixar de consumir

O câncer é uma das doenças que mais aterroriza a medicina moderna, apesar dos avanços que foram feitos para combatê-la.

As pesquisas puderam determinar que são muitos os fatores que influenciam o seu aparecimento e, em certa medida, todas as pessoas têm o risco de desenvolvê-la.

O vínculo do câncer com a alimentação é bastante complexo e difícil de estabelecer, sobretudo porque cada pessoa tem hábitos alimentares diferentes.

Apesar disso, os especialistas puderam determinar que há uma certa relação entre o consumo de alguns alimentos cancerígenos e o maior risco de desenvolver esta patologia.

O mais preocupante é que muitos fazem parte de nossa dieta regular e os consumidores nem sequer se dão conta de que são prejudiciais.

Por isso, entidades como o Instituto Americano de Investigação Oncológica (AICR, na sigla em inglês) criaram informes especiais em que listam esses alimentos cancerígenos, cujo consumo deve ser evitado ou reduzido.

Neste artigo compartilharemos os 8 principais para que você possa identificá-los e para que comece a tomar medidas mais saudáveis.

Alimentos cancerígenos que devemos evitar

1. Alimentos processados

alimentos-cancerígenos-processados

Todos os alimentos processados estão repletos de substâncias prejudiciais como os corantes, edulcorantes ou conservantes, entre outros, que são comprovadamente danosos para a saúde.

Substâncias como as presentes em alimentos defumados e nos embutidos são responsáveis pelo maior risco de câncer de fígado, de estômago e de cólon.

Leia também: As 5 melhores frutas para depurar o cólon

2. Açúcar refinado

O açúcar branco ou refinado é considerado o “alimento do câncer”, já que influencia o crescimento das células malignas.

Os adoçantes, como a frutose, são mais ofensivos, porque aceleram o metabolismo das células cancerosas.

É importante levar em conta que este tipo de açúcar está presente numa ampla variedade de alimentos consumidos regularmente.

Entre eles cabe destacar:

  • Bolos
  • Tortas
  • Refrigerantes
  • Biscoitos
  • Doces
  • Energéticos
  • Molhos
  • Massas
  • Enlatados

3. Carne vermelha

carne-vermelha-alimentos-cancerígenos

O consumo excessivo de carne vermelha e embutidos está relacionado ao aumento de 22% do risco de câncer de mama.

De acordo com o Instituto Americano de Investigação Oncológica, os viciados em carne têm até 36% mais risco de sofrer de câncer do cólon.

4. Farinhas refinadas

As farinhas refinadas são um dos alimentos de alto índice glicêmico e estão ligadas ao crescimento e difusão das células cancerígenas no corpo.

Durante o processo de refino, perdem uma parte importante de suas propriedades e a elas são adicionadas substâncias químicas que são agressivas para o organismo.

5. Frituras

frituras-alimentos-cancerígenos

As frituras contêm níveis altos de uma substância cancerígena conhecida como acrilamida, formada quando o alimento é submetido a altas temperaturas.

Este composto pode ser encontrado em qualquer alimento cuja preparação tenha superado os 120°C.

Métodos como fritar, dourar e assar podem produzir maior quantidade de acrilamida do que quando cozinhamos os alimentos no vapor ou no micro-ondas.

Outra razão pela qual são considerados cancerígenos é por seu alto teor de gorduras trans, que se formam quando a comida se hidrogeniza.

Essas gorduras não estão apenas relacionadas ao câncer, mas também às doenças cardiovasculares e a diabetes tipo 2.

6. Alimentos geneticamente modificados

Infelizmente os alimentos geneticamente modificados invadiram o mercado e estão presentes numa grande quantidade dos produtos de nosso carrinho de compras.

Eles e os produtos químicos empregados durante seu cultivo têm uma forte relação com o aumento do risco de tumores no organismo.

Os mais populares são os derivados do milho, da soja e da canola convencional.

7. Pipocas de micro-ondas

pipoca-alimentos-cancerígenos

As pipocas de milho caseiras são saudáveis e contam com muitos benefícios para a saúde.

No entanto, não devem ser confundidas com as que se vendem em saquinhos para preparar no micro-ondas, já que, apesar de serem mais saborosas, estão repletas de substâncias químicas relacionadas ao câncer.

Os químicos liberados pelo calor poderiam provocar vários tipos de tumores e infertilidade. Além disso, uma substância chamada “diacetilo” pode ter muito a ver com as doenças pulmonares graves.

Tudo isso se soma ao fato que contêm ingredientes geneticamente modificados.

Visite este artigo: Você gosta das pipocas de milho? Descubra por que são saudáveis

8. Alimentos carbonizados

Os alimentos que se queimam um pouco ao serem assados geram moléculas prejudiciais que poderiam estimular o crescimento das células malignas.

O melhor é prepará-las em fogo médio, para evitar que se queimem.

Apesar de serem necessários mais estudos para vincular os hábitos alimentares ao câncer, devemos começar a considerar essas primeiras descobertas científicas.

Procure basear sua dieta em alimentos orgânicos e de alta qualidade nutricional.