alimentos que causam inflamação do abdômen

8 alimentos que causam inflamação do abdômen

O estômago inchado ou dilatado pode ser um sinal de que estamos comendo muito ou de forma inadequada. Também pode indicar que as paredes do estômago estão irritadas, o que pode desencadear uma gastrite.

O problema faz com que as roupas fiquem mais apertadas e dá a sensação de “peso”, queimação ou náusea. A inflamação do abdômen é o resultado de um esforço extra do sistema digestivo, que ocorre quando comemos alimentos pesados demais ou em grande quantidade.

Além disso, não é de estranhar que, juntamente com o inchaço, apareçam outros sintomas, como os gases intestinais, dor e flatulências, além de mau hálito. Neste artigo, vamos falar sobre os alimentos que podem desencadear este problema, para que você possa evitar consumi-los com frequência.

1. Alimentos ricos em gordura

Gordura-e-inflamacao-no-abdomen

As frituras, alimentos com alto teor de gordura, são uma das principais causas da inflamação abdominal. Elas não apenas levam ao aumento de peso, como também dificultam a digestão, desencadeando o aumento do colesterol e aumentando o risco de doenças cardiovasculares.

Um claro exemplo é as batatas fritas, coxinhas e frango frito, cujos altos níveis de gordura estimulam a produção de ácido gástrico, o que pode deixar a mucosa estomacal mais vulnerável.

2. Refrigerantes

Muitas pessoas adoram refrigerantes e outras bebidas com gás, pois oferecem uma sensação agradável ao serem ingeridas, e por causa de seu alto teor de açúcar, aumenta o desejo por esse tipo de bebida.

Mas o dióxido de carbono presente nos refrigerantes e bebidas gaseificadas causa muitos problemas, como a acidez e o inchaço.

3. Verduras crucíferasVerduras-para-inflamacao-no-abdomen

As verduras crucíferas contêm rafinose, um polissacarídeo muito difícil de digerir que fermenta ao entrar em contato com as bactérias do intestino, causando gases e arrotos.

Esses vegetais também contêm fibras e nutrientes, por isso, devem sim fazer parte da sua dieta. Para evitar inchaço e gases, basta consumi-los com moderação. São exemplos de vegetais crucíferos o brócolis e a couve-de-bruxelas.

4. Sal

O consumo excessivo de sal é uma das principais causas da retenção de líquidos nos tecidos do corpo, que tem uma relação muito estreita com as inflamações que nos afetam. Reduzir o consumo de sal pode também diminuir a pressão sanguínea, melhorando a saúde em geral.

5. Farinhas refinadas

Farinhas refinadas são aquelas submetidas a algum processo no qual a sua fibra é retirada, resultando em uma farinha muito pobre em nutrientes.

As farinhas refinadas mais conhecidas e utilizadas são a farinha de trigo branca e a farinha de milho (maisena), presentes em alimentos como pães, pizzas ou pastéis, entre outros. Muitas pessoas apresentam inchaço abdominal após consumir alimentos feitos com farinhas brancas.

6. Comidas muito condimentadas

Especiarias-e-inflamacao-no-abdomen

Os condimentos têm muitas propriedades benéficas para a saúde, mas também podem causar inflamação quando os utilizamos em uma quantidade exagerada.

Isso acontece porque os condimentos liberam ácidos, que irritam o estômago, gerando uma resposta inflamatória.
Por isso, o melhor é consumi-los em quantidades mínimas. Entre esses condimentos, podemos citar:

— Pimenta-do-reino
— Noz moscada
— Chili
— Mostarda
— Vinagre

7. Laticínios

Você já notou que, após consumir leite ou laticínios, seu estômago fica inchado? Isso se deve ao fato de que todos os seres humanos sofrem com algum grau de intolerância à lactose, de leve a moderada.

Na verdade, quando se tem intolerância à proteína lactose, presente no leite da vaca, o alimento passa para o intestino sem ser preparado pelo estômago. Isso porque o corpo não produz a enzima lactase em quantidade suficiente (a lactase é necessária para digerir a lactose). O resultado são digestões mais difíceis, inchaço, cólicas e até diarreia. Outras pessoas podem apresentar os sintomas contrários; prisão de ventre e dificuldades em defecar ao consumir muitos lácteos.

8. Feijões

Feijoes-e-inflamacao-no-abdomen

O alimento que é a cara do Brasil também é um dos mais difíceis de digerir, por seu alto teor de polissacarídeos que, entre outras coisas, levam ao acúmulo de gases intestinais, que geram inflamação e outros problemas digestivos.

É claro que não vamos deixar de consumir feijões, uma fonte valiosa e saborosa de proteína vegetal, ferro e vários outros nutrientes essenciais, mas é fundamental cozinhá-los muito bem antes de consumir, e não requentá-los.

Se mesmo reduzindo o consumo desses oito alimentos, o inchaço persistir e vier acompanhado de outros sintomas, como prisão de ventre, diarreia, presença de sangue ou de pus nas fezes e dores, um médico deve ser imediatamente consultado.