8 alimentos que você deve eliminar de sua dieta para evitar mucosidade

8 alimentos que você deve eliminar de sua dieta para evitar mucosidade

Os produtos lácteos e outros de origem animal são ricos em gorduras e proteínas que podem favorecer a acumulação de mucosidade na garganta e nas vias respiratórias

 

A mucosidade é uma secreção viscosa que cobre as membranas do corpo e que contém enzimas antissépticas e imunoglobulinas. No nosso sistema respiratório, o muco é o responsável por captar pequenas partículas, como bactérias e pó, que tentam entrar através do nariz para o resto do nosso corpo. Ao atuar como um protetor dos pulmões, o muco costuma se acumular nas vias respiratórias ante algum tipo de infecção, como é o caso da gripe e os resfriados, ou também das alergias.

O excesso de mucosidade é um sintoma muito incômodo e que pode fazer com que nos sintamos doentes e fracos durante o dia. O pior é que, se não o tratarmos adequadamente, ele pode se apresentar em várias áreas do nosso corpo como, por exemplo, o nariz, o peito, os ouvidos e a garganta. Esse sintoma é um mecanismo de defesa frente aos vírus e às bactérias que afetam o sistema respiratório e por essa razão é muito importante combater a origem do problema para que o organismo deixe de produzir muco em excesso.

Uma das coisas que podemos fazer quando sofremos de excesso de muco é evitar certos alimentos que podem aumentar sua produção. A seguir revelaremos para você esses alimentos que devemos evitar quando a mucosidade está indicando uma infecção ou alergia.

Os produtos lácteos

Os-produtos-lácteos-500x365

Esse tipo de produtos encabeça a lista dos alimentos que aumentam a mucosidade. Embora existam muitos mitos sobre esses alimentos, o que sim sabemos é que os lácteos fazem que se forme mais mucosidade que o normal, gerando problemas na respiração e também irritação na garganta.

Os produtos que se devem ser evitados:

  • Leite de vaca
  • Iogurte e queijo
  • Sorvetes que contêm leite
  • Creme de leite
  • Leite condensado

Produtos de origem animal

As carnes vermelhas e os ovos também podem influir no aumento de mucosidade e catarros. Esses alimentos contêm um alto grau de proteínas e isso pode fazer com que o muco se acumule na garganta e nas vias respiratórias.

Gorduras de origem animal

Gorduras-y-aceites-de-origen-animal-500x378

 

A maioria das dietas inclui grandes quantidades de gorduras de origem animal como, por exemplo, a manteiga e os ácidos graxos ômega 6. Para enfrentar esse problema é muito importante evitar as gorduras de origem animal e optar por incluir na nossa alimentação gorduras saudáveis como o azeite de oliva e alimentos com ácidos graxos ômega 3.

Determinadas variedades de frutas e verduras

Sabemos que as frutas e as verduras supõem uma parte importante da nossa dieta e que devemos consumir diariamente para aproveitar todos os seus benefícios. Entretanto, um estudo realizado pelo Centro Médico da Universidade de Maryland (Estados Unidos) concluiu que quando se sofre com excesso de catarro existem algumas frutas e verduras que não são aconselháveis. Entre elas estão:

  • A banana
  • A batata
  • O milho
  • O repolho

Trigo

Trigo-500x334

São muitos os especialistas em nutrição que coincidem ao sugerir que o trigo é um alimento que aumenta a produção de muco. Ele contém tantos componentes que é difícil saber qual de todos eles é o que provoca o excesso de mucosidade. Mesmo que faltem pesquisas para sustentar essas afirmações, é recomendado evitar seu consumo para diminuir o muco e a congestão.

Bebidas que conduzem à desidratação

Quando temos uma infecção respiratória é importante aumentar o consumo de água e comidas hidratantes para combater esse problema. Algumas pessoas podem considerar que beber refrigerantes é uma boa opção para hidratar o corpo. Entretanto, esse tipo de bebidas contém altas quantidades de açúcares e outros componentes que o único fazem é desidratar o organismo. Segundo um estudo do Centro de Ciências da Saúde da Universidade do Texas em Santo Antonio (Estados Unidos), a desidratação pode conduzir a um muco mais espesso.

Nozes e amendoins

Nozes-y-cacahuetes-500x373

As frutas secas podem aumentar a produção de muco e catarros naquelas pessoas que têm intolerância e são altamente alérgicas. O mesmo pode acontecer com outros tipos de intolerâncias alimentares.

Alimentos refinados

Os alimentos refinados como o açúcar e a farinha são de difícil digestão e podem piorar os problemas de congestão. Do mesmo modo, as pessoas que sofrem de intolerância ao glúten devem evitá-los já que, além de sofrer de problemas digestivos, também podem sofrer com incômodos pelo excesso de mucosidade e do catarro.