8 hábitos que causam depressão - Melhor com Saúde

8 hábitos que causam depressão

Além de nos ajudar a manter a forma, o exercício físico faz com que o organismo produza endorfinas, que melhoram o nosso estado de ânimo.

Você sabia que a alimentação, a prática de exercícios físicos, o contato com a natureza, a respiração ou o modo com o qual direcionamos o olhar podem influenciar, em longo prazo, em estados depressivos?

As causas para esse estado podem ser muitas, mas se tentarmos mudar alguns pequenos hábitos que influenciam na depressão poderemos melhorar em pouco tempo. Assim, te convidamos a conhecer quais são os hábitos que influenciam negativamente e podem levar à depressão, coisas que você talvez esteja fazendo diariamente de maneira inconsciente.

Falta de nutrientes

Mesmo que te pareça estranho, a depressão está relacionada com o sistema nervoso e este é nutrido pelos alimentos que consumimos. Concretamente, necessitamos diariamente de uma série de nutrientes para equilibrarmos o sistema nervoso e, portanto, evitarmos a depressão e outros transtornos nervosos:

  • O magnésio, que pode ser encontrado nas nozes, nas verduras de folhas verdes e no abacate;
  • O triptofano, que é mais facilmente encontrado no cacau;
  • Os ácidos graxos ômega 3, encontrado nas sementes de linho;
  • A vitamina B12, contida nas sardinhas, nos ovos, nos derivados lácteos;
  • O ácido fólico, presente em frutas e verduras de folhas verdes.

Falta de nutrientes e vitaminas podem causar depressão

Alimentos prejudiciais

Em contrapartida, existem alimentos que atuam como veneno, pois roubam vitaminas e minerais de nosso organismo, nos deixam viciador, alteram o equilíbrio em nossos órgãos e contribuem para piorar o humor. Esses são:

  • Carne, quando consumida em excesso;
  • Gorduras saturadas;
  • Aspartame (adoçante artificial);
  • Conservantes e colorantes artificiais;
  • Açúcar branco e guloseimas;
  • Bebidas artificiais;
  • Álcool.

Alguns alimentos consumidos em excesso podem causar depressão

Falta de exercício

Exercitar-se é imprescindível para a vida, além disso, nos ajuda a produzir endorfinas, hormônios da felicidade. Muitas pessoas acreditam que a prática de exercícios é necessária apenas para perder peso, mas desde início da existência do ser humano praticamos exercícios, antes para sobreviver e agora por uma questão estética. Mas, em resumo, o importante é praticá-lo e, sem dúvida, no momento em que você terminar de praticar um exercício sentirá uma grande melhoria.

Olhar para baixo

Certamente alguns do leitores se surpreenderão, mas os movimentos oculares também estão relacionados com nosso humor. Olhar para baixo é uma atitude relacionada com sentimentos negativos, por isso devemos fazer um teste e tentar olhar sempre para cima e não deixar os olhos fixos, e sim tentar olhar ao redor por onde passamos. Esse exercício é muito simples e não custa nada tentar.

Não tratar os conflitos internos

De acordo com alguns terapeutas, na maioria dos casos de depressão é preciso buscar a origem do problema, já que geralmente existe um conflito interno e o problema é quando o paciente ignora o conflito e espera que o tempo o esconda. Talvez pacientes com esse tipo de problema estejam fazendo algo que não querem fazer, ou tenham um acúmulo de raiva ou tristeza contida.

Para tratar essas questões emocionais é recomendável tentar a homeopatia e as flores de Bach, já que não tem contraindicações nem efeitos secundários e pessoas de qualquer idade podem fazer uso do medicamento.

Não se esqueça da natureza

Os desequilíbrios psíquicos são cada vez mais habituais e em pessoas mais jovens. Um dos fatores que podem influenciar nisso é a falta de contato com a natureza.

A cor verde é um equilibrante natural e os banhos de sol são imprescindíveis, especialmente quando não estamos bem.

Algumas pessoas intuitivamente sentem essa necessidade, mas na realidade todos necessitamos desse contato. Aqueles que vivem em cidades devem, pelo menos nos fins de semana, buscar os entornos naturais para relaxar.

Robertson Nature Reserve

Contato com a natureza pode evitar a depressão

Respiração

Atualmente respiramos o necessário para sobreviver, mas cada célula de nosso organismo necessita de oxigênio, por isso se não injetamos o oxigênio necessário no organismo nos submetemos a uma situação de estresse. É importante aprender a respirar corretamente, e para isso podemos realizar algum tipo de terapia (ioga, tai-chi, etc…)

Falta de contato com outras pessoas pode causar depressão

Uma pessoa com tendência a depressão costuma isolar-se e evitar o contato com outras pessoas, tanto as conhecidas como as mais próximas. Por isso deveremos lutar para recuperar esse contato, mesmo que inicialmente seja custoso.

Uma boa opção, por exemplo, é deixar que outras pessoas te apliquem massagens, seja um profissional ou um parente. Essa alternativa pode ser mais efetiva se usarmos óleos essenciais com propriedades para aumentar o ânimo como, por exemplo, os de orégano, lavanda, camomila, bergamota, gerânio, jasmim, limão, sândalo, tangerina, cidreira, laranja, neroli, petit Grain, toranja, sálvia, verbena de limão etc.

Depois de escolher o óleo que preferir é possível misturá-lo com seu creme hidratante e utilizá-lo diariamente.

Imagens oferecidas por John Loo, cwd1978 e Poytr.