8 Razões pelas quais o abdômen tende a acumular gordura

8 Razões pelas quais o abdômen tende a acumular gordura

acumular gordura

A maioria das pessoas deve lutar constantemente contra a gordura abdominal, já que ela costuma se acumular com facilidade e é muito difícil de ser eliminada. O abdômen é uma das áreas de nosso corpo que mais tende a se expandir, afetando a figura e, consequentemente, a saúde. Vários estudos identificaram que a gordura abdominal não é apenas um problema estético, mas pode chegar a reduzir a densidade óssea, aumentando o risco da pessoa de sofrer de osteoporose, além de aumentar as chances de ter asma. É por este motivo que é importante conhecer as causas do acúmulo de gordura abdominal, para que possamos encontrar a solução adequada.

Genética

genetica

Pesquisadores do Instituto Sanford Burnham (Estados Unidos) determinaram que a gordura corporal varia geneticamente em diferentes partes do corpo. Além disso, outros estudos identificaram que a genética desempenha um papel muito importante na relação com o nível de saciedade de cada indivíduo. As pessoas que, por genética, tendem a comer mais, também tendem a acumular mais gordura abdominal. Se na família existirem várias pessoas que acumulam gordura no abdômen, é possível que você também tenha essa tendência.

Não dormir o suficiente

As pessoas que não dormem o suficiente tendem a consumir mais calorias e a armazenar gordura abdominal. A falta de sono reduz o nível do hormônio leptina e aumenta o hormônio grelina, que é o que causa o aumento de peso. De acordo com os estudos, as pessoas que dormem somente 6 horas diárias têm um risco até 27% maior de sofrer de obesidade do que as pessoas que dormem cerca de 9 horas por noite.

Estresse

Assim como a baixa qualidade do sono, o estresse também produz alterações hormonais que podem acabar aumentando o nosso peso. De acordo com a nutricionista Patrícia Ramírez, durante as situações de estresse se estimulam as glândulas suprarrenais para liberar hormônios como a adrenalina e o cortisol. Quando os níveis de cortisol aumentam, eles favorecem a formação de gordura no organismo, especialmente a que se acumula no abdômen.

Falta de exercício

exercicios

O exercício é uma das melhores maneiras de manter o metabolismo ativo e de queimar gordura. Pesquisadores da Universidade Johns Hopkins de Baltimore (Estados Unidos) determinaram que é fundamental fazer exercícios para atingir o peso ideal, já que não se trata somente de um problema estético, mas também de saúde. Fazer exercícios ajuda a queimar gordura e é a melhor forma de ter uma boa saúde cardiovascular.

Má alimentação

A alimentação rica em carboidratos e gordura é outra das principais causas do acúmulo de gordura abdominal. O mercado está cheio de produtos pouco saudáveis e, como consumidores, devemos identificá-los. Entre os alimentos que podem causar a obesidade, encontramos:

  • Os alimentos processados
  • As carnes embutidas
  • As farinhas brancas
  • Os doces
  • Os enlatados
  • Os refrigerantes

Portanto, é preciso planejar uma boa alimentação que inclua frutas, verduras, cereais integrais, carnes magras e água.

Consumir bebidas alcoólicas em excesso

O consumo excessivo de bebidas alcoólicas pode influenciar no aumento de peso, já que não são mais do que calorias líquidas e vazias. Em um estudo publicado na revista European Journal of Clinical Nutrition foi revelado que o consumo excessivo de álcool é um fator que aumenta em 50% a predisposição ao acúmulo de gordura abdominal.

Medicamentos

medicamentos

Alguns medicamentos podem causar o aumento de peso quando são consumidos por muito tempo. Entre eles, encontramos aqueles receitados para tratar a diabetes, convulsões, transtornos do estado de ânimo, enxaquecas, hipertensão arterial, pílulas contraceptivas e terapia de reposição hormonal. É importante esclarecer que nem sempre eles causam aumento de peso, já que seus efeitos variam dependendo do organismo de cada um.

Beliscar entre as refeições

Ainda que comer em várias porções ao longo do dia seja algo recomendado para controlar o peso e ativar o metabolismo, “beliscar” entre as refeições fazendo lanches pouco saudáveis pode causar exatamente o contrário. Beliscar alimentos como batatas fritas, bolachas recheadas ou doces aumenta a ingestão calórica e, com ela, a gordura abdominal.

O que fazer?

bebidas

Independentemente de qual for a causa do acúmulo de gordura na região abdominal, é muito importante combatê-la para prevenir problemas de saúde. As chaves para agir contra a gordura abdominal incluem:

  • Alimentação adequada
  • Prática regular de exercícios cardiovasculares e exercícios localizados
  • Dormir pelo menos 8 horas todas as noites
  • Beber bastante água
  • Desintoxicar o organismo
  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas
  • Mastigar bem os alimentos ao ingeri-los