8 sinais sutis que podem indicar que não estamos bem de saúde

8 sinais sutis que podem indicar que não estamos bem de saúde

É muito importante prestar atenção a estes sinais e às possíveis alterações que nosso corpo apresentar pois, ainda que possam ser reações normais do organismo, também podem indicar alguma doença oculta.
Sinais sobre a nossa saúde

Conforme passam os anos, nosso corpo vai experimentando uma série de mudanças físicas que marcam cada uma das etapas que temos que atravessar.

É comum notar que a pele tem pequenas alterações ou que, por exemplo, o cabelo começa a perder o brilho que tinha na juventude.

No entanto, ainda que este tipo de coisa seja normal com a velhice, é importante prestar muita atenção pois estes também podem ser sinais de termos alguma complicação em nossa saúde.

Ainda que estejamos acostumados a ignorá-los na maior parte do tempo, muitas das doenças que se desenvolvem de maneira gradual são alertadas desde etapas iniciais através da pele, do cabelo e das unhas.

Por esta razão, é fundamental se informar sobre isso e procurar sempre levar estes sinais em conta e consultar um médico diante de qualquer anormalidade no corpo. Descubra algumas delas a seguir.

  1. Cabelos brancos antes dos 40

Sinais que o cabelo fornece

Os cabelos brancos são considerados um dos primeiros sinais da idade.

Eles costumam aparecer a partir dos 40 ou 45 anos, dependendo do tipo de cabelo, da raça e dos fatores genéticos envolvidos.

No entanto, existem alguns casos em que os fios brancos aparecem de forma precoce, muito antes dos 40 e, às vezes, até na década dos 20 anos.

Se este processo ocorrer desde idades tão jovens, é provável que exista alguma condição hereditária que o provoque.

Se 50% do cabelo se tornar grisalho ou branco antes dos 40, há um alto risco de desenvolver doenças graves como a diabetes ou o vitiligo.

Em outros casos  elas também podem ocorrer por uma alteração na tireoide, anemia ou deficiência de nutrientes.

  1. Manchas

Com o passar do tempo a pele vai sofrendo os efeitos dos raios UV do sol e a contaminação do ambiente. Isso se traduz em rugas precoces e vários tipos de manchas que, em geral, costumam ser benignas.

As que têm uma coloração escura têm relação com as mudanças hormonais e a exposição frequente às toxinas.

Por outro lado, as que são conhecidas como queratose exigem mais cuidado, pois são causadas pelos efeitos negativos do sol e são uma advertência precoce de câncer de pele.

Apresentar um escurecimento estranho, mudanças nas pintas ou vermelhidão são motivos mais do que suficientes para consultar um médico.

  1. Sobrancelhas curtas

Sinais que as sombrancelhas fornecem

Perder os pelos que formam as sobrancelhas é mais do que uma questão estética. Se eles ficarem finos e tendem a cair dia após dia, pode ser que você esteja sofrendo de hipotireoidismo.

Esta doença afina o cabelo e costuma surgir acompanhada de outros sintomas como o ganho de peso, a constante fadiga e a fraqueza nas unhas.

  1. Pálpebras caídas

As alterações sofridas pela pele por causa da diminuição na produção de colágeno e elastina faz com que as pálpebras fiquem caídas.

Esta condição costuma ser o resultado de fatores hereditários, da velhice e dos efeitos negativos decorrentes da exposição ao sol.

Quando chegam a dificultar a visão, é conveniente se submeter a um lifting dos olhos para recuperar a sua firmeza.

  1. Cabelo quebradiço

Cabelo quebradiço como sinal de problemas de saúde

O fato do cabelo ter uma aparência quebradiça e sem vida é o resultado da falta de cuidado e de nutrição. Se as pontas estiverem abertas e o couro cabeludo estiver ressecado, é provável que você esteja exagerando no uso de produtos químicos e elementos de calor.

Por outro lado, quando os danos não se solucionam mesmo após utilizarmos os tratamentos adequados, é conveniente consultar um médico, pois pode se tratar de uma deficiência nutricional ou de anemia.

  1. Espinhas e acne

São muitos os fatores que influenciam o surgimento das espinhas e dos cravos. O excesso de produção de gordura e os poros dilatados são as causas mais comuns.

No entanto, em algumas ocasiões este é o sinal de um excesso de estresse, desequilíbrios hormonais ou o uso de produtos químicos inapropriados.

  1. Olhos amarelados

Sinais que os olhos fornecem

Se a parte branca dos olhos começar a ficar um pouco amarelada, pode ser que você precise descansar melhor ou que esteja sofrendo de uma ressaca.

No entanto, se nenhuma destas for a razão para tal, deve-se consultar um médico imediatamente, pois este sinal pode ser indicativo da síndrome de Gilbert.

Esta doença se caracteriza pelo acúmulo de bilirrubina no sangue, que produz icterícia.

  1. Vermelhidão facial

A vermelhidão facial é uma condição conhecida como rosácea, a qual afeta mulheres entre o 30 e os 55 anos.

A constante exposição ao sol, o estresse e os alimentos picantes fazem com que os vasos sanguíneos se dilatem e deem um passo rumo a este problema.

Em uma pequena quantidade dos casos ela compromete os olhos e pode até ser confundida com o lúpus. Para um diagnóstico adequado, é preciso consultar um médico dermatologista.

Por mais comuns que estes sinais possam parecer, eles podem ser úteis para detectar doenças em suas etapas iniciais. Tenha-os em conta a partir de agora e não hesite em consultar o seu médico sempre que tiver dúvidas.