8 sintomas que surgem quando você não consome água suficiente

8 sintomas que surgem quando você não consome água suficiente

Tomar de 6 a 8 copos de água por dia é essencial para o corpo ficar em boas condições e a saúde não sofrer.
8 sintomas que surgem quando você não consome água suficiente

O consumo de água é um dos hábitos mais recomendados e necessários para uma boa qualidade de vida.

Quando não ingerimos água suficiente, o corpo apresenta falhas em seus sistemas principais e, por sua vez, uma série de efeitos negativos sobre a saúde são gerados.

Embora poucos saibam, entre 75 e 80% da massa corporal é composta por este líquido vital que, entre outras coisas, é essencial para a saúde do cérebro e a circulação.

Felizmente é um recurso natural que temos em mãos, e pode até mesmo ser obtido através do consumo de algumas frutas e vegetais.

O problema é que muitos ignoram sua ingestão diária, uma vez que não reconhecem a sua importância para o bem-estar físico e mental.

A questão é que, mais cedo ou mais tarde, alguns sintomas que indicam a desidratação aparecem, juntamente com os efeitos prejudiciais causados por ela.

Hoje queremos destacar os oito sintomas mais comuns. Conheça-os a seguir.

Sinais de que você não está consumindo água suficiente

1. Boca seca

boca-seca

A sensação pegajosa e desagradável na boca é resultado da diminuição da produção de saliva, devido à desidratação.

O consumo de água serve como um lubrificante para as membranas mucosas da boca e da garganta, o que é essencial para mantê-las saudáveis e livres de infecções.

Leia também:  5 maravilhosos efeitos que seu cérebro notará quando você beber água

2. Sensação de sede

Embora seja óbvio, a sensação de sede é um sintoma evidente da baixa ingestão de líquidos.

Isto geralmente ocorre como um sintoma da ressaca, pois o álcool desidrata todo o corpo e reduz os níveis de energia.

O cérebro envia esses sinais de alerta para lhe fornecer fluidos necessários para o seu funcionamento ideal.

3. Olhos secos

olhos-secos

O consumo diário de água não só ajuda a lubrificar a boca e a garganta, mas também os olhos e outras partes importantes do corpo.

A falta de líquidos pode reduzir a capacidade de oxigenação e, por sua vez, faz com que os canais lacrimais dos olhos se ressequem.

4. Dores nas articulações

A cartilagem e os discos que protegem as articulações são formados por 80% de água. Assim, beber água suficiente é essencial para evitar o atrito do osso e lesões articulares.

Ao manter o corpo hidratado, mantemos as articulações lubrificadas e prontas para suportar o impacto d0s movimentos diários.

A deficiência de água aumenta o risco de lesões, a deterioração precoce e as doenças crônicas, como a artrite.

5. A massa muscular é reduzida

dores-musculares

Os músculos também são compostos, em grande parte, por este líquido vital. Isto indica que quanto menos água há no corpo, mais força perde a massa muscular.

O consumo de água antes, durante e após o exercício é essencial para evitar a desidratação e a perda de músculos.

Esta mantém ativa a circulação e evita alterações de processos inflamatórios devido ao excesso de esforço físico.

6. Maior risco de desenvolver doenças

Beber água suficiente é um hábito essencial para promover os processos de purificação do corpo através dos quais são removidas as toxinas.

Sem esse líquido, os órgãos não funcionam em boas condições e, de fato, o sistema imunológico fica enfraquecido.

Como resultado, o corpo é mais suscetível a ataque de germes e outros agentes que causam doenças graves.

Visite este artigo:  Como saciar a sede se não gosto de beber água

7. Sensação de fadigafadiga

A água é essencial para uma boa circulação e oxigenação das células de todo o corpo.

A desidratação afeta não somente a passagem do fluxo sanguíneo através das artérias, mas também impede que o cérebro seja oxigenado.

Isto leva a episódios contínuos de fadiga, fraqueza mental, e outros sintomas relacionados que impedem a execução das tarefas do dia a dia.

8. Doenças digestivas

O sistema digestivo sofre perturbações graves quando não recebe água suficiente ao longo do dia.

A água promove o movimento intestinal e é necessária para a evacuação normal das fezes. Ela umedece os alimentos ingeridos e, assim, facilita a expulsão de resíduos que o corpo não precisa.

Sem a hidratação adequada, a mucosa do estômago se reduz e aumenta o risco de azia, refluxo e gastrite.

Como se pode observar, a água está envolvida em funções importantes para o corpo e sua ingestão adequada é uma maneira saudável de proteção contra muitas doenças.

Tente tomar 6 a 8 copos de água por dia, ou apreciá-la através de sucos, chás e alimentos orgânicos.