9 alimentos que não necessitam refrigeração

9 alimentos que não necessitam refrigeração e, provavelmente, você não sabia

Você sabia que ao guardar os tomates na geladeira eles perdem sua textura, cor e sabor originais? Além disso, o frio impede que amadureçam. Guarde-os em um saco de papel para mantê-los frescos 
9 alimentos que não necessitam refrigeração e, provavelmente, você não sabia

A geladeira é um eletrodoméstico que durante muitos anos tem servido para conservar melhor algumas comidas e prolongar sua vida útil por algumas semanas.

No entanto, muitas pessoas acreditam que esse é o lugar adequado para guardar quase todos os alimentos que são adquiridos no supermercado, já que parece muito seguro submetê-los às baixas temperaturas.

Foi comprovado que nem todos os alimentos devem ir para geladeira, visto que alguns deles acabam degradando mais rápido ou o frio provoca alterações em seu sabor e textura. 

Levando em consideração que maioria das pessoas comete erros no momento de refrigerar os alimentos, neste artigo vamos compartilhar 9 deles que é melhor não serem guardados na geladeira.

Frutas com caroço e a refrigeração

Quando estão maduras, o melhor é comê-las rápido ou armazená-las na geladeira, entretanto, distante de outros alimentos.

Apesar disso, quando não estão tão maduras, a melhor decisão não é conservar as frutas com caroço no frio, já que isso irá atrasar esse processo.

Alho

Alho

O alho pode perder o sabor e aroma quando passa muito tempo em uma temperatura muito baixa.

Para manter o alho em perfeito estado e por muito mais tempo, deve ser armazenado em um saco de papel, em um lugar fresco e escuro.

Leia também: 7 benefícios do alho para a saúde

Café

Acreditar que o café vai estar melhor dentro de uma geladeira é um engano, pois essas condições poderão alterar seu delicioso aroma e sabor.

Este produto é melhor conservado em temperatura ambiente, pois dessa forma irá preservar seus óleos naturais e, naturalmente, sua elevada concentração de nutrientes.

Ervas

A umidade de uma geladeira pode acelerar o processo de decomposição das ervas aromáticas e, por estarem frescas, necessitam de um clima relativamente quente para serem conservadas da melhor forma.

O ideal é introduzi-las em uma jarra com água e deixá-las no balcão da cozinha até que sejam consumidas.

Mel

Mel

O mel de abelha, assim como o xarope de bordo, não devem ser guardados em uma geladeira porque o mais provável é que acabem cristalizando. 

Esses tipos de produtos exigem um ambiente mais quente e, de preferência, escuro.

Ovos

Na maioria dos países do mundo, para não dizer em todos, os ovos são comercializados e armazenados em temperatura ambiente, já que em temperaturas baixas eles perdem seu frescor, podendo ser evidenciado em seu sabor.

Em um ambiente fresco e seco, esse alimento pode durar até duas semanas sem que isso afete seu sabor ou textura.

Quando a casca está suja ou quebrada, o melhor é deixar o ovo na geladeira e consumi-lo o quanto antes para evitar riscos por contaminação.

Óleos vegetais

O azeite de oliva, óleo de linhaça, o óleo de soja e, em geral, os óleos vegetais de uso habitual na cozinha não suportam temperaturas extremas como as de uma geladeira.

O recomendado é armazenar os óleos em um lugar fresco, seco e distante da luz na cozinha, com a finalidade de que durem por mais tempo.

Além do mais, o ideal é comprar estes produtos em quantidades pequenas para que acabem mais rápido, e assim, adquiri-los sempre frescos.

Tomates

Tomate

 

Ao introduzir este alimento na geladeira e deixá-lo ali por vários dias, acaba perdendo sua textura, cor e sabor natural.

Além disso, caso estejam verdes, terão maior dificuldade para amadurecer, porque o frio impede que esse processo ocorra naturalmente.

Para manter este o tomate sempre fresco, é recomendado introduzi-lo em sacos de papel. Uma vez maduros, o melhor é comê-lo o quanto antes para aproveitar seus nutrientes antes que sejam perdidos.

Veja este artigo: Suco de tomate de manhã. Você conhece todos os seus benefícios?

Abacate

A maioria dos abacates que são vendidos no mercado geralmente estão verdes e só iniciam o processo de amadurecimento depois de alguns dias, em determinadas condições.

Guardar os abacates na geladeira atrasa o seu processo de amadurecimento, reduz os benefícios de seus nutrientes e o sabor não são tão gostosos como quando são consumidos frescos.

Para desfrutar de um abacate suave, doce e em perfeitas condições, o melhor é envolvê-lo em papel de jornal e deixá-lo em algum lugar quente da casa. Quando perceber que começou a amadurecer significa que está pronto para o consumo.