9 benefícios que você obtém ao consumir cerveja com moderação

9 benefícios que você obtém ao consumir cerveja com moderação

Por ser um produto natural, a cerveja pode nos ajudar a melhorar muitos aspectos de nossa saúde, desde que não excedamos o consumo para mais de dois copos diários.
9 benefícios que você obtém ao consumir cerveja com moderação

A cerveja é uma bebida tradicional que se consome em centenas de países de todo o mundo. Suas características e efeito refrescante fazem com que muitas pessoas prefiram bebê-la nos dias quentes, nos momentos de lazer com os amigos ou após um dia de trabalho.

Como ocorre com outras bebidas alcoólicas, bebê-la em excesso pode desencadear uma série de reações negativas para a saúde.

No entanto, devido a suas propriedades nutricionais, está provado que ingeri-la de maneira moderada traz vários benefícios para o organismo.

Muitas pessoas não sabem, mas esta bebida possui apenas 45 calorias por cada 100 ml e é uma fonte de vitaminas, minerais e antioxidantes.

Neste artigo, queremos falar sobre seus 9 principais benefícios para que você não hesite em consumi-la uma ou outra vez durante a semana. Conheça-os a seguir.

1. A cerveja fortalece os ossos

coluna_vertebral_espinha_ossos

Além do cálcio, o silício é um dos minerais essenciais para manter uma boa saúde óssea.

A cerveja contém grandes quantidades desse mineral, o que favorece o aumento da densidade dos ossos nas pessoas adultas.

No entanto, ingerir mais de dois copos por dia está associado a um aumento no risco de fraturas.

Leia também: Como reduzir a dor nos ossos naturalmente

2. Rins mais saudáveis

Uma das razões pelas quais sentimos vontade de urinar depois de beber cerveja é porque ela tem um grande efeito diurético.

Por ser composta de cerca de 90% de água, ter muito pouco sódio e muito potássio, seu consumo combate a retenção de líquidos.

Além disso, graças a seu teor de lúpulo, ingeri-la moderadamente reduz em até 40% o risco de sofrer de cálculos renais.

3. Previne as doenças neurodegenerativas

neuronios_cerebro

O consumo controlado desta bebida participa da produção de novas células nervosas, melhorando a memória.

O silício que contém atua no processo de eliminação dos metais tóxicos ligados a vária doenças degenerativas.

4. É anticancerígena

Um dos polifenóis da cerveja, o xanthohumol, é conhecido por ser um poderoso antioxidante que inibe o crescimento das células cancerígenas.

Este derivado do lúpulo poderia ser usado como remédio preventivo contra o câncer de próstata e de cólon.

Além disso, por sua composição de nutrientes, também é considerada um complemento do tratamento hormonal nas mulheres.

5. É anti-inflamatória

Lidar com as dores no joelho

O lúpulo, um de seus ingredientes principais, tem um efeito anti-inflamatório e antibacteriano que reduz o risco de doenças ligadas à idade.

Este composto ativo seria uma grande ajuda no controle da artrite e de outras patologias causadas pelo excesso de inflamação.

6. Melhora a digestão

As fibras e propriedades anti-inflamatórias da cerveja a tornam uma boa aliada da saúde digestiva.

Por se tratar de um líquido fermentado, ajuda a alimentar as bactérias boas da flora intestinal e regula o pH do estômago.

Pode ser utilizada para combater os gases, a inflamação e a dor. Além disso, é um bom remédio para a prisão de ventre, graças a suas fibras.

7. É rica em vitaminas e minerais

Para fabricar esta bebida, são utilizados grãos, como a cevada e o trigo, além de água e levedura. Os grãos possuem uma grande quantidade de nutrientes que sobrevivem e têm uma atuação potencializada com o processo de fermentação e filtragem.

Trata-se de uma fonte natural de:

  • Vitaminas do complexo B (sobretudo o ácido fólico)
  • Minerais (silício, potássio, magnésio, cálcio, selênio)
  • Fibras

Visita este artigo: Alimentos não-lácteos ricos em cálcio

8. Controla o colesterol

Colesterol alto

As pessoas que consomem bebidas alcoólicas de maneira moderada têm bons níveis do colesterol bom (HDL).

Este tipo de gordura saudável reduz o excesso de lipídios no sangue, o que evita a obstrução das artérias.

A cerveja também reduz os níveis de fibrinogênio, uma proteína que aumenta a formação de coágulos no sangue.

Além disso, graças a seu alto teor de polifenóis, ela controla a pressão arterial alta e protege a saúde do coração.

9. Previne o envelhecimento

Os compostos ativos da cerveja controlam o processo inflamatório do organismo e reduzem as probabilidades de desenvolvermos doenças crônicas.

Por outro lado, destaca-se seu alto teor de antioxidantes, moléculas capazes de inibir o dano oxidativo causado pelos radicais livres.

Concluindo, ainda que seja uma bebida alcoólica, tomar cerveja em pequenas quantidades faz muito bem ao nosso corpo.

Desfrute-a tranquilamente num momento de relaxamento ou agregue-a à sua dieta cerca de duas vezes por semana.