Coisas interessantes que as mãos refletem sobre a saúde

9 coisas interessantes que as mãos refletem sobre a sua saúde

Na maioria das vezes as diferentes alterações que afetam as mãos não estão relacionadas a nenhuma doença, mas é importante conhecer as suas possíveis causas.
O que as mãos dizem sobre a saúde

Todos os dias vemos nossas mãos, mas, na verdade, não nos preocupamos em observar com atenção cada um dos seus detalhes ou possíveis alterações.

Sem sabermos disso, esta parte do corpo pode ir se alterando com o passar dos anos e, embora com o envelhecimento isso se torne mais evidente, em ocasiões há sinais mais precoces que podem falar sobre a nossa saúde.

As mãos desempenham funções muito relevantes em nossa vida em geral, e é difícil imaginar o que seríamos sem elas; por esta razão, é muito importante dar às mãos mais atenção e sermos conscientes dos possíveis sinais que podem estar nos indicando que algo não está certo.

  1. Mãos trêmulas

Maos

Ter as mãos trêmulas é um sinal que pode nos colocar em estado de alerta rapidamente.

A primeira coisa que nos vem à cabeça é o mal de Parkinson, já que este é o seu principal e mais conhecido sintoma.

No entanto, nem em todos os casos deve existir este alerta, já que as mãos trêmulas podem indicar um excesso de cafeína ou o abuso de medicamentos antidepressivos.

  1. Suor nas mãos

O suor nas mãos é muito comum, especialmente naquelas pessoas que sofrem de hiperidrose ou sudoração excessiva.

Ainda que este sinal quase nunca signifique algo perigoso, o suor nas mãos também poderia ser um indício de ansiedade, estresse ou preocupação.

  1. Mãos inflamadas

Dor-nas-maos

A inflamação das mãos costuma ser notada com facilidade. Ela quase sempre indica um quadro de edema, o qual se produz quando os líquidos ficam retidos nos tecidos do corpo.

Entretanto, de acordo com o Dr. Edward Laskowsi, codiretor do centro de medicina esportiva da Clínica Mayo (Estados Unidos), a inflamação nas mãos também poderia surgir como resposta dos vasos sanguíneos ao aumento de energia durante a atividade física.

  1. Mãos ressecadas ou descamando

Como ocorre com os pés, as mãos também podem apresentar sintomas graves como resultado do ressecamento.

Embora apenas em pouquíssimas ocasiões elas cheguem a ficar com uma aparência craquelada, as mãos podem desenvolver calos ou endurecimentos devido à falta de nutrientes e o acúmulo de pele morta.

Se, de repente, a pele parece estar descamando, isso indica uma deficiência de vitaminas do complexo B, necessárias para reparar os tecidos e fortalecer as unhas.

O aumento da niacina (vitamina B3) e biotina (vitamina B7) contribui para melhorar a sua aparência, já que ambos estimulam a produção de colágeno e a retenção da umidade natural.

Algumas fontes naturais de vitamina B incluem:

  • Peixes
  • Amendoim
  • Cogumelos
  • Abacate
  • Atum
  1. Erupções na pele e coceira

Coceira-nas-maos

Se as mãos apresentarem sintomas como coceira, ressecamento e o surgimento de erupções na pele, eles podem indicar a doença conhecida como eczema.

Neste caso, é importante consultar um médico para receber o diagnóstico adequado e um tratamento que ajude a controlar a irritação.

No entanto, se for determinado que não é um eczema e sim um simples grau de ressecamento, então a solução é aumentar o uso de cremes hidratantes ricos em vitamina A e E.

  1. Unhas brancas

Notar que as unhas estão brancas ou pálidas é um indício de anemia. Isso ocorre quando não há uma quantidade suficiente de glóbulos vermelhos para transportar o oxigênio dos tecidos.

Um exame de sangue é a melhor forma de obter um diagnóstico preciso, e o tratamento costuma incluir suplementos de ferro. No entanto, sempre é bom consultar um médico.

  1. Pontas dos dedos azuis

Se as pontas dos dedos mudarem sua cor natural para um azul ou vermelho, é importante prestar muita atenção, pois este pode ser um indício da doença de Raynaud.

Trata-se de um transtorno pouco comum dos vasos sanguíneos que afeta com frequência os dedos das mãos e dos pés, por causa do frio ou do estresse.

Ainda que o diagnóstico só possa ser dado por um especialista, a terapia para combatê-la inclui hábitos comuns como o uso de luvas de lã, parar de fumar e evitar o estresse e as temperaturas muito baixas.

  1. Unhas fracas e quebradiças

uhas-fracas

A fraqueza das unhas é muito comum nas pessoas que roem as mesmas, mas em quase todos os casos ela está indicando uma deficiência de cálcio ou proteínas, nutrientes essenciais para conservar a sua queratina.

  1. Manchas nas mãos

Por estar em contato diário com centenas de superfícies e produtos agressivos, as mãos são as primeiras a desenvolver sinais evidentes da idade, como é o caso das manchas.

Os raios ultravioleta, a contaminação e alguns compostos químicos causam alterações nas mãos acelerando o seu processo de envelhecimento.

É muito importante protegê-las com o uso de luvas e tratar de cuidar delas com cremes hidratantes e tratamentos.