A detecção do câncer de mama poderia ser mais exata - Melhor com Saúde

A detecção do câncer de mama poderia ser mais exata

Ainda que esteja em seus estágios experimentais, o uso desta pílula luminescente poderia ajudar a alcançar uma localização mais precisa das células cancerígenas melhorando assim os tratamentos.
A detecção do câncer de mama poderia ser mais exata

A detecção do câncer de mama, até o momento, baseia-se no autoexame e nas mamografias. Em algumas ocasiões as técnicas de diagnóstico baseadas em radiográficas podem resultar em falsos positivos.

Por isso, a ciência se concentra cada dia em dois objetivos mais concretos: realizar detecções seguras e confiáveis, e fazê-las nos primeiros estágios da doença.

Graças a um estudo feito pela Universidade de Michigan (Estados Unidos) foi desenvolvida uma pílula capaz de detectar células cancerígenas nos seios com uma confiabilidade de 100%

Uma técnica simples e eficaz que vamos explicar a seguir neste artigo.

A detecção do câncer de mama poderia ser mais rápida e confiável

Uma situação que muitas mulheres enfrentam no que se refere à detecção do câncer de mama é sobre os falsos positivos e, em algumas ocasiões, as intervenções são muito agressivas, na verdade, nem sempre o resultado é adequado para recorrer à mastectomia radical.

Agora com essa nova técnica o que se pretende, além de tudo, é dar um diagnóstico mais adequado para cada mulher. No entanto, cabe dizer que a  chamada  pílula luminescente está em fase de ensaio e não foi provada em seres humanos ainda.

No entanto, como nos diz o responsável pelo estudo, Greg Thurber, atualmente esse produto está sendo aplicado em outras clínicas da Europa com muito sucesso. Assim, as expectativas são muito promissoras.Pílula para a detecção do câncer de mama

A pílula que só ilumina as células cancerígenas

O modo com que funciona essa pílula é muito simples: a paciente ingere o comprimido de forma oral e aos poucos, é liberado um agente fluorescente que, se existirem células cancerígenas, se unirá a elas de imediato, para depois, serem refletidas em uma simples placa de raio x.

Não se esqueça de ler também: Aprenda a reconhecer os primeiros sintomas do câncer de mama

  • A razão pela qual os cientistas foram obrigados a desenvolver essa técnica é porque as mamografias não são muito exatas nas mulheres com mamas muito grandes.
  • Além disso, as técnicas de diagnóstico comuns não permitiriam que os especialistas soubesses se essas células desse tumor era cancerígeno ou benigno, e por isso era muito comum receber falsos positivos.
  • Esta técnica foi apresentada com grande esperança na 251ª Reunião e Exposição Anual da Sociedade Americana de Química (ACS), celebrada em San Diego (Estados Unidos).

Em um simples ensaio com ratos, demonstrou-se como esses agentes identificam as células tumorais e os vasos sanguíneos do tumor.

  • Se o tumor for benigno não aparece fluorescência, com a qual, permitirá aos médicos chegar a um diagnóstico mais rápido sem ter que recorrer a biópsias e a grandes esperas na qual o paciente passa por muitas angústias, medo e incerteza.

Em alguns anos se poderá diferenciar os tumores de crescimento rápido dos de crescimento lentoEstágios do câncer de mama

Por vezes, o tratamento é adiado ou as datas de intervenções são estendidas quando, na verdade, o fator tempo é a chave para o diagnóstico precoce e para a atuação mais rápida possível.

Para isso, ter toda a informação necessária em um mesmo dia sobre o tipo de tumor e  o que se deve fazer, sem dúvida, salvaria muitas vidas.

Você gostará também de ler: Nascem na Espanha as primeiras meninas livres do gene do câncer de mama hereditário

  • No dia de hoje a pílula luminescente só pode discriminar entre tumores cancerígenos e benignos, mas não pode demonstrar se essas células malignas são de crescimento rápido ou lento.
  • No entanto, os criadores dessa nova técnica de diagnóstico têm outro propósito: desenhar um novo agente para incluir na composição da pílula para que identifiquem também os tumores agressivos.
  • Tudo isso poderia permitir que as pacientes recebam um diagnóstico imediato e um tratamento correto de acordo com sua necessidade exclusiva.

Desse modo, evitariam-se os tratamentos agressivos, caso contrário, técnicas consideradas conservadoras provocariam uma piora no estado das pacientes afetadas.

Grandes passos, maiores esperanças

Na atualidade a detecção do câncer de mama em suas fases iniciais é essencial para poder encarar a enfermidade de forma mais segura.

A pesar disso, cabe dizer que, atualmente, o câncer de mama já não é sinônimo de morte. Graças aos avanços nos tratamentos e nos sistemas de detecção, estamos à frente de uma doença que pode ser tratada e que milhões de mulheres têm superado.Mulheres se exercitando para evitar o câncer de mama

São verdadeiras heroínas que nos demonstram que com coragem e força podem vencer o câncer de mama e outras doenças.  No entanto, temos que estar muito conscientes dos seguintes aspectos:

Não se esqueça de ler também: Principais causas do câncer de mama que você deveria conhecer

  • Realizar autoexames diários.
  • Realizar revisões periódicas com nossos médicos e comparecer às mamografias.
  • Levar uma vida saudável, evitar o sobrepeso, o tabaco, o álcool e o sedentarismo.
  • Aumentar a prevenção e as revisões médicas no caso de ter antecedentes de câncer de mama na família.