Acabe já com a tpm - Melhor com saúde

Acabe já com a tpm

A grande maioria das mulheres já sofreu ou ainda sofre com os transtornos da tensão pré-menstrual.

TPM nada mais é do que uma síndrome que antecede os dias da menstruação. Normalmente seus sintomas são conhecidos como irritabilidade, ansiedade, dores de cabeça, inchaço, distensão abdominal e seios doloridos.

Em casos mais graves pode ocorrer até depressão, síndrome do pânico e transtornos bipolares. Com hábitos muito simples você pode aliviar os desconfortos causados pela tpm. Veja quais são.

Mude seus hábitos

Cólicas nunca mais

Quando estamos na tpm, nosso  humor muda o tempo todo. E a responsabilidade disso ocorre devido à oscilação de hormônios. Mas, há algo muito importante que acaba com o humor e afeta todo o dia de uma mulher: cólica.

Porém, você pode acabar com isso. Estudos comprovam que fazer atividades físicas regularmente é uma ótima opção natural para acabar com as dores, sem nem precisar tomar remédios. 

Quando você está se exercitando, seu corpo libera endorfina, que apresenta um grande potencial analgésico, além de ativar a circulação, tirando totalmente o foco do útero e ovários, deixando a cólica de lado.

É comprovado também que mulheres que se exercitam apresentam um fluxo bem menor que as mulheres que não tem esta prática. Se você não tem como ir à academia, uma simples caminhada já ajuda.

Young People Spinning in the fitness gym

Mulheres que se exercitam apresentam um fluxo bem menor que as mulheres que não tem esta prática.

Mau humor nunca mais

Na tpm uma hora estamos dispostas e muito amorosas. Outra, nem queremos olhar para a cara da pessoa amada, não é mesmo?

E quando se está mais irritada, quantas vezes já ocorreram brigas desnecessárias por conta do mau humor? Uma dica é avisar seu companheiro que você está numa fase mais sensível.

Assim, sempre que você avisar as pessoas mais próximas sobre seu atual estado, muitos conflitos serão evitados. Seja na sua relação pessoal ou profissional.

Pratique Ioga e Chi Kung

Já dissemos que exercícios físicos amenizam os desconfortos da tpm. Porém, a ioga e o Chi Kung podem ajudar as mulheres que sofrem deste mal de forma mais intensa.

Os movimentos feitos durantes os exercícios e a postura adequada para esta atividade são capazes de combater a cólica e o estresse.

yoga

A ioga e o Chi Kung podem ajudar as mulheres que sofrem deste mal de forma mais intensa.

Novos hábitos

Mudanças nos hábitos diários promovem uma vida melhor para qualquer pessoa, seja homem ou mulher. Porém, mudar os hábitos pode ajudar as mulheres também a combater a tpm de forma mais saudável. E você pode aliviar seus sintomas com dicas bem simples:

– Não trabalhe mais que dez horas por dia. Seu corpo fica cansado e com os sintomas da tpm presentes suas atividades no trabalho não renderão como deveriam.

– Alimenta-se direito. Seu corpo necessita de nutrientes para ter um bom funcionamento. Nos dias da menstruação, principalmente os primeiros, nunca estamos muito dispostas a comer, não é mesmo?

Mas é nesse período que você precisa se alimentar ainda melhor para que seu corpo esteja resistente e os sintomas não sejam ainda mais agressivos nestes dias.

Método alternativo

Há um método alternativo que auxilia de forma bem eficaz no combate aos sintomas da tpm. O óleo essencial de gerânio trabalha como um regulador de hormônios, equilibrando seu lado emocional, estimulando o sistema linfático  o que consequentemente, diminui os inchaços.

Você pode misturar este óleo a um hidratante de sua preferência ou até mesmo um óleo de amêndoas e massagear as partes do seu corpo. Foque em pernas, braços, barriga e costas.

Outra opção é misturar apenas duas gotas de óleo à um litro de água morna e jogar sobre o corpo após o banho. Você encontra o óleo essencial de gerânio em lojas de produtos naturais.