Alimentos fermentados que não podem faltar na sua dieta

Três alimentos fermentados que não podem faltar na sua dieta

Os alimentos fermentados deveriam fazer parte de nossa dieta regular, pois seus micro-organismos vivos nos ajudam a repovoar a flora bacteriana intestinal de forma completamente natural.
Três alimentos fermentados que não podem faltar na sua dieta

Os alimentos fermentados têm uma tradição muito antiga em muitos países, onde são consumidos como acompanhamento de pratos de difícil digestão, como a carne assada.

No entanto, também são muito benéficos para nossa flora intestinal e nossa saúde geral.

Neste artigo compartilharemos três alimentos fermentados que você pode preparar em casa e que não podem faltar em sua dieta, elaborados com abacaxi, repolho e leite.

Para que servem os alimentos fermentados?

Os alimentos fermentados estão vivos, quer dizer, contêm micro-organismos que favorecem e repovoam a flora bacteriana intestinal.

Os benefícios para a saúde destes alimentos são os seguintes:

  • Melhoram a digestão.
  • Desinflamam a barriga.
  • Regulam o trânsito intestinal.
  • Melhoram a assimilação dos nutrientes dos alimentos e previnem os déficits nutricionais.
  • Elevam as defesas, graças à relação entre o intestino e o sistema imunológico.

É importante consumir estes alimentos fermentados de maneira regular, já que há fatores que danificam a flora intestinal como, por exemplo, alguns transtornos digestivos, o estresse, ou os antibióticos.

Kefir

1. Bebida de casca de abacaxi

A bebida fermentada de casca de abacaxi tem a grande vantagem de que usamos uma parte desta fruta que tendemos a desperdiçar e que, no entanto, esconde enzimas muito poderosas e benéficas para nossa saúde.

Estas enzimas ativam o processo de fermentação desta deliciosa e surpreendente bebida que tem um toque parecido à de cidra de maçã.

Além de beneficiar a nossa flora intestinal, esta bebida fermentada nos oferece as virtudes do abacaxi.

Assim sendo, nos beneficiamos das propriedades deste alimento tão digestivo que favorece a eliminação dos líquidos retidos em áreas como as pernas, a barriga ou o rosto.

Ingredientes

  • A casca de um abacaxi grande, bem lavado e, se possível, orgânico.
  • 3 xícaras de açúcar mascavo (360 g)
  • 1 litro de água

Modo de preparo

  • Em primeiro lugar, cortar a casca do abacaxi em pedaços pequenos e introduzir em um recipiente de vidro que possa ser fechado hermeticamente.
  • Em seguida, colocar o açúcar e a água.
  • Fechar a jarra e deixá-la em temperatura ambiente durante dois ou três dias, até que suma o açúcar.
  • Coar a bebida e conservá-la na geladeira.
  • Pode-se tomar em jejum para beneficiar-se de suas propriedades medicinais, ou a qualquer hora do dia para apreciar uma bebida muito refrescante.

Obs: Como o açúcar se consome durante a fermentação, é possível adoçá-la com um pouco de estévia ou mel, se quiser.

Bebida fermentada de abacaxi

2. Chucrute

chucrute é o famoso fermentado de repolho e sal marinho que se consome em muitos países europeus como acompanhamento de todo tipo de assados de carne e peixe.

Pode-se comprar também o chucrute já pronto; embora seja um produto geralmente elaborado com álcool, que não passou por um processo natural de fermentação, o que se consegue apenas com sal.

Por isso, é muito mais recomendável prepará-lo nós mesmos em casa.

Ingredientes

  • Um repolho grande ou dois médios, verdes ou roxos
  • 3 colheres de sal marinho (54 g)
  • Sementes de zimbro (opcional)

Modo de preparo

  • Cortar o repolho bem fino ou ralado e colocar em uma jarra de vidro.
  • À medida que colocar o repolho, apertar bem para comprimi-lo, colocar sal aos poucos e em partes, nas diferentes camadas, assim como as sementes de zimbro.
  • Não encher toda a jarra até o topo; você deve deixar um pouco de espaço porque durante a fermentação, o repolho desprenderá seu próprio suco. Se o suco não cobrir todo o repolho em 24 horas, adicionar água com sal.
  • Não tampar hermeticamente a jarra, e sim cobri-la com um pano.
  • Se substâncias se acumularem na superfície do suco, retirá-las aos poucos.
  • Em duas ou três semana já estará pronto o chucrute.

Chucrute

3. Kefir

kefir é um fungo através o qual se pode fermentar qualquer leite de origem animal, já que se alimenta de lactose, que é o açúcar presente no leite.

Podemos comprá-lo já pronto ou mesmo prepará-lo em casa de forma muito simples.

  • Basta deixar os grãos de kefir fermentarem no leite durante um ou dois dias.
  • O resultado será parecido ao de um iogurte líquido com um toque ácido resultante da fermentação.
  • Adoçar com um pouco de mel e acompanhar com frutas frescas ou frutos secos.