Aprenda a preparar um caldo anti-inflamatório

Aprenda a preparar um caldo anti-inflamatório e anticancerígeno

Os ingredientes que vamos adicionar são anti-inflamatórios importantes, por isso a sua combinação faz com que esse caldo seja imprescindível quando percebermos que estamos com as defesas baixas.

Frequentemente procuramos por medicamentos ou suplementos naturais que nos ajudem a tratar problemas inflamatórios ou que atuam na prevenção do câncer.

Mas não devemos nos esquecer de que existem sim alimentos com essas propriedades, e que podemos nos acostumar facilmente a consumidos diariamente para chegar ao nosso objetivo, que é prevenir esses problemas da forma mais naturais.

Nesse artigo, compartilharemos a receita e as propriedades de um delicioso e terapêutico caldo, que pode ser tomado diariamente para prevenir doenças e dores inflamatórias (reumatismo, gota, bronquite, asma, etc.), que também é um excelente preventivo contra o câncer.

Brócolis

Geralmente todos os vegetais crucíferos, que incluem o brócolis, a couve, a couve-flor e o repolho, têm propriedades benéficas para prevenir cânceres de próstata, mama, pulmão e cólon.

Vários estudos demonstraram esses dados, e esclareceram que essa capacidade preventiva de tais vegetais vem de substâncias que previnem o desenvolvimento e a expansão dos tumores. Mas, concretamente, destacamos o brócolis por seu alto teor de vitaminas C e E e de minerais como o cálcio e o ferro. O brócolis, em geral, pode nos ajudar a combater várias doenças.

Além de incluí-lo nesse caldo, recomendamos também seu consumo ao vapor, um pouco cozido e em forma de sementes de brócolis geminadas.

caldo natural de brócolis para combater inflamações

Alho

O alho, um potente antibiótico e anti-inflamatório natural, também reduz o risco de sofrermos certos tipos de câncer, como os de estômago, esôfago, pâncreas e mama. Recomendamos, além disso, que qualquer interessado em prevenir essas doenças realize a cada cinco anos a cura tibetana com alho, que nos oferecerá todos os seus benefícios.

alho é um potente antibiótico

Cebola

A cebola é um dos alimentos mais medicinais que existem, junto com o alho, e se destaca por suas propriedades anti-inflamatórias e porque seu grande teor de enxofre a torna um remédio excelente para prevenir o câncer.

Também é recomendada quando existem problemas de rins e retenção de líquidos, problemas que podem ser minimizados ou até curados a base de caldos de cebola, que também ensinaremos nesse artigo.

Aipo

Alguns estudos demonstraram que os acetilênicos contidos no aipo ajudam a prevenir o crescimento de tumores e a metástase das células cancerígenas. E, além disso, seu teor em poliacetileno ajuda a aliviar notavelmente as inflamações.

Cúrcuma

Essa raiz contém curcumina, um componente altamente anti-inflamatório, por isso é recomendada a pessoas que sofrem dores, reumatismo, fibromialgia ou fatiga crônica, etc. A cúrcuma tem, além disso, numerosos componentes anticancerígenos que inibem o crescimento de muitos rumores e, além disso, é muito útil quando o paciente está tomando medicações para superar os efeitos secundários do câncer.

Para obter esses benefícios devemos consumir cúrcuma diariamente, e essa especiaria pode ser facilmente incluída em todo tipo de sopas, guisados, cremes ou inclusive sobremesas, como sorvetes ou bolos. Sua presença no caldo que pretendemos fazer será fundamental.

Raiz de cúrcuma é um ótimo ingrediente para um caldo com ações anti-inflamatórias

Como preparar o caldo?

Coloque as verduras e hortaliças para cozinhar (é preferível que sejam todas orgânicas) junto com a água e com a cúrcuma em pó, durante pelo menos quarenta minutos (ou um pouco menos se você optar por fervê-las em panela de pressão).

Coe as verduras, se sobrarem, poderão ser reaproveitadas para preparar outros pratos, como, por exemplo:

  • Para rechear tortas salgadas;
  • Para preparar um creme de verduras;
  • Como guarnição de outros pratos;
  • Para fazer uma salada de tomate com verduras;
  • Para fazer um mexido com ovo.

Também podemos comer essas verduras diretamente, temperando com um pouco de azeite de oliva virgem extra ou com maionese caseira.

Esse caldo pode ser preparado em quantidade para durar dois ou três dias, no máximo, e assim não será necessário prepará-lo diariamente. Também podemos congelá-lo, apesar de perder algumas de suas propriedades quando fizermos isso, mas não deixará de ser uma opção.

Como tomar o caldo?

Podemos tomar três xícaras por dia, separadas ou antes das refeições, para que tenham efeitos mais potentes sobre nossa saúde. Podemos tomá-los por temporadas, principalmente nos períodos de frio ou em que percebemos que nosso sistema imunológico está fraco.

Esse caldo será imprescindível para pessoas que sofrem de doenças inflamatórias crônicas e problemas que culminam em dor, como a fibromialgia ou o reumatismo, e também pra pessoas que tenham mais probabilidades de desenvolverem algum tipo de câncer, seja por antecedentes familiares ou não.

Imagens oferecidas por ulterior epicure, looseends, frabisa e morberg.