As férias afastam as doenças virais - Melhor com Saúde

As férias afastam as doenças virais

Para cuidar melhor de nossa saúde, seria bom que tirássemos férias com mais frequência, mesmo que sejam breves. Assim mudaremos de ares e recarregaremos as energias
As férias afastam as doenças virais

Ninguém pode negar que viajar ou sair de casa por alguns dias é realmente fantástico.

Mesmo que seja ir a poucos quilômetros e somente um fim de semana, voltamos renovados e saudáveis.

Neste artigo contaremos por que as férias afastam as doenças virais.

As férias mantêm as doenças (e o médico) bem longe

Homem andando no mar

Quando foi a última vez que você tirou um descanso do escritório, do trânsito, do horário de pico e da agenda? Sair de férias não é um “luxo”, e sim uma necessidade.

Mesmo que somente se trate de uma saída de fim de semana ou um dia no campo, conseguirá muitos benefícios, que vão desde reduzir o estresse até evitar o desenvolvimento de várias doenças (principalmente virais).

Estar de férias estimula nosso bem-estar, esvazia a mente e nos permite tomar decisões importantes. Também aumenta a energia que tínhamos consumido ao longo do ano.

Ansiamos desesperadamente que cheguem estes dias de descanso quando o cérebro está “esgotado” e o corpo nos pede socorro.

Deixar tudo por alguns dias e nos desconectar de tudo (e de todos), dedicar momentos a nós mesmos e a nossos entes queridos, relaxar e desfrutar é o melhor tratamento contra qualquer doença ou problema.

As pessoas que costumam pegar qualquer vírus ou bactéria que anda rondando por aí, tendem a ter um sistema de defesas fraco.

O estresse, a falta de sono e os problemas diários não permitem que o corpo enfrente os patógenos. Por este motivo a gripe, o resfriado e a congestão nasal são tão recorrentes.

Quando saímos de férias o organismo dorme mais, está mais tranquilo e quase não se preocupa com nada.

Por isso o sistema imune se reforça e dizemos “adeus” a muitas doenças.

E isso não é tudo. Ter uns dias livres e nos afastarmos da rotina também:

  • Regula os níveis de pressão arterial.
  • Melhora a qualidade de sono.
  • Reduz o estresse e as contraturas musculares (a menos que o travesseiro do hotel seja muito diferente do nosso).

Entre os problemas de saúde que as férias podem trazer, já que nem tudo é “cor de rosa”, podemos destacar:

Tudo isso se deve ao fato de que nestes dias não prestamos atenção ao quanto comemos, a que hora vamos dormir, etc.

Quais são os benefícios de sair de férias?

Família de férias

Além das vantagens para a nossa saúde, existem muitos outros benefícios de sair da rotina.

As férias não precisam durar um mês e serem a milhares de quilômetros de casa (mesmo que isso seja perfeito).

As várias escapadas ao longo do ano, poderão ser suficientes para mudar de ar, descansar e desfrutar de um ambiente diferente.

Ao ter alguns dias livres, nosso humor melhora notavelmente. Outros benefícios relacionados com as férias são:

Prolonga a vida

Se deixarmos de lado o estresse, o colesterol e a hipertensão podemos viver mais e melhor. Justamente tudo aquilo que reduzem os dias de descanso!

Por isso, se você quiser ter muitos anos de bem-estar, basta organizar mais escapadas a cada alguns meses.

Potencializa a energia

Pessoa de férias

A fadiga crônica é um problema muito comum na atualidade e se deve à falta de descanso e à grande quantidade de atividades cotidianas (entre outros fatores).

Quando saímos de viagem recarregamos as baterias e nos sentimos com mais vitalidade.

Aumenta a criatividade

É difícil para você pensar em algo inovador, tomar decisões brilhantes ou melhorar seu desempenho no trabalho? Talvez estejam faltando algumas férias.

Isso é verdade, pois sair da rotina refresca a mente e permite ter mais ideias interessantes. Também, são necessárias caso tenhamos que tomar uma decisão importante.

Estes benefícios se mantêm até um mês depois de voltar para casa. Por isso se aconselha tomar descansos mais curtos, porém menos espaçados.

Isso significa não esperar os quinze ou vinte dias de férias para viajar, e sim planejar escapadas de um fim de semana (e aproveitar os feriados).

Assim a mudança não é tão brusca e não ficaremos doentes ou estressados mais do que o normal.

Como se fosse pouco, evitaremos a síndrome pós férias que gera depressão.

Visite este artigo: 6 hábitos alimentares que geram ansiedade e depressão

Praia ou montanha? Verão ou inverno?

Mala para sair de férias

O principal objetivo das férias deveria ser melhorar nosso bem-estar. Baseando-se nisso, devemos escolher o destino com muito cuidado.

Por exemplo, se sofrermos de hipertensão, aconselhamos viajar a destinos com praia (ou ao nível do mar) e, por outro lado, se tiver pressão baixa, decida por algum lugar nas montanhas.

No caso das pessoas com pele muito branca ou sensível não se recomendam destinos que incluam atividades ao ar livre e ao sol durante várias horas.

Talvez nesse caso poderia ser bom viajar no inverno ou passear cedo pela manhã ou ao entardecer.

Os destinos de montanha ou serras são ideais para aqueles que sofrem rinite alérgica, já que existe menos poluição e quase nenhuma presença de ácaros.

As pessoas alérgicas a picadas de insetos devem evitar lugares com selva, pântanos ou bosques e sempre levar a medicação adequada.

O calor e as longas viagens de avião são inimigos íntimos das varizes porque dificultam a circulação de sangue nas pernas. O mesmo acontece se costumamos sofrer com retenção de líquidos ou edemas.