Atenção! Alimentos proibidos para quem sofre de cólon irritável

Atenção! Alimentos proibidos para quem sofre de cólon irritável

O leite de vaca pode ser um problema para o cólon irritado. Substitua-o por leite de amêndoas ou de soja. A seguir você conhecerá outros alimentos pouco recomendados para esta condição.

Os sintomas que a síndrome do intestino irritável provoca podem ser muito incômodos e causarem uma grande quantidade de inconvenientes. Cada pessoa que sofre com este problema pode sentir incômodos diferentes, já que todos os organismos não reagem do mesmo modo: se uma pessoa sofre com tal alimento, a outra pode não sentir.

As pessoas que sofrem de cólon irritável podem melhorar e aliviar os sintomas, o que os permite levar uma vida normal, basta seguir uma dieta adequada de maneira contínua. Por esta razão, a seguir mostraremos os alimentos que você NÃO deve, nem pode comer se tiver o cólon irritável, já que o consumo destes alimentos pode aumentar o problema.

Evite as frituras e os fast-food

Fast-food pode causar irritação no cólon

Alimentos fritos como as batatas fritas, o frango e em geral, todos aqueles alimentos que são fritos com bastante óleo são muito prejudiciais para a saúde, especialmente se você tem a síndrome do cólon irritável. Além disso, fast-food como os hambúrgueres, as pizzas e os cachorros quentes, são alimentos que podem aumentar o problema de modo bastante significativo.

Uma maneira mais saudável de preparar os alimentos em vez de fritá-los é cozinhá-los a vapor ou no forno. Os alimentos assados, seja na chapa ou no forno, são muito mais saudáveis, se for usar um pouco de óleo é melhor usar o de oliva ou de coco. 

Comer a menor quantidade possível de carnes vermelhas

Recomenda-se evitar o consumo de carnes vermelhas em todas as suas formas de preparação, incluindo as salsichas, o presunto, a carne moída e as costelas, já que essas carnes demoram mais tempo para serem digeridas, e por isso, passam um tempo maior no organismo, o que afeta a saúde dos intestinos.

Ainda que muitas pessoas não queiram deixar faltar uma boa porção de carne no almoço e no jantar, o que deveriam fazer é reduzir estas porções e procurar comer somente três vezes por semana. Consuma preferivelmente a carne assada ou cozida, magra, sem nada de gordura.

Dizer NÃO aos lácteos pode ajuda na síndrome do cólon irritável

Lácteos podem irritar o cólon

Os lácteos são alimentos que devem ser evitados na dieta de pessoas que sofrem com o cólon irritável, já que estes alimentos, além de não trazerem fibras para uma melhor digestão, contêm gordura, lactose, e as proteínas do soro e a caseína aumentam os problemas digestivos, provocando graves diarreias ou constipação.

O leite de vaca pode ser substituído pelo leite de amêndoas, leite de soja ou de cabra sem processar..

Cuidado com a gema do ovo

O ideal é consumir o menos possível o ovo, ou pelo menos a gema, já que ela contém muita gordura. A clara é mais fácil de digerir e por isso é mais saudável.

Evite o açúcar e os adoçantes artificiais

açúcar em excesso pode irritar o cólon

O açúcar refinado carece de vitaminas e minerais, e somente traz carboidratos que não brindam nenhum benefício ao nosso organismo. Em geral, todos os açúcares refinados e os adoçantes artificiais podem provocar muitos problemas de nível digestivo, o melhor é tratar de reduzir o máximo seu consumo.

Uma alternativa saudável é utilizar o mel de abelha orgânico sem processar, já que este produto pode trazer a energia necessária para realizar as tarefas diárias, de uma maneira saudável e natural.

Não consumir bebidas com muito açúcar ou cafeína

Os refrigerantes, como todos sabem, contêm abundantes quantidades de açúcar, o que faz mal a saúde intestinal, já que estas bebidas podem causar desidratação e se o corpo não receber água suficiente pode sofrer constipação.

Caso você deseje tomar café (por seu alto conteúdo em cafeína), beba suficiente água. O chá verde é uma boa opção além dos sucos de frutas naturais feitos em casa, deste modo podemos manter a correta digestão e logo, uma boa saúde intestinal.