Bicarbonato de sódio: o pesadelo da indústria farmacêutica

Bicarbonato de sódio: o pesadelo da indústria farmacêutica

bicarbonato de sódio

O bicarbonato de sódio é um produto utilizado desde a antiguidade como um aliado da saúde, da beleza e do lar. Este produto continua sendo fonte de pesquisas em muitos lugares do mundo, já que existe a crença de que suas propriedades podem ser ainda maiores do que as que já conhecemos.

Para muitas pessoas é difícil acreditar que um elemento tão comum como o bicarbonato de sódio possa ser mais benéfico do que muitos dos produtos farmacêuticos que prometem melhorar a saúde. O certo é que há evidências que demonstram que o bicarbonato de sódio pode ajudar a prevenir e combater muitas doenças, incluindo problemas de saúde crônicos como o câncer e a diabetes. De fato, alguns médicos já estão começando a utilizá-lo e a recomendá-lo com mais frequência, já que oferece muitos benefícios.

bicarbonato-de-sodio1-500x331

As pessoas deveriam manter sempre o bicarbonato de sódio como opção na hora de tratar muitos problemas de saúde. Este produto foi utilizado até por oncologistas, já que poderia reduzir os efeitos da quimioterapia e a radiação em órgãos tão importantes quanto o fígado e os rins.

Em muitos lugares do mundo as pessoas começaram a diluir pequenas doses de bicarbonato de sódio em água, com o fim de ter uma bebida alcalinizante para curar a acidez e outros problemas de saúde relacionados. Sabendo dos benefícios do bicarbonato de sódio, em muitas salas de emergência ele começou a ser utilizado para salvar vidas. Foi identificado que a combinação de bicarbonato com outras substâncias, como o iodo e o cloreto de magnésio, cria um remédio altamente poderoso para ser usado em diferentes tratamentos de medicina.

Um dos principais benefícios do bicarbonato de sódio é o seu poder para ajudar a alcalinizar o corpo de forma natural. Quando há problemas de falta de íons de bicarbonato, há uma queda no pH do sangue, o que se traduz em muitos problemas de saúde ocasionados pela condição ácida do corpo. O fato de que as células funcionam melhor em um ambiente ligeiramente alcalino confirma mais uma vez a eficácia do bicarbonato de sódio.

bicarbonato--500x331

A dieta é fundamental para conservar os níveis adequados de pH no sangue. No entanto, o estilo de vida atual, a má alimentação e o aumento no consumo de alimentos pouco saudáveis, como as comidas industrializadas, criam um ambiente ácido no corpo que, posteriormente, causa diferentes doenças. Quando o pH do organismo se reduz e passa a ser ácido, há um maior risco de sofrer com doenças crônicas como o câncer, gastrite, osteoporose, diabetes e doenças do coração, entre outros.

Nesse sentido, o bicarbonato de sódio é um grande aliado da saúde, já que ajuda a transportar oxigênio mediante a dilatação dos vasos sanguíneos e a liberação de oxigênio nos tecidos celulares, ajudando a regular o pH a um nível normal ou ligeiramente alcalino. Está comprovado que o bicarbonato de sódio pode ajudar a prevenir graves problemas de saúde como a artrite, a gota, a gripe, cálculos renais ou diabetes, entre outros.

Considerando os importantes e eficazes benefícios do bicarbonato de sódio para a saúde, as pessoas podem começar a consumi-lo como um tratamento natural e seguro para fazer frente a diversas doenças. De fato, uma combinação de bicarbonato de sódio com cloreto de magnésio pode ser tomada via oral para prevenir uma grande quantidade de problemas de saúde no futuro. Ambos os ingredientes trabalham para livrar eficazmente os tecidos, células e órgãos das toxinas e ácidos que costumam se acumular nos mesmos.

O bicarbonato de sódio se transformou no pesadelo da indústria farmacêutica graças aos seus múltiplos benefícios. Trata-se de um produto econômico, seguro e eficaz que pode ser utilizado sem nenhum problema, sempre que for consumido em quantidades moderadas e precisas.

Em qualquer situação, é preciso consultar seu médico para saber se existe algum tipo de risco em consumir bicarbonato de sódio para melhorar a saúde. Até o momento, sabe-se que em algumas pessoas ele poderia ter efeitos colaterais que incluem sede, dor de cabeça, inchaço nas pernas ou fraqueza, entre outros.