Causas e consequências do bruxismo - Melhor com saúde

Causas e consequências do bruxismo

Se sofremos de bruxismo, devemos evitar os fatores desencadeantes, como a ansiedade e o estresse, bem como o consumo de certos medicamentos, drogas, álcool e tabaco.

O bruxismo consiste em apertar os dentes ou os fazer rangerem de maneira involuntária, esta situação pode acontecer com pessoas tanto dormindo quanto acordadas.

Ainda que não se conheça a causa exata deste transtorno, o estresse e a ansiedade são importantes fatores neste problema, e podem ser seus principais desencadeantes.

Mesmo assim, existe certa possibilidade de que o consumo de certos medicamentos, drogas, álcool, tabaco, entre outros, também possa contribuir para o aparecimento do bruxismo.

Consequências

Esta situação de “apertar ou ranger” os dentes pode causar:

  1. Problemas na articulação temporomandibular
  2. Os músculos dessa zona se inflamam
  3. Desgaste prematuro dos dentes
  4. Fraturas dentais
  5. Dores de cabeça e ouvido
  6. Transtornos de sono
  7. Perda do esmalte dental
  8. Excessiva sensibilidade nos dentes
  9. Hipertrofia dos músculos da mastigação (masseter).

Existem tratamentos? Quais são?

Você pode recorrer à utilização de protetores para a boca que protegem os dentes da pressão exercida ao apertar ou ranger os dentes, além de massagens relaxantes dos músculos da face, especialmente da zona mandibular, pescoço e ombros.

Ferula

O protetor dental é um dos melhores “tratamentos” para o bruxismo.

Está claro que, para prevenir, devemos evitar os fatores desencadeantes, neste caso a ansiedade e o estresse.

Remédios naturais para evitar o bruxismo

 

Utilize ervas que possuem propriedades relaxantes e calmantes, para eliminar a tensão e o nervosismo.

Boldo

Realizar infusão de 2,5 gramas de folhas secas de boldo em 100 mL de água antes de dormir. Evite a interação com outros medicamentos. Não consuma por mais de 4 semanas.

Camomila

Consumir infusão de uma colherada de flores secas de camomila. Beba uma xícara antes de ir dormir. Evite o uso durante a gravidez.

Valeriana

Infusão de 15 gramas da raiz da planta, no qual deve repousar durante a noite. Evitar o consumo durante a gravidez, lactação e em crianças pequenas.

Manjerona

Tomar infusão de 5 gramas de folhas e sumidades florais em 250 ml de água. Pode ser consumida três vezes ao dia.

Melissa

Infusão de uma pitada de folhas secas em copo de água durante 25 minutos. Beba três copos por dia.

Banhos relaxantes

Baño-relajante

Tomilho

 

Você pode tomar um banho relaxante adicionando na água de sua banheira uma boa porção de infusão de flores de tomilho.

Sálvia

Realizar infusão de três colheradas da planta seca em um litro de água. Adicione a infusão na água da banheira.

Estes banhos relaxantes podem ser realizados durante 15 a 20 minutos.

Aplicação de calor

Molhe uma toalha em água quente, assegure-se que a temperatura seja agradável, elimine o excesso de água e coloque sobre ambos os lados da face. Isto ajudará a relaxar os músculos tensionados.

Musicoterapia

É um recurso bastante benéfico para desocupar a mente e aliviar as tensões da atividade diária.

Alimentação

Uma alimentação rica em cálcio ajuda a proteger os dentes do desgaste ocasionado pelo bruxismo.

Quais alimentos são ricos em cálcio?

  • Verduras e hortaliças como espinafre, cebolas, agrião, alcachofra, acelga, brócolis.
  • Legumes: feijões brancos, grão-de-bico, soja, lentilhas.
  • Leite e seus derivados, ovos.
  • Peixe, mariscos e crustáceos.

Evite comer frutos secos já que por serem duros podem agravar a dor nas mandíbulas.

Outros conselhos

  • Beber um copo de leite morno antes de dormir.
  • Aprender a levar as coisas com calma e com uma mentalidade positiva.
  • Realizar exercícios de relaxamento mediante respirações suaves e profundas antes de dormir e em qualquer situação que traga estresse ou ansiedade.

“No caso de acordar com uma dor na mandíbula sem causa aparente suspeite do bruxismo.”