Cereais, bons para o coração e o cérebro - Melhor com saúde

Cereais, bons para o coração e o cérebro

A última Pesquisa de Orçamentos Familiares do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), referente ao biênio 2008-2009, mostra que o consumo de cereais por aqui ainda é bem baixo.

Segundo o levantamento, apenas 2,2% da população costuma consumir flocos à base de milho, trigo e aveia. E, por incrível que pareça, o índice despenca entre os jovens: só 1,7% deles consumem com regularidade.

Apesar de taxas tão pequenas, tanto a indústria quanto as autoridades em saúde apostam na maior presença desses grãos no cardápio verde e amarelo. Prova disso foi a sua recente inserção na pirâmide alimentar brasileira.

O destaque para os flocos de milho e seus parceiros ultrapassa fronteiras. Uma revisão de estudos publicada no Jornal Italiano de Pediatria reforça o impacto do café da manhã na saúde de gente de qualquer idade, sobretudo se for à base de cereais matinais.

Coração protegido

Um dos principais pontos elencados pelo documento italiano são os benefícios de uma porção matinal para o coração.

Os farelos de aveia e de trigo fornecem fibras solúveis, que auxiliam na redução de triglicérides e do colesterol ruim. Já a beta glucana, fibra típica da aveia, se une às moléculas de gordura, formando um complexo eliminado nas fezes.

Consumir cerca de 5 colheres de sopa do grão por dia reduz em 5% os níveis do mau colesterol. Tem mais: pesquisadores da Universidade Harvard, nos Estados Unidos, notaram um elo entre o consumo de cereais e a redução do risco de pressão alta em homens de meia-idade.

Intestino eficiente

Se as fibras solúveis são amigas dos vasos, as insolúveis dão aquela forcinha ao sistema digestivo. Na Universidade de Leeds, na Inglaterra, cientistas analisaram os efeitos da ingestão do farelo de trigo em 153 voluntários. Eles viram que após duas semanas houve melhoras no trânsito intestinal e até mesmo na disposição dos participantes.

muesli with yogurt,healthy breakfast rich in fiber

O consumo regular de cereais é capaz de melhorar consideravelmente o trânsito intestinal.

Memória afiada

Dentro de um desjejum equilibrado, o cereal traz vantagens para o cérebro. Os dados coletados indicam uma íntima relação entre o que colocamos na tigela logo cedo e o bom funcionamento da nossa rede de neurônios.

É que os flocos de milho e companhia são fontes de nutrientes imprescindíveis às funções cognitivas: em crianças e adolescentes, melhoram a performance na escola e, nos mais velhos, asseguram agilidade mental e memória afiada.

A falta de vitamina B12 pode atrapalhar o desempenho cerebral. Por sorte, sua presença em cereais garante as cotas diárias de que precisamos.

Peso Controlado

Começar o dia com flocos de milho e afins também faz diferença para aqueles que se preocupam com a balança. Um experimento com adolescentes americanas mostrou que saborear uma porção de cereal com leite logo cedo reduz os abusos no almoço e a vontade de comer guloseimas à tarde.

O efeito, veja, não é só imediato. Por falar em gente jovem, incluindo a criançada – público que costuma pular o café da manhã ou apelar para soluções rápidas -, fica ainda mais importante o convite de adotar uma tigela de cereais. Por causa das fibras e vitaminas, os grãos ainda deixam pra trás aquele copo de leite com achocolatado, rapidamente absorvido pelo corpo.

Rolled oats in a teacup

Só não se esqueça de checar as informações nutricionais do seu cereal, pois alguns podem conter corantes e altas taxas de sódio, e prejudicar o organismo.

Só não se esqueça de checar o rótulo das caixas. Alguns cereais são cheios de corante e carregam muito sódio. Quanto mais natural e livre de aditivos, melhor. Aí, o pão com manteiga e o leitinho que se cuidem.