Como seu cérebro reage quando você para de comer açúcar - Melhor Com Saúde

Como seu cérebro reage quando você para de comer açúcar

A química do cérebro fascina e desafia a inteligência de cientistas de todo o mundo.

Nosso cérebro funciona graças a um complexo sistema bioquímico que resulta em impulsos nervosos, de onde surgem nossos pensamentos, tão abstratos.

O funcionamento do cérebro é muito influenciado pela quantidade e pelo tipo de nutrientes que chegam até ele. Neste artigo, vamos explicar como a redução ou suspensão do consumo de açúcar afeta este órgão fantástico: o cérebro.

O açúcar vicia?

Acucar

Sim, como você já deve desconfiar, o açúcar é uma substância altamente viciante, assim como a cafeína. Algumas pessoas, quando não tomam café pela manhã, sentem dor de cabeça ao longo do dia. O mesmo pode ocorrer quando interrompemos bruscamente o consumo de açúcar.

Como o açúcar está presente não apenas em alimentos doces, mas também em salgados, como pães e massas, o sentimento de falta da substância não nos afeta tanto. Mas, ainda assim, é possível que você sinta irritação, cansaço, ansiedade e até insônia devido à falta de doces.

Açúcar não é alimento

Há alguns anos, o açúcar se tornou o grande vilão da dieta porque não tem nenhum nutriente, fornecendo apenas energia. Por isso, muitas pessoas decidiram renunciar ao doce, ou, ao menos, ao excesso de açúcar branco em suas vidas.

O açúcar ativa os mesmos circuitos nervosos que outras substâncias que causam dependência. Tanto que, quando tentamos eliminar o doce ou até diminuir seu consumo, temos algumas dificuldades.

O que acontece muitas vezes é que diminuímos a quantidade de doces, como bolos, biscoitos e chocolate, mas aumentamos a quantidade de carboidratos “salgados”, como pães e macarrão, que contém amido, que se transforma em açúcar no corpo e nos permite diminuir os sintomas desagradáveis da abstinência.

Estudos sobre a abstinência de açúcar

Cafe-com-acucar

O maior número de estudos realizados sobre a ação do açúcar no corpo usou ratos como cobaias. Durante alguns dias, os pesquisadores administraram uma solução açucarada aos ratos e, posteriormente, a interromperam.

No período de retirada do açúcar, os investigadores observaram nos ratos diferentes sintomas físicos: tremores nas patas, sacudidas da cabeça ou ranger dos dentes. Além disso, também se observou um declínio da motricidade.

O que o açúcar faz em nosso cérebro?

Ao consumirmos açúcar, sentimos uma sensação de prazer, bem-estar e até euforia, pois aquele pedaço de chocolate ou pão doce faz o cérebro liberar grandes doses de dopamina.

Em busca dessa sensação de prazer, assim como com qualquer outra substância viciante, procuramos consumir o açúcar novamente. É por isso que, ao diminuir a quantidade de açúcar da dieta, podemos apresentar os seguintes sintomas:

— falta de motivação
— distúrbios do sono
— vontade exagerada de comer (sobretudo massas e outros alimentos ricos em carboidratos)
— falta de fome
— dor de cabeça
— cansaço
— irritação e ansiedade sem motivo aparente

Benefícios de consumir menos açúcar

Você pode estar se perguntando: “Mas, se eu parar de comer açúcar, não vou sofrer de alguma carência nutricional?” A resposta é não. O açúcar branco não tem nenhum valor nutricional, apenas energético, e essa energia você pode obter de muitos outros alimentos mais saudáveis, como os cereais integrais e as frutas.

Acucar-e-o-cerebro

Veja alguns benefícios de diminuir o consumo de doces:

Você vai emagrecer

O açúcar é altamente calórico e muitas dessas calorias não são usadas pelo corpo, sendo armazenadas sob a forma de gordura. Ao diminuir a ingestão de doces, o corpo precisará queimar gordura para gastar a mesma quantidade de calorias de que precisava antes.

Seu sistema circulatório ficará mais forte

Alguns estudos afirmam que o excesso de açúcar causa alterações no sistema cardiovascular e aumenta o risco de derrames e entupimentos das artérias.

Sentirá saciedade mais facilmente

A diminuição do consumo de açúcar geralmente faz com que consumamos alimentos de digestão mais lenta, como aveia e grãos integrais, que aumentam a sensação de saciedade, são mais nutritivos e menos calóricos.

Seu corpo estará mais protegido contra o câncer e o diabetes

O açúcar em excesso faz o pâncreas produzir mais insulina, o que aumenta o risco do organismo desenvolver diabetes tipo 2 e câncer de pâncreas e de intestino.

Seu fígado ficará mais saudável

Desintoxicar o corpo do excesso de açúcar é ideal para purificar o fígado e o sangue. O açúcar pode ter um efeito tão nocivo sobre o fígado quanto o álcool.

Diminuir ou eliminar o consumo de açúcar branco e seus derivados também previne o envelhecimento precoce, ajuda o cérebro a ter mais capacidade de concentração e memória.

Procure substituir o açúcar aos poucos, usando adoçantes naturais, como o mel e a estévia. Acompanhe as melhoras na sua saúde e qualidade de vida, perseverando mesmo quando os sinais de abstinência começarem a aparecer. Se você perseverar nos seus novos hábitos, então não sentirá mais falta de açúcar.