O chocolate não engorda? - Melhor Com Saúde

O chocolate não engorda?

Os níveis de gordura presentes no chocolate são menores do que os de qualquer outro alimento, por isso ele não interfere nenhuma atividade física ou dieta que você estiver fazendo.

O que há de mais delicioso que o chocolate? São poucas as pessoas que não gostam de chocolates, porém, mesmo assim, não deixa de ser uma das delícias mais apreciadas no mundo.

Apesar disso, o chocolate tem muita má fama, sempre se pensou que o chocolate engorda, ou aumenta o colesterol por sua quantidade de gordura e açúcar. Recentemente um grupo de pesquisadores da Universidade de Granada (Espanha), desmentiu o tabu de que o chocolate engorda e arruína a dieta de muitos. Sempre conspiraram sobre o chocolate, e ainda existem aqueles que pensam que simplesmente ajuda a engordar ainda mais.

Apesar de tudo que dizem sobre o chocolate, é rico em flavonoides, o que é muito importante para o corpo, já que estas vitaminas são bastante saudáveis.

A cardiopatia isquêmica é uma das doenças que o chocolate pode ajudar a combater, além de ser um bom antioxidante, serve como antitrombótico e também como anti-inflamatório.

Estudos realizados recentemente

O novo estudo da revista Nutrition analisou como o chocolate influencia na acumulação de gorduras nas áreas mais importantes do corpo (abdômen e outras partes), e o mais impressionante dos resultados é que o chocolate proporciona níveis mais baixos de gordura que qualquer outro alimento, assim que não afeta nenhuma atividade física ou dieta.

O estudo Healthy Lifestyle in Europe by Nutrition in Adolescence (HELENA) escolheu adolescentes entre 12 e 17 anos para a elaboração deste trabalho, no total foram 1.458 adolescentes. Este estudo é o encarregado de conhecer os hábitos alimentares dos jovens de alguns países europeus.

Chocolates

Da mesma maneira, foram observadas medidas corporais, algumas atividades físicas e foi feita a análise da dieta dos jovens participantes do estudo. Cada resultado foi independente do que consumiam ou faziam os participantes. Porém, os pesquisadores anunciaram que os alimentos não devem ser avaliados pelo impacto biológico que geram em nosso corpo nem por seu conteúdo calórico.

Ainda que tenham determinado que o chocolate não seja um perigo para a obesidade, os pesquisadores insistem em controlar seu consumo. Eles asseguram que “em quantidades moderadas, o chocolate pode ser bom. Mas uma ingestão excessiva se torna  sem dúvida, prejudicial. Porque como se diz: tudo em excesso faz mal”.

Finalmente, os pesquisadores enfatizaram que o chocolate não é perigoso para ninguém, em especial se você pensa que irá ganhar peso com ele. O importante é não exceder com o consumo, e sempre tenha em conta que alguns alimentos para alguns são perigosos, mas para outros são  grande benefícios para a saúde.