Coletor menstrual: uma alternativa ecológica - Melhor Com Saúde

Coletor menstrual: uma alternativa ecológica

Cada vez mais ouvimos a respeito dos efeitos negativos dos absorventes íntimos para a saúde, devido aos seus componentes tóxicos. Porém, as mulheres ainda não querem abrir mão de sua comidade, afinal quais são as opções?

Pois, neste artigo falaremos do coletor menstrual, uma alternativa ecológica, econômica, cômoda e, sobretudo, uma alternativa saudável com relação aos absorventes.

Riscos dos absorventes íntimos

Os absorventes íntimos incluem entre seus componentes algumas substâncias tóxicas. Um dos componentes é o amianto, uma substância mineral que aumentaria o sangramento menstrual, provocando maior uso de absorventes e que, além disso, pode ser cancerígeno. Como não se comercializa para ser ingerida oralmente não é considerada ilegal, mas por colocarmos os absorventes íntimos dentro da cavidade vaginal, em contato com nossa mucosa do útero, o corpo as absorve diretamente à irrigação sanguínea. 

Outro componente tóxico é a dioxina, a qual se usa para branquear as fibras dos absorventes. Essa é também potencialmente cancerígena e pode alterar o sistema imunológico e reprodutivo, além de ser um fator que contribui ao desenvolvimento da endometriose. Vários estudos e, inclusive, algumas entidades, já declararam que estar em contato constante com esta substância é perigoso.

Finalmente, os absorventes íntimos também incluem raiom, um elemento absorvente que pode chegar a provocar um choque tóxico. 

E então, por que não são proibidos tais absorventes?

Tendo em vista que estes absorventes são considerados produtos que não são ingeridos, não se considera a toxicidade que pode provocar. No entanto, há mulheres que os usam habitualmente e apenas temos que calcular aproximadamente quantas horas passam usando os tampões ao longo de suas vidas para entendermos que o contato contínuo deveria ser o suficiente para garantir que não incluíssem nenhuma substância tóxica ou potencialmente perigosa.

Por outro lado, as compressas também contêm dioxina, mas, ao menos, neste caso, não estão em contato tão direto com a cavidade vaginal.

No mercado ecológico podemos encontrar alguns absorventes elaborados 100% com algodão natural e sem processos de branqueamento, mas o ponto negativo é que geralmente são caros.

O coletor menstrual

 

Felizmente temos uma alternativa aos absorventes íntimos convencionais, e também às compressas, trata-se do coletor menstrual. Ele é feito com silicone e tem a forma de um copo. É flexível, o que nos permite dobrá-lo com facilidade para introduzi-lo na vagina. Uma vez dentro da cavidade, recolhe o sangramento, sem absorvê-lo. Ao retirar, deverá ser esvaziado no vaso sanitário e lavado e higienizado simplesmente com água e sabão, e depois poderá ser colocado novamente na cavidade vaginal. Depois dos dias da menstruação, pode-se esterilizá-lo com água fervente e em seguida pode ser guardado até o próximo período. Também podemos limpar ocasionalmente com água oxigenada, com vinagre ou com algum sabão natural.

copa-menstrual-Zane-Selvans

Vantagens do coletor menstrual:

  • É ecológico, visto que é fabricado com silicone e dura aproximadamente 10 anos.
  • É econômico, já que basta limpá-lo depois de usar
  • É saudável, pois não contém nenhuma substância tóxica
  • É prático, já que podemos usá-lo do mesmo modo que um tampão, mas sem ter que substitui-lo
  • Nos ajuda a prevenir infecções como a cistite, diferentemente das compressas.
  • Os coletores têm a capacidade aproximada de 30 ml, que é mais ou menos o terço do sangramento total de uma mulher durante sua menstruação, pelo que não teremos a necessidade de trocá-lo tão rapidamente como um tampão ou compressa.
  • Nos ajuda a nos relacionar saudavelmente com a menstruação, sem tabus, conhecendo nossa quantidade e ritmo natural de menstruar.

Tipos de coletor menstrual

No mercado existem várias marcas de coletores. Podemos encontrá-los facilmente em lojas de produtos naturais ou pela internet.

Geralmente, há de dois tamanhos. Um pata mulheres mais jovens ou que não tiveram filhos e outro que é ligeiramente maior, para mulheres mais velhas ou que já foram mães.

copa-menstrual-Greencolander

Como são usados?

Quando comprar o coletor, você encontrará as instruções detalhadas, ainda que na internet também existem vídeos que ajudam com explicações. Basicamente, comprimiremos a parte larga do coletor para poder introduzi-lo bem, e uma vez dentro da cavidade vaginal, soltaremos o coletor para que se abra. Para retirá-lo, esticaremos com suavidade a sua base.

Talvez, a princípio, custe um pouco a adaptação, mas rapidamente se aprende a usá-lo com agilidade. Vale a pena testar!  

Imagens cortesia de Zane Selvans e Greencolander.