Combater hipotireoidismo com alimentos que aceleram o metabolismo

Como combater o hipotireoidismo com alimentos que aceleram o metabolismo

Para estimular a produção de hormônios da tireoide e evitar o hipotireoidismo é fundamental incluir na dieta alimentos ricos em iodo, assim como outros que favorecem sua absorção e fortalecem o organismo.

O hipotireoidismo é um transtorno que ocorre quando a glândula tireoide se enfraquece e diminui a liberação de hormônios.

Como consequência apresentam-se uma série de sintomas, já que esta atividade hormonal é a que se encarrega de regular as reações metabólicas, neuronais e cardiocirculatórias de todo o corpo.

Seu desenvolvimento está relacionado à má alimentação, à exposição as toxinas, ao estresse e a outros hábitos pouco saudáveis que afetam a saúde em geral.

Quais são os sintomas de hipotireoidismo?

Uma pessoa que desenvolve esta doença apresenta pouco a pouco várias mudanças em seu corpo por causa do desequilíbrio hormonal.

Os sintomas mais comuns são:

  • Mudanças bruscas de humor.
  • Sensibilidade ao frio.
  • Ganho ou perda de peso.
  • Depressão e ansiedade.
  • Períodos menstruais irregulares ou excessivos.
  • Dificuldades para evacuar.
  • Sensação de cansaço e fraqueza.
  • Pele seca.
  • Cabelo, pele e unhas quebradiços.
  • Queda excessiva de cabelo.

Como combater o hipotireoidismo acelerando o metabolismo?

Uma das chaves para superar os sintomas do hipotireoidismo é adotar hábitos que permitam acelerar o ritmo do metabolismo.

Este conjunto de reações químicas é o encarregado de transformar a energia dos alimentos no combustível que precisamos para viver.

Além disso, ele tem a ver com a função digestiva, o sistema cardiovascular e muitas outras funções vitais do corpo.

A vantagem é que sua função pode ser modificada com facilidade, adaptando-o a nossas necessidades para perder peso e fortalecer a saúde.

Uma das formas de conseguir fazer isso é aumentando o consumo de alimentos saudáveis e ricos em substâncias que estimulem sua função.

Também é importante praticar mais atividades físicas e dormir de 7 a 8 horas diárias, sem interrupções.

Alimentos que aceleram o metabolismo para tratar o hipotireoidismo

Depois de receber o diagnóstico de hipotireoidismo é preciso fazer algumas mudanças na dieta para evitar o ganho excessivo de peso e outras consequências da diminuição dos hormônios da tireoide.

Os alimentos e nutrientes que mencionaremos a seguir são eficazes para apoiar a função da tireoide diante desta condição.

Alimentos ricos em iodo

Alimentos-ricos-em-iodo

O iodo é uma substância essencial para a função da tireoide e muitos dos casos de hipotireoidismo ocorrem por sua deficiência.

Seu consumo contribui para controlar a ansiedade e incômodos digestivos como os parasitas, a inflamação e a indigestão.

Pode ser obtido através de:

  • Vegetais marinhos
  • Mirtilos
  • Iogurte natural
  • Feijões brancos
  • Morangos orgânicos
  • Sal do Himalaia
  • Laticínios
  • Batatas
  • Suplementos

Óleo de coco

Este alimento tem a capacidade de acelerar o metabolismo e estimular a produção de hormônios da tireoide.

Suas propriedades antibióticas e antifúngicas combatem fungos e bactérias como a H. pylori e a cândida.

Porém, é importante aprender a identificar a versão 100% orgânica e livre de processos de refinamento.

Como consumir?

  • Comece tomando uma colher de chá todos os dias e vá aumentando pouco a pouco até consumir três colheres de sopa por dia.

Vitaminas do complexo B

Vitaminas-do-complexo-B

Todas as vitaminas do complexo B são essenciais para manter a tireoide em bom estado, mas cada uma desempenha funções diferentes.

  • A tiamina (B1): é necessária em caso de tireoide hiperativa.
  • A riboflavina (B2): é importante para a produção adequada de hormônios.
  • A niacina (B3): é necessária para o funcionamento eficiente de todas as células e glândulas do corpo.
  • A piridoxina (B6): sem esta vitamina a glândula tireoide não pode usar o iodo de forma eficiente.
  • A cobalamina (B12): o hipotireoidismo impede a absorção desta vitamina. O problema é que sua deficiência aumenta o risco de doenças neurológicas.

Vitamina D

A deficiência de vitamina D está relacionada a várias patologias autoimunes, incluindo as doenças da tireoide.

Você pode ingerir esta vitamina através de suplementos ou tomando alguns minutos de sol todos os dias.

Zinco

Tanto o hipotireoidismo como o hipertireoidismo podem ocorrer por deficiência de zinco no organismo.

Este mineral participa da resposta imunológica do corpo e do processo por meio do qual se elimina o excesso de peso.

Cobre

cobre

O cobre ajuda a balancear a tireoide e combate sintomas como a diminuição dos glóbulos vermelhos, o ressecamento da pele e os problemas com as unhas e o cabelo.

Uma boa fonte deste mineral é a clorofila, que se encontra nas algas, vegetais verdes e suplementos.

Óleos de peixes

Os óleos de peixe são recomendados para aumentar a absorção dos hormônios da tireoide. Eles contêm ácidos graxos ômega 3, que também diminuem a inflamação e melhoram a saúde cardiovascular.

Fibras

cereais-ricos-em-fibras

Os alimentos ricos em fibra são um grande complemento para evitar o excesso de peso e os níveis altos de açúcar no sangue.

Seu consumo melhora a digestão, controla o apetite e ajuda a regular os níveis altos de colesterol.

Lembre-se

Caso suspeite de hipotireoidismo o melhor é procurar um médico para receber um diagnóstico preciso.

Os alimentos aqui citados são apenas um complemento da dieta e seu consumo deve sempre ser supervisionado por um especialista.