O que é a comida macrobiótica? - Melhor com saúde

O que é a comida macrobiótica?

Por definição, a comida ou alimentação macrobiótica é uma maneira de comer baseada no equilíbrio do Yin-Yang.

As tradições do Oriente foram adaptadas não só para a comida como também na medicina e na espiritualidade. Especialmente se consomem cereais e outras gramíneas.

Comida macrobiótica: história e princípios básicos

Seu criador foi um japonês chamado Georges Ohsawa, em 1957. Ele foi encarregado de tornar conhecida a doutrina macrobiótica no mundo ocidental. Essa doutrina se baseia no budismo zen e na medicina chinesa. Segundo ela, quando o Yin e o Yang estão em equilíbrio, não existem doenças e é possível alcançar a serenidade e a tolerância. Algumas características da dieta macrobiótica são:

  • 25% da dieta diária é baseada em hortaliças e vegetais
  • 50% baseada em cereais integrais, tais como milho, arroz, trigo, cevada e aveia
  • 15% do consumo é de legumes
  • Deve-se consumir duas porções de sopa por dia, que sejam de missô ou tamari com vegetais e algas
  • O consumo de peixe branco duas vezes por semana é permitido, e frango ou peru em algum evento especial
  • Os ovos devem ser fertilizados e deve-se comer um a cada dez dias
  • Frutas devem ser consumidas cozidas ou secas e às vezes frescas.
  • Nunca beber enquanto come, sempre depois e a pequenos goles. A água deve estar morna, ou pode-se optar por café de cereais ou o chá Bancha (verde).

Quais alimentos não são permitidos?

Esta listagem é a que deve ser levada em conta por quem deseja seguir a alimentação macrobiótica, já que representa o que esta proibido ou se recomenda evitar:

  • Carne vermelha
  • Gordura animal
  • Produtos lácteos
  • Tomate
  • Berinjela
  • Batata
  • Açúcares
  • Frutas tropicais
  • Condimentos
  • Especiarias muito fortes
  • Conservantes
  • Colorantes
  • Alimentos com fertilizantes químicos
  • O que é a comida macrobiótica? Aspectos que não podem faltar

    Há componentes essenciais que tem de aparecer diariamente em uma dieta macrobiótica:

    • Algas marinhas, tais como lótus, kuzu e mebosi
    • Sal marinho, para equilibrar os pratos
    • Além disso, algumas práticas habituais são:
    • Preparo e condimentação especial dos alimentos
    • A mastigação da comida deve ser lenta
    • É preciso estar sempre sóbrio
    • Comer deve ser um ato que proporciona prazer
    • Deve-se comer em ambientes serenos e sem ruído

    Caso não existam problemas de saúde, o álcool e o tabaco são permitidos em quantidades muito pequenas;

    Imagem oferecida por geishaboy500