Como combater o calor causado pela menopausa

Como combater o calor causado pela menopausa

Recomenda-se ingerir soja ou seus derivados duas vezes ao dia. Inclua-a na sua dieta para evitar os sufocos e fixar o cálcio nos ossos.

A vida biológica das mulheres é muito ativa. Desde o início da puberdade até seu desenvolvimento. Após conceber filhos ocorrem ainda mais mudanças, como é o caso do período de lactação. Quando a mulher chega à idade madura e tudo começa a chegar a um equilíbrio, surge a menopausa com seus aumentos de temperatura.

O que devemos saber sobre o calor da menopausa

Referimos-nos a esses calores intensos e repentinos no rosto e na parte superior do corpo. Algumas vezes também podem vir acompanhados de náuseas, vômitos, sudoração excessiva, enjoos ou outros males semelhantes.

A causa desse sufoco é a queda dos estrogênios que causam as mudanças hormonais deste período. Podem se acentuar se, além disso, a mulher leva uma vida sedentária, fuma, sofre de muito estresse ou obesidade.

A frequência e duração dependem de cada mulher. Algumas podem sentir esse calor durante um tempo até que o organismo encontre seu novo equilíbrio, outras podem sofrer com isso quase que pelo resto de suas vidas. Devemos lembrar que é preciso combater os fatores que acentuam os sintomas.

Diminuir esses sintomas é necessário, porque podem chegar a ser muito incômodos, principalmente quando temos que ir trabalhar. Eles costumam distrair, incomodar e desconcentrar quando realizamos uma tarefa. Sempre existe a possibilidade de usar tratamentos hormonais, o ruim é que com o tempo o problema volta, por isso é que recomendamos provar primeiro estas receitas caseiras.

Receitas contra os calores da menopausa

Vinagre de maçã

Vinagre

O vinagre de maçã é encarregado de purificar o organismo, revitalizá-lo e remineralizá-lo. Contém mais de 30 nutrientes essenciais (grande quantidade de vitaminas, ácidos graxos, sais minerais, fósforo, cálcio, potássio, magnésio, enxofre, sódio, zinco, ferro, flúor e outros). Tudo o que o organismo precisa. Ajuda a equilibrar o metabolismo geral do corpo.

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de vinagre de maçã puro sem pasteurizar.

Procedimento

  • Tome duas colheres de sopa de vinagre de maçã. É muito recomendável fazer isso à noite.
  • Se for difícil consumir o vinagre puro, dissolva-o em meio copo de água morna, de suco de vegetais ou de frutas.

Soja

Contém alguns fitoestrogênios que imitam o estrogênio natural da mulher. Além disso, tem alta concentração de lecitina, que previne a osteoporose por seu alto teor de cálcio, compensando a perda de massa óssea dessa etapa da mulher. Os alimentos perfeitos para adicionar à soja em sua dieta são:

  • Leite de soja.
  • Lecitina de soja.
  • Feijões de soja.
  • Carne de soja.
  • Tofu.

Recomendamos o consumo de duas porções de algumas dessas opções com soja por dia. Pode-se comer pela manhã, para evitar a falta de ar, e à noite, para fixar o cálcio. Se você nunca consumiu esses alimentos talvez ache os sabores um tanto insípidos no início, porém, essa é só uma questão de costume.

Sálvia

Salvia

Além de conter fitoestrogênios naturais, a sálvia tem propriedades estimulantes. Ativa a circulação do sangue e é vasomotora, por isso alivia consideravelmente os calores. A forma mais comum de consumir a sálvia é em infusão ou o vinho onde se deixou macerar as flores da sálvia durante uma noite. Se não encontrar sálvia seca e nem fresca, o óleo essencial é igualmente benéfico.

Ingredientes

  • Uma colher de sopa de folhas de sálvia fresca ou duas colheres de chá de sálvia fresca.

Preparo

  • Faça uma infusão com as folhas de sálvia em uma xícara, adicionando água quente a aproximadamente 90 ºC.
  • Cubra e deixe repousar por meia hora, depois coe.
  • Após coá-la estará pronta para beber. Repita o processo três vezes por dia.

Linhaça

Quando os sintomas da menopausa são leves ou moderados, a linhaça é muito efetiva. Ela contém fitoestrogênios naturais que compensam a perda de estrogênio e ajudam a aliviar os calores intensos. Além disso, ajuda a corrigir a prisão de ventre e a diminuir o colesterol, assim o incômodo será menor em períodos de menopausa e o funcionamento intestinal será favorecido.

Ingredientes

  • 2 colheres de sopa de sementes de linhaça.

Como consumir?

  • Você pode adicioná-las em saladas, combiná-las com iogurtes, sucos ou sopas. Também pode polvilhar sobre o queijo ou a geleia de suas torradas.

Trevo vermelho

É utilizado para tratar os calores, reduzir o colesterol, melhorar a circulação sanguínea, prevenir a osteoporose, reduzir a falta de ar, a pele vermelha e os incômodos nos seios. Quem estiver usando medicamentos deve consultar um médico antes de começar a fazer uso do trevo vermelho. Seu uso é mais comum do que pesamos, já que está muito presente na indústria alimentícia como saborizador.

Ingredientes

  • 2 colheres de chá de trevo vermelho seco.

Procedimento

  • Prepare uma infusão, para isso, coloque o trevo em uma xícara e adicione água a 90 ºC.
  • Cubra e deixe repousar durante, pelo menos, 30 minutos. Depois coe e estará pronta pra tomar.
  • Tome de duas a três vezes ao dia.

Não se esqueça do exercício

Yoga

O exercício não está relacionado diretamente com o alívio do calor, mas consegue proporcionar uma melhora geral. Relaxe a mente e revitalize o corpo. Você pode escolher qualquer tipo de exercício: aeróbico, caminhada, corrida, dança, ou pode buscar por um grupo de ioga.

Lembre-se de se vestir sempre com várias camadas de roupa, porque isso permitirá você tirar aquelas que incomodarem quando os calores chegarem. Além disso, tenha muita paciência consigo mesma e dê tempo a essas receitas para que atuem e ajudem a combater os calores. Lembre-se que se trata apenas de uma etapa da vida feminina, por isso, depois de alguns meses tudo voltará à normalidade.