Como eliminar naturalmente cristais de ácido úrico nas articulações

Como eliminar naturalmente cristais de ácido úrico nas articulações

Existem formas naturais de eliminar os cristais de ácido úrico acumulados nas articulações, formados quando os níveis desta substância no corpo estão muito altos. Fique atento, pois eles podem causar pedras nos rins e gota (uma das mais dolorosas formas de artrite).

Entendendo o acúmulo de cristais de ácido úrico

O ácido úrico é produzido naturalmente pelo organismo. Existe uma substância chamada purina, que ingerimos quando comemos alguns alimentos, como carnes e frutos do mar. Ela também é liberada quando as células do corpo morrem.

O organismo produz ácido úrico durante o processo de quebra das moléculas de purina. Ele se dissolve no sangue, passa pelos rins, e é eliminado através da urina. No entanto, se há mais ácido úrico do que os rins conseguem suportar, os níveis dele no sangue ficam muito altos e ocorre uma condição chamada hiperuricemia.

Eliminar cristais de ácido úrico nasarticulações

Com isso, podem se formar cristais de ácido úrico nas articulações. Quando esses cristais se acumulam, podem causar dor e inflamação, além de pedras nos rins e fortes ataques de gota. Eles também aumentam a pressão sanguínea e o risco de doenças cardiovasculares.

Por isso, é fundamental monitorar os níveis de ácido úrico no organismo. Se uma quantidade exagerada desta substância for identificada, devemos consultar um médico imediatamente.

Como eliminar os cristais de ácido úrico

Geralmente a chave para curar qualquer tipo de inflamação está na dieta, e o caso do ácido úrico não é diferente. Aposte nestes hábitos para eliminar os cristais presentes nas articulações de forma natural:

1. Beba bastante água

Tenha como objetivo tomar entre 2 e 3 litros de água diariamente, em pequenas quantidades espaçadas durante todo o dia. Manter o corpo hidratado é fundamental para ajudar os rins no trabalho de processar e eliminar o ácido úrico em excesso.

2. Evite alimentos ricos em purina

Quanto mais purina você consumir, mais ácido úrico será produzido pelo corpo. Dessa forma, é extremamente importante evitar alguns alimentos se quiser ajudar o corpo a produzir menos e eliminar os cristais já formados.

  • Carnes derivadas de órgãos, como o fígado
  • Peixes como a anchova, o arenque e a cavalinha
  • Mariscos e camarões
  • Cogumelos
  • Vegetais como a couve-flor e os aspargos
  • Leguminosas como o feijão, a lentilha e a ervilha
  • Frutas como o abacaxi, abacate, banana e kiwi

3. Invista em alimentos ricos em vitamina C

A vitamina C ajuda a reduzir os níveis de ácido úrico no organismo, pois facilita o processo de eliminação realizado pelos rins. Inclua na dieta alimentos como a laranja, tangerina, repolho roxo, pimentões vermelhos e batata.

4. Faça da cereja a sua melhor amiga

Por incrível que pareça, a cereja é considerada o melhor alimento que podemos ingerir para eliminar os cristais de ácido úrico. Além disso, consumi-las também ajuda a prevenir e reduzir a dor causada pela inflamação, mesmo durante um ataque de gota. Isso ocorre, pois esta fruta tem propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes.

cereja ajuda a acabar com cristais de ácido úrico nas articulações

A recomendação para quem sofre com a dor é consumir pelo menos 20 cerejas por dia, até mais se possível. Para tornar esta tarefa mais fácil, outra opção é tomar suco de cereja concentrado, que oferece os mesmos benefícios.

5. Reduza o consumo de álcool

O álcool e principalmente a cerveja são conhecidos por aumentar a concentração de ácido úrico no corpo e, portanto devem ser evitados. Vale lembrar que o vinho, se consumido em quantidades moderadas, não é considerado um fator de risco.

6. Pratique atividade física regularmente

Fazer exercícios físicos traz diversos benefícios para a saúde. Eles ajudam a normalizar os níveis de insulina no sangue, contribuindo também para a diminuição das quantidades de ácido úrico.

A atividade física também promove a redução do estresse, o que é muito importante já que este é um dos fatores que mais comumente desencadeiam ataques de gota.

7. Corte o açúcar da dieta

Ingerir menos açúcar é fundamental para lidar com qualquer tipo de inflamação. Estudos recentes mostraram que o simples fato de diminuir drasticamente o consumo de açúcar pode reduzir em até 85% o risco de gota.

Além dos doces, lembre-se de cortar os refrigerantes e os sucos de fruta artificiais, que são carregados de açúcar e oferecem somente calorias vazias.

8. Reduza o consumo de gorduras saturadas

Consumir grandes quantidades de gordura saturada prejudica a habilidade do corpo de processar o ácido úrico. Por isso, reduza a ingestão de alimentos fritos e ricos em gordura.