Como melhorar a pele durante a menopausa - Melhor com Saúde

Como melhorar a pele durante a menopausa

Para manter a pele saudável durante a menopausa, devemos evitar todo tipo de hábitos nocivos e nos hidratar corretamente, tanto por dentro quanto por fora, para nutrir as células.
Como melhorar a pele durante a menopausa

A menopausa é uma etapa de muitas mudanças em que a mulher deve se cuidar em vários aspectos, não só internos, mas também externos.

A pele é uma das áreas que mais sofre e se enfraquece no climatério. Por isso, neste artigo contaremos como melhorá-la e hidratá-la.

O que acontece com a pele durante a menopausa?

mulher-na-menopausa

A pele da mulher é cerca de 25% mais fina que a do homem em qualquer idade, mas na etapa do climatério, isso se acentua.

Com o passar do tempo, a derme vai envelhecendo e alterando suas principais funções (regular a temperatura corporal, defender-nos dos raios solares e dos germes, armazenar água e nutrientes, etc.).

Embora isso dependa da herança genética e do estilo de vida, em geral, a partir dos 50 anos vemos os primeiros sinais de envelhecimento da pele:

  • Ressecamento
  • Flacidez
  • Aspereza
  • Rugas

Também podemos notar que a pele fica mais fina, tem mudanças na pigmentação, formações benignas e dilatações vasculares.

  • A hidratação da derme é menor e, por fim, diminui a capacidade de reparar os tecidos ou cicatrizar ferimentos.
  • Como também conta com menos colágeno, a pele é menos elástica.
  • Como o organismo produz menos estrogênio, a quantidade de células encarregadas da tonificação da pele diminui, provocando manchas e verrugas.
  • No caso da pele das mãos e das plantas dos pés, ela se torna mais grossa e com mais linhas de expressão.

Ver também: 5 conselhos para evitar que o sol manche a sua pele

Cuidados com a pele durante a menopausa

As mudanças a nível hormonal podem ser reguladas através de um tratamento médico.

No entanto, há hábitos que a mulher deve modificar ou melhorar se quiser apresentar uma pele mais radiante e fresca durante a etapa do climatério.

Preste atenção aos seguintes conselhos:

Proteger-se do sol

Ainda que os raios UV possam ser malignos em qualquer idade, na menopausa a pele não tem a capacidade de enfrentá-los. Não devemos esquecer de utilizar um fator de proteção elevado, sobretudo nas horas do meio-dia e no verão.

Por outro lado, recomenda-se a exposição por 15 minutos por dia para poder sintetizar de forma adequada a vitamina D (que melhora a saúde óssea ao permitir a absorção de cálcio, por exemplo).

Se sua pele é muito branca, o melhor é usar um protetor solar (inclusive quando estiver nublado ou fazendo frio).

Hidratação

manter-o-corpo-hidratado

É fundamental consumir entre 2 a 3 litros de água diariamente para que a hidratação comece por dentro.

Se você não gosta muito ou se aborrece ao tomar água, pode substituí-la por sucos naturais, batidas de frutas ou chás de ervas. Não estão inclusos o café, os refrigerantes e nem o álcool, porque produzem o efeito contrário.

Ainda assim, aconselhamos utilizar cremes hidratantes especiais para o rosto e para o corpo. Nas lojas, existem muitos produtos feitos para essa etapa da vida das mulheres. Aplique pela manhã ou à noite.

Limpar

A correta higiene da pele é fundamental para que ela pareça mais jovem e saudável.

  • Você deverá lavar o rosto com sabonetes neutros que mantenham o pH sempre alcalino e não alterem a barreira hidrolipídica da pele.
  • Ao terminar, use emulsões para deixar uma película protetora. Enxugue o rosto sem friccionar, para evitar irritações.

Nutrir

Além de usar cremes nutritivos na pele, recomendamos que você mantenha uma dieta equilibrada e cheia de vitaminas, minerais e antioxidantes.

  • As frutas e verduras serão suas principais aliadas, já que não apenas são naturais, como também estão repletas de água e de nutrientes.
  • Deixe de lado as gorduras, as farinhas e os açúcares. Diga não à comida processada e ao fast food, e escolha opções mais caseiras, saudáveis e com ingredientes da estação.

Assim, você poderá oferecer ao corpo todo o necessário para se proteger dos radicais livres que prejudicam a saúde da pele.

Esfoliar

mascara-hidratante-rosto

Aconselha-se, uma vez por semana, realizar uma esfoliação profunda com o fim de eliminar impurezas e, ao mesmo tempo, estimular a renovação celular.

Você pode usar máscaras caseiras que levem, por exemplo, açúcar ou mel. Assim, retardará os efeitos do tempo no rosto ou pescoço.

Fazer exercícios

A atividade física é muito importante para manter a pele radiante em qualquer fase da vida, mas sobretudo na menopausa.

  • A prática de exercícios é fundamental para eliminar toxinas através dos poros e para aumentar a elasticidade dérmica.
  • Como se isso não bastasse, o esporte previne a osteoporose, melhora a saúde cardíaca, diminui o estresse e confere vitalidade.

Para tanto, é fundamental realizar alguma atividade, ainda que seja tranquila e relaxada. Se você nunca praticou exercícios, comece com ioga, pilates ou natação.

Recomendamos ler: Os benefícios emocionais da ioga

Evitar hábitos pouco saudáveis

Dentro desse grupo, podemos mencionar o cigarro, o estresse ou o álcool. Todos esses elementos pioram nossa saúde, e isso repercute no estado da pele.

  • Por exemplo, ao fumar, o corpo não apenas absorve toxinas nocivas, mas a pele também não tem a possibilidade de se regenerar ou se manter hidratada.
  • O estresse anda de mãos dadas com outros problemas, como a insônia, que causa olheiras e manchas na pele.
  • O álcool tem efeitos negativos parecidos aos do cigarro, já que contém muitas toxinas que não podem ser facilmente eliminadas.

Imagem principal cortesia de © wikiHow.com