Como prevenir infecções vaginais? - Melhor com Saúde

Como prevenir infecções vaginais?

Fazer uma higiene correta e manter a região seca é fundamental para prevenir infecções vaginais. Evite roupas muito justas e os banhos quentes prolongados.

Para a maioria das mulheres, os sintomas de infecções vaginais são muito incômodos, afinal, uma infecção vaginal por fungos raramente é perigosa. Porém, é possível que tomemos medidas para prevenir esse tipo de infecção. Quer saber como? Confira!

Cuidado pessoal

O cuidado pessoal e a higiene são muito importantes no que diz respeito à prevenção de infecções vaginais por fungos. Então, assegure-se de:

1. Se lavar bem

Manter a região vaginal limpa não te ajudará apenas a manter um odor fresco, como também a prevenir infecções causadas por fungos. Ao tomar banho, assegure-se de limpar a parte interna da vagina, ou também conhecida como vulvaonde é provável que cresçam fungos.

2. Se secar bem

Devido ao fato de que os fungos se proliferam em ambiente úmido, é importante secar toda a área vaginal depois do banho. Inclusive, é possível usar um secador de cabelo a uma temperatura mais baixa para se livrar do excesso de umidade no local, ainda que o melhor seja o mais simples, ou seja, uma toalha limpa e seca.

O que usar para prevenir infecções por fungos?

Vestir

A forma de nos vestirmos pode aumentar a propensão a desenvolvermos uma infecção vaginal por fungos. Para prevenir esse tipo de infecções é preciso manter algumas dicas em mente:

O mais natural possível

Roupas íntimas de seda e de algodão absorvem a umidade, mantendo o corpo seco. Por outro lado, aquelas de nylon e outros tecidos sintéticos mantém a umidade presente na pele, estimulando o desenvolvimento de fungos.

Mude de roupa

Não fique com roupas de ginástica suadas ou roupas de banho molhadas. Opte sempre por roupas secas. Mude também a roupa de baixo frequentemente, para evitar umidade.

O que devemos evitar para prevenir as infecções vaginais?

Alguns produtos cosméticos podem ajudar na proliferação de fungos. Evite:

Duchas vaginais

As duchas vaginais (lavagem do interior da vagina com líquido) destroem não apenas as bactérias prejudiciais, como também aquelas que mantêm os fungos sob controle. As duchas vaginais também lavam a capa protetora natural da vagina, tornando-a mais suscetível à fungos e outras infecções vaginais.

Sabonetes perfumados, banhos com bolhas e aerossóis femininos

Os perfumes podem ser irritantes para a área sensível encontrada dentro da vagina, e podem aumentar o risco de desenvolvermos infecções por fungos. Também é importante evitar compressas, absorventes higiênicos perfumados e papel higiênico de cores ou estampado.

Controle o calor

Os fungos amam ambientes quentes (e úmidos), então, o melhor é evitar banhos quentes prolongados ou mergulhos da região íntima em banheiras quentes, por exemplo. Também não é recomendável utilizar roupas justas que impedem a circulação de ar ao redor da região da coxa e virilha, principalmente no verão.

Os medicamentos que podem causar infecções vaginais

comprimidos

Na hora de afastar as infecções vaginais por fungos, as informações que devemos ter com respeito aos medicamentos que utilizamos são:

Olhe os medicamentos que você consome

Os antibióticos não matam apenas as bactérias ruins, mas também as boas, que podem evitar o crescimento excessivo de fungos.

O uso recente de antibióticos, como, por exemplo, para tratar infecções urinárias, é um dos fatores de risco mais comuns para apresentarmos uma infecção por fungos. Tomar esteroides orais e pílulas anticoncepcionais também pode aumentar esse risco.

Pessoas que apresentam essas infecções por fungos com frequência devem procurar um médico e conversar sobre os medicamentos que tomam, pois é possível que existam outras alternativas a eles.

Outras recomendações para prevenir infecções vaginais

Assim como ocorre com a maioria das doenças e das infecções, o cuidado com o corpo e a saúde em geral pode nos ajudar a nos mantermos saudáveis. Por isso, assegure-se de:

Dormir o suficiente

Em geral o sistema imunológico nos ajuda a manter os fungos sob controle. Mas, se dormimos poucos nosso sistema imunológico pode tornar-se incapaz de trabalhar corretamente. Por isso precisamos manter um horário regular de sono e evitar exercícios, cafeína e alimentos pesados até três horas antes de nos deitarmos.

Doenças imunológicas, como a diabetes e o HIV também podem aumentar a ocorrência de infecções por fungos. Além disso, pessoas que sofrem de diabetes precisam manter seus níveis de açúcar no sangue sob controle para prevenir esse tipo de infecção.

Mude a alimentação

Alguns estudos indicam que o consumo excessivo de iogurte com cultivos ativos pode ajudar o corpo a combater o crescimento excessivo de fungos. Também é recomendável limitar o consumo de açúcar.